Blog do Dresch

4 de Janeiro de 2018

Além de déspota, Trump também é mentiroso

 

                   Desde que assumiu a presidência dos Estados Unidos, em 20 de Janeiro de 2017, até a última terça-feira (2), Donald Trump já fez 1.950 declarações falsas ou enganosas, segundo um estudo realizado pelo jornal “Washington Post”. Segundo a publicação, em 347 dias de mandato, o magnata contou uma média de 5,6 mentiras por dia. Os discursos do norte-americano foram classificados como “falsos e enganosos”. Faltando apenas 18 dias para o encerramento do primeiro ano na Casa Branca, Trump ainda poderá bater duas mil mentiras.

Além de tudo, mentiroso 2

                   Entre as cinco principais “enganações” de Trump, estão a de que os EUA são uma das nações mais tributadas do planeta, e que o seu corte de impostos é o maior na história do país. Além disso, entre as declarações mentirosas estão as opiniões sobre o Russiagate e o Obamacare, bem como o “orgulho” de ter roubado grandes negócios antes de ser presidente. O jornal, que mantém sempre o seu banco de dados altamente atualizado, afirmou que algumas declarações enganosas do bilionário foram repetidas várias vezes.

A excepcionalidade do agronegócio

                   O governo considerou o ano de 2017 como excepcional para a agricultura brasileira. A própria supersafra de grãos, que atingiu 238 milhões de toneladas é um marco histórico para o país, assinala Neri Geller, secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura. Ele atribui o resultado a uma conjunção de fatores positivos que ajudou a consolidar o Brasil como um dos mais importantes players do agronegócio no mercado global. Vale salientar também que a mobilização de recursos alcançou o total de R$ 188,3 bilhões para o crédito rural em operações de plantio, comercialização e custeio para a safra 2017/2018. Para o Seguro Rural foram destinados R$ 550 milhões e R$ 1,4 bilhão no apoio à comercialização da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM).

Balanço da Lei Seca

                   As ações desenvolvidas pela Operação Lei Seca em Alagoas no ano de 2017, apresentaram resultados significativos, na redução de acidentes e no combate a alcoolemia. Segundo dados fornecidos pela coordenação da Operação, foram realizadas 416 ações de fiscalização, com 30.573 pessoas submetidas ao teste com o etilômetro, 27.780 veículos foram abordados e seus condutores revistados, além de 7.406 infrações lavradas por diversas irregularidades. Ainda foram recolhidas 1.354 Carteiras Nacional de Habilitação e 490 veículos recolhidos ao pátio do Detran e das Ciretrans.

Somente Sir Ringo Starr

          O ex-baterista dos Beatles, Ringo Starr, será condecorado com o título de “Sir” pela Rainha Elizabeth II. O anúncio oficial foi feito formalmente nas Honras de Ano Novo, no Palácio de Buckingham. O título será concedido pela dedicação de Ringo às causas sociais como a luta contra a Aids e o abuso sexual infantil, além da luta pelos direitos humanos. Esta é a segunda vez que ele recebe um reconhecimento oficial. Em 1965, ele e os demais Beatles se tornaram membros da Excelentíssima Ordem do Império Britânico. Outro Beatle, Paul McCartney, recebeu o título de “Sir” em 1997. Também foram reconhecidos os músicos Mick Jagger e Elton John, e a escritora J. K. Rowling.

Distribuição de agrados

           Nos últimos dias de 2017 o presidente Michel Temer distribuiu títulos e agrados aos apaniguados do poder. No Natal, de uma só vez, o presidente baixou 16 leis que presentearam cidades, homenagearam personalidades e inflaram o calendário de datas festivas. A cidade de Parintins (AM) ganhou do presidente o título de Capital Nacional do Boi Bumbá, o ex-presidente Juscelino Kubitschek foi nomeado “patrono da urologia no Brasil “, Machado de Assis teve o nome inscrito no Livro dos Heróis da Pátria e o dia 10 de Dezembro foi declarado o Dia do Palhaço. Mas o principal presente não vingou: o indulto de Natal para presos condenados por corrupção.

Distribuição de agrados 2

           Em outra canetada, o presidente deu ao município de Castro, no Paraná, o título de Capital Nacional do Leite, homenagem proposta por Osmar Serraglio (PMDB-PR), ex-ministro de Temer. Também concedeu a cidade gaúcha de Teotônia o título de Capital Nacional do Canto Coral. Também criou o Dia Nacional do Teatro do Oprimido e também o Dia Nacional do Kraw Magá, O projeto foi apresentado pelo lutador Acelino Popó Freitas, então deputado pelo PRB-BA. Por causa disso, o dia 18 de Janeiro passa a ser dedicado a celebrar no Brasil a técnica israelense de luta usada para a defesa pessoal.

  • A Secretaria de Estado da Saúde iniciou 2017 com uma campanha informativa, com o objetivo de alertar a população alagoana sobre o número crescente de pessoas contaminadas com o vírus HIV em Alagoas.
  • A campanha visa alcançar algumas metas até 2020, como fazer com que 90% das pessoas vivendo com o HIV, saibam que têm o vírus, e que 90% das pessoas diagnosticadas com o HIV recebam terapia antirretroviral, e que 90% das pessoas em tratamento, não possam mais transmitir o vírus. Essa é a meta conhecida por 90-90-90.
  • Atualmente em Alagoas, 15 mil pessoas soropositivas, não sabem que têm o vírus.
  • A proposta é conscientizar a população para que as pessoas comecem a se enxergar como vulneráveis ao HIV. Atualmente fala-se em comportamento de risco e não mais em grupo de risco, como era há alguns anos.
  • Para a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria, Mardjane Nunes “as pessoas em tratamento de HIV/Aids no Brasil, sofrem mais com os problemas relacionados à interação social do que com a ação do vírus no organismo” assinalou ela.