Edmilson Teixeira

28 de dezembro de 2017

União dos Palmares

kil de uniao 600x300 c - União dos Palmares

Organização das contas públicas, sobretudo com a retirada do município da lista negra do CAUC, mais alunos na escola, novas unidades de saúde e creches, reabertura da casa da sopa, Pró-estrada e a viabilização de obras importantes de infraestrutura foram alguns dos tópicos abordados pelo prefeito de União dos Palmares, Areski Freitas (Kil), em entrevista recente para a imprensa palmarina, onde foi pautada a retrospectiva de sua gestão em 2017.

Argumento

“A crise dificultou, mas não impediu União de avançar em 2017. Lutamos muito por nossa cidade, e vamos continuar lutando em 2018. Quero agradecer ao empenho de cada secretário em suas pastas e, em especial, ao nosso vice Zé Alfredo, que esteve ao meu lado o tempo inteiro e também não mediu esforços para tornar União uma cidade melhor”, ressaltou Kil, que citou ainda o Governo do Estado como grande parceiro do município.

No SPC/Serasa

Kil destacou o fato de, apesar da crise, ter resolvido a inadimplência de União no CAUC, pendência que impedia o município de receber recursos federais. “Era um problema que se arrastava há muito tempo, União estava com nome sujo no CAUC e, com isso, não podia receber verbas federais. Organizamos as contas públicas e resolvemos essa situação. Isto possibilitou coisas maravilhosas, como assinar com o Ministério do Turismo, nesses últimos dias, a obra que vai trazer a nova entrada, a orla do rio Mundaú  e a captação de recursos para eventos importantes como a programação da Consciência Negra”, explicou Kil.

Mata Grande

Sobre a prisão do prefeito de Mata Grande/AL, Erivaldo Mandú, a assessoria do gestor afirma por meio de nota divulgada para a Imprensa, que ele é inocente e está sendo alvo de uma manobra política criada por pessoas que usurparam o dinheiro público e tentam a todo custo tomar posse na Prefeitura.

Mata Grande

“Em apenas um ano, o prefeito Erivaldo Mandú conseguiu controlar os gastos públicos e realizar diversas obras que estavam paralisadas há anos. Junto com o Governo do Estado inauguramos o trecho da AL-145, além da reforma AL-140 e requisitar outras obras, como a instalação do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP)” diz a nota.

 Prisão

Erivaldo Mandú, e o vereador Joseval Costa, foram presos durante uma operação do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), deflagrada no último domingo. Ambos foram submetidos a exames de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) de Maceió e encaminhados para o Sistema Penitenciário de Alagoas. Segundo o MPE/AL, eles são suspeitos de integrar um esquema de pagamento de “mensalinho” para garantir a aprovação de projetos na Câmara de Vereadores.

Delmiro

A bandidagem está tão grande no sertão alagoano, que até os menores estão tirando proveito para roubar o povo com arma de brinquedo. É que altas horas de terça-feira, dois jovens de 16 e 17 anos foram apreendidos pela PM em Delmiro.  Eles são acusados de praticarem assaltos utilizando uma “arma” com as mesmas características de uma pistola PT100.

Inhapi

E é por conta de tanta violência naquela região, que a Prefeitura de Inhapi pediu apoio ao Estado, a fim de conter a situação. Em plena noite de Natal, na última segunda, foi que cumprindo uma determinação do Comando Maior de Polícia Militar de Alagoas, equipes do 9º – Batalhão desencadearam uma operação na cidade. Se bem que na ocasião ninguém foi preso. Inhapi foi palco de violência na semana passada, pelo menos três casos de atentados a balas foram registrados, na ocasião duas pessoas morreram e outras ficaram feridas.

Esperança

Até amanhã ainda concentra uma esperança por parte dos prefeitos alagoanos, quanto à liberação do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM). Trata-se de um repasse prometido pelo governo federal para ser depositado nas contas das Prefeituras até o final do ano. O total é de R$ 2 bilhões, a serem dividido pelos 5.570 municípios brasileiros. Para Alagoas o valor determinado é de R$47.771.276,70.

Promessa

O presidente Temer havia assegurado a liberação dos recursos, durante encontro com mais de 300 prefeitos em Brasília, no último dia 13, mas sem definir qual dia o pagamento seria liberado. Para que os recursos cheguem até as Prefeituras, será preciso a edição e publicação de Medida Provisória, nesta quinta. Pelo menos o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) que há oito dias esteve com Temer, disse que a grana vai sair, conforme lhe assegurou o presidente.