Blog do Dresch

16 de janeiro de 2018

Após 34 anos, Carla Vilhena deixa a Globo

tl16 600x300 c - Após 34 anos, Carla Vilhena deixa a Globo

Após 34 anos à frente de diversas bancadas jornalísticas da TV Globo, a jornalista Carla Vilhena anunciou a sua saída da emissora. A notícia foi veiculada pela própria, em seu site pessoal na noite de sexta feira (12). Carla, atualmente era repórter especial do Fantástico e uma das apresentadoras do Jornal Nacional. A jornalista resolveu se dedicar a um site próprio, criado a partir de uma experiência com um blog que a deixou pra lá de satisfeita “onde pude expor um pouco mais de quem eu sou e do que desejo ser” explicou ela na publicação. A assessoria de imprensa da Rede Globo de Televisão confirmou o desligamento da apresentadora.

Vilhena deixa Globo 2

No texto, Carla Vilhena fala das suas descobertas com o site e os novos horizontes que vislumbra; “Conheci um mundo completamente novo. Me surpreendi, aprendi muito- e gostei. Por isto, este e-mail não é uma despedida, já que continuarei pertinho de vocês, neste mundo tornado ervilha pela internet. Meu projeto pessoal precisa ampliar fronteiras, e enquanto for vinculada ao jornalismo, estarei impossibilitada de fazer isso. Aproveito para compartilhar com vocês o amor que sempre me ligou à Globo, emissora onde entrei há 34 anos e que me ensinou a fazer televisão” explicou. Ela permanece com contrato com a emissora até 30 de Abril, mas não deve mais retornar no vídeo.

Extinção do auxílio-moradia

O Governo poderia construir 70 mil moradias pelo programa Minha Casa Minha Vida, apenas com o valor gasto para o auxílio-moradia dos membros dos poderes da União. Desde 2010 o governo já gastou mais de R$ 4 bilhões com o benefício. Somente para 2018, o orçamento do “penduricalho” é de R$ 830 milhões. O estudo foi realizado a pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) que é autor de uma proposta de emenda à Constituição que propõe extinguir o auxílio. O projeto está na Comissão de Constituição e Justiça do Senado onde aguarda a definição de um relator. Em uma consulta popular online, houve mais de 880 mil votos a favor da extinção do benefício e apenas 4.400 contrários. Para Randolfe, o resultado só mostra que a extinção não é uma convicção dele, e sim da população em geral. “É incompatível em um momento de combate a privilégios, mantê-los para alguns. Um grupo seleto que recebe um valor desproporcional com a realidade dos brasileiros” disse.

O turismo de negócios

O segmento turístico está bastante otimista com a realização de grandes eventos no Centro de Convenções de Jaraguá neste ano de 2018. Estão previstos quatro grandes encontros, que deverão trazer a Maceió mais de 20 mil pessoas para participar dos mesmos. A capital alagoana sediará a reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) com cerca de 10 mil pessoas inscritas. Também sediaremos grandes encontros nacionais de Magistrados (próximo de 4 mil inscritos), de Oftalmologia (6 mil profissionais) e de Engenheiros e Arquitetos (outros 4 mil inscritos). Todos os eventos vão acontecer no período de baixa temporada.

Mais um ator/estuprador

Dentro da “onda” de estupros e assédios em Hollywood, uma denúncia foi feita pela atriz Regina Simmons contra o ator Steve Seagal, de 65 anos, afirmando que foi estuprada por ele, durante as filmagens de “Em Terreno Selvagem”, de 1994. Segundo Simmons, ela tinha 18 anos, quando foi convidada pelo ator para ir a uma festa, mas ao chegar no local, não havia mais ninguém. Ela disse ter sido levada a um quarto e violentada pelo astro e professor de artes marciais. A denúncia foi feita ao jornal “New York Daily News” e não foi rebatida pela assessoria do ator.

Mais um ator/estuprador 2

Segundo a narrativa da atriz “ele me levou para um quarto, fechou a porta e começou a me beijar. Então, tirou minhas roupas e logo estava em cima de mim, me estuprando. Eu não era sexualmente ativa ainda. As pessoas sempre falam em fugir, mas ninguém fala que também ficamos petrificadas” disse Regina Simmons. Steve Seagal já foi acusado de assédio por atrizes como Portia de Rossi, Julianna Margulles e Jenny McCarthy. No entanto, essa é a primeira vez que o ator é alvo de uma acusação de estupro.

PF tem novo superintendente

Como era esperado, o novo diretor-geral da Polícia Federal Fernando Segóvia, tem realizado algumas mudanças nas superintendências estaduais, formando a sua própria equipe. Foi o caso de Alagoas, onde está assumindo o delegado federal Rolando Alexandre de Souza, nomeado na semana passada. Ele substitui o delegado Bernardo Gonçalves Torres, que deve ser indicado para outro cargo na estrutura da instituição. Rolando Alexandre vinha atuando como chefe do Serviço de Repressão a Desvios de Recursos Públicos (SRDP), em Brasília. Essa atividade o credencia como um dos delegados mais bem preparados no combate à corrupção em todo o país.

 

  • Em uma grande mobilização nacional do Fórum Permanente das Operações Lei Seca, foram realizadas operações em 17 estados entre o Sábado e o Domingo, quando foram abordados 10.993 motoristas, sendo que 1.037 apresentavam sinais de embriaguez.
  • Foram utilizados 1.936 homens e mulheres da Polícia Rodoviária Federal, das Polícias Militares dos estados e agentes de trânsito de todo o país.
  • Foram efetuados 9.522 testes com o etilômetro e lavrados 823 autos de infração, além de 214 prisões.
  • Ainda foram recolhidos 1,619 documentos, entre carteiras de motoristas e certificados de licenciamento de veículos. Mais de 626 automóveis foram recolhidos aos depósitos.
  • Segundo um estudo do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro, da Escola Nacional de Seguros, a Lei Seca salvou 41 mil vidas desde 2008 e poupou ao país mais de R$ 550 bilhões, em perda de produto e renda.