Blog do Dresch

23 de janeiro de 2018

Em Alagoas, Bolsa Família pagará R$ 75,6 milhões

tl23 600x300 c - Em Alagoas, Bolsa Família pagará R$ 75,6 milhões

 

           O Programa Bolsa Família vai repassar R$ 75,6 milhões para o estado de Alagoas neste mês de Janeiro, destinados a 409 mil famílias consideradas em situação de vulnerabilidade social. Segundo o secretário de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Fernando Pereira, os beneficiados do Programa devem acompanhar o calendário de pagamento, observando sempre o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão. “Como sempre, os pagamentos são realizados em dias alternados para evitar possíveis tumultos e grandes filas nas agências da Caixa ou nas Casas Lotéricas”. Neste mês de Janeiro, 225 mil novas famílias entraram no programa em todo o país.

Acordo pela segurança

            O governo do Rio Grande do Sul fechou um acordo com a CUT, o MST e outros movimentos sociais para a manutenção da segurança durante o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, amanhã em Porto Alegre. O acordo foi elogiado pelo Ministro da Justiça, Torquato Jardim: “Foi um bom acordo.  Todos concordaram em assumir a responsabilidade por danos patrimoniais públicos e privados, caso ocorra algo deste tipo” revelou o ministro. Torquato manteve o presidente Michel Temer informado a respeito dos preparativos que estão sendo elaborados na capital gaúcha. Segundo Vitalina Gonçalves, da Frente Brasil Popular do Rio Grande do Sul, os movimentos populares que vão se manifestar em defesa do ex-presidente Lula, comunicaram as autoridades estaduais que estão criando esquemas próprios de segurança para garantir o bom andamento das manifestações. “Queremos manifestar nossa opinião e por isso tomamos esta iniciativa. Nunca depredamos patrimônio público ou privado” disse Vitalina.

Concentração de renda

          Um estudo divulgado ontem pela ONG britânica Oxfam, mostrou mais uma vez que o fosso social é ampliado a cada ano, revelando que a concentração de renda no Brasil é cada vez mais aguda. E que os cinco maiores bilionários brasileiros concentram patrimônio equivalente a renda da metade mais pobre da população. O empresário Jorge Paulo Lemann (Inbev, Burguer King e Heinz) de 77 anos mantém o título de homem mais rico do Brasil, seguido de Joseph Safra (Banco Safra,78 anos), Marcel Telles (3G Capital, 67 anos), Carlos Alberto Sicupira (3G Capital, 69 anos), e Eduardo Saverin (Facebook, 35 anos).

Concentração de renda 2

          O Brasil ganhou em 2017, mais doze integrantes do grupo de bilionários, passando de 31 para 43 integrantes. O incremento ocorre devido á volta de pessoas que já fizeram parte do seleto grupo, mas perderam dinheiro nos últimos anos, em meio à crise econômica do país. O patrimônio dos bilionários brasileiros alcançou R$ 549 bilhões no ano passado. Por outro lado, os 50% mais pobres do país tiveram a sua fatia de renda nacional reduzida de 2,7% para 2%. Um brasileiro que ganha um salário mínimo precisaria trabalhar 19 anos para ganhar o mesmo que recebe em um mês uma pessoa enquadrada entre os 0,1% mais ricos.

Terror na rede social

                   A Europol, agência do serviço europeu de polícia, lançou uma campanha para identificação e remoção rápida de conteúdo de extremismo terrorista e violento no Facebook e Instagram. A campanha intensiva foi organizada na sede da Europol, em Haia, e visou o conteúdo de grupos terroristas e simpatizantes, cujas mensagens têm o objetivo de radicalizar, recrutar e propagar atividades terroristas. As unidades policiais especializadas e que estão envolvidas com a campanha fizeram uma avaliação de peças de propaganda terrorista suspeita, detectando padrões nas plataformas online, bem como tendências na disseminação de propaganda terrorista.

Terror na rede social 2

                   O Facebook participou desta ação conjunta em Haia, com o compromisso declarado de “remover terroristas e postagens que apoiam o terrorismo” assim que identificadas e “tornar suas plataformas um lugar hostil para os terroristas”. A remoção final do material é uma atividade voluntária das plataformas de mídia social em questão, como o Facebook e Instagram, levando em consideração seus próprios termos e condições. A ação está focada principalmente na produção online de materiais terroristas pelos meios de comunicação afiliados ao Estado Islâmico e da Al-Qaeda.

Governo banca o PAA

                   Sem contar com o Governo Federal que praticamente extinguiu o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Governo de Alagoas vai investir R$ 15 milhões, de recursos próprios, e assim alavancar o programa. Será adquirida a produção de 1.875 famílias de agricultores, espalhados em 78 municípios alagoanos. Estes produtos vão beneficiar escolas da rede estadual de ensino, creches, hospitais e presídios. Assim o programa oferece a garantia e a segurança aos produtores rurais, que comercializam sua produção integralmente, fortalecendo a agricultura familiar no estado.

  • Considerada uma das maiores barragens de Alagoas em volume, com 2 milhões de m3, a barragem do DNOCS Pai Mané, no município de Dois Riachos, foi povoada na última sexta feira com 65 mil alevinos da espécie Tilápia.
  • A ação faz parte do trabalho desenvolvido pela Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, que tem povoado diversos açudes, barragens e outros mananciais em todo o Estado.
  • Mais de 1.200 famílias de agricultores serão beneficiadas com os alevinos nas comunidades de Pai Mané, Poço de Sal, Serra da Mandioca, Aroeira Alta e Pau Santo.
  • Agricultores familiares receberam orientação técnica sobre o manejo e alimentação dos alevinos, e levaram a cota que cada família recebeu para cultivar.
  • Dentro de poucos meses os agricultores dos povoados citados irão dispor de um alimento de alto teor nutricional, e o excedente poderá ser comercializado em feiras livres e nas próprias comunidades.