Blog do Dresch

20 de dezembro de 2017

Haddad vai coordenar a campanha de Lula

tl20 600x300 c - Haddad vai coordenar a campanha de Lula

 

O ex-prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad será o coordenador-geral do programa de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pré-candidato à Presidência. Além de Haddad, o presidente da Fundação Perseu Abramo, Márcio Porchmann, e o ex-deputado Renato Simões integrarão a coordenação do programa do petista. Porchmann e Simões têm participado ativamente das discussões sobre o plano de governo do ex-presidente, e Haddad tem frequentado os encontros dos economistas do Instituto Lula para construir as propostas econômicas.

Lula escolhe coordenador 2

Os três escolhidos para elaborarem o programa, reuniram-se com Lula, com a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann e dirigentes petistas para debater algumas propostas para 2018. Fernando Haddad foi cotado para ser o vice de Lula, disputar o governo de São Paulo ou uma vaga no Senado, mas o ex-prefeito enfrenta resistências de alguns dirigentes e por isso não pretende concorrer a algum cargo eletivo no próximo ano. O comando do partido tem defendido o nome do ex-ministro e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner como vice de Lula. Mas ainda não existe uma definição.

A volta do Natal sem Fome

Apenas três anos após sair do Mapa da Fome da ONU, a entidade Ação da Cidadania está retomando a icônica campanha Natal sem Fome, criada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Ela havia sido encerrada em 2006 devido à redução da miséria no país. “Estamos olhando com grande tristeza o relançamento da campanha” diz o presidente do Conselho da ONG, Daniel Souza, filho de Betinho. De acordo com o diretor-executivo da Ação da Cidadania, Kiko Afonso, além da percepção de que os níveis de pobreza extrema estavam voltando a aumentar no Brasil, a retomada da campanha foi estimulada pelo diagnóstico de retração dos investimentos sociais. “Essa é uma lógica surreal” diz ele. “O governo federal, assim como os estaduais e municipais decide restringir os investimentos sociais, exatamente no momento que é preciso expandi-los”.

Turismo que só cresce

Alagoas vai alcançar, fácil, fácil, a marca de 2 milhões de turistas nacionais e internacionais, que passaram pelo Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares neste ano de 2017. O fluxo de passageiros verificado pela Infraero chegou a 1,8 milhão de Janeiro a Novembro. Os dados mostram ainda que o número é 8,70% maior que o ano anterior, o que significa um aumento de 171 mil pessoas desembarcando em terras alagoanas. A estimativa é melhorar ainda mais o fluxo de passageiros em 2018. Somente em Janeiro já estão contratados sete voos oriundos da Argentina, trazendo mais de mil turistas no primeiro mês do ano.

153 milhões afogados

O derretimento de grandes camadas de gelo antártico, pode causar uma inundação catastrófica afetando áreas enormes, alertam os cientistas. Os prognósticos em relação ao aumento do nível dos oceanos no futuro pioraram: em um artigo publicado esta semana na revista Earth’s Future, os pesquisadores combinaram dados mais recentes sobre a camada de gelo da Antártida e concluíram que poderia entrar em colapso com os modelos atuais de elevação do mar, e com isso as estimativas anteriores duplicam. Em condições do derretimento do gelo em vastas áreas da Antártica, o aumento do nível do mar “fará submergir terras que atualmente abrigam 153 milhões de pessoas” asseguram os pesquisadores.

153 milhões afogados 2

O sudeste da Ásia, onde o nível do mar já está aumentando desproporcionalmente, experimentaria os maiores deslocamentos, segundo o estudo. Aqueles que vivem nas zonas costeiras da China, Bangladesh, Índia, Indonésia e Vietnã seriam os mais afetados pelo aumento dos níveis oceânicos. O estudo aponta ainda que a hipótese de inundação catastrófica, poderia ser diminuída se o mundo reduzisse as emissões de carbono no prazo mais rápido possível, para alcançar os objetivos estabelecidos no Acordo sobre o Clima de Paris. No entanto, algumas pesquisas sugerem que é muito improvável que possamos alcançar este objetivo.

 

Capitania lança Operação Verão

A Capitania dos Portos de Alagoas lança, na próxima sexta-feira 22, uma série de ações de fiscalização no litoral alagoano. Batizada de Operação Verão, a ação envolve o trabalho de controle do tráfego aquaviário, especialmente em áreas de concentração de embarcações, de transporte e de recreio. Os pontos que merecerão maior atenção das equipes   são Maceió, Barra de São Miguel, Paripueira, São Miguel dos Milagres, Japaratinga, Maragogi e lagoas como Mundaú e Manguaba. Na oportunidade será lançada uma campanha para maior segurança na navegação, conscientizando os condutores pela valorização da vida e a responsabilidade nas atividades de lazer.

 

 

  • Professores da rede pública estadual vão receber, possivelmente nos primeiros dias de Janeiro, o rateio do Fundeb relativo ao ano de 2017.
  • Projeto de lei neste sentido está sendo encaminhado pelo governador Renan Filho à Assembleia Legislativa, para que o pagamento seja autorizado, beneficiando cerca de 15 mil pessoas, entra efetivos e contratados.
  • O valor a ser rateado ainda não está definido, informa o secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, porque ainda faltam duas parcelas do repasse do governo federal, e as transferências estão em alta.
  • Possivelmente o valor será menor que o ano passado, uma vez que os repasses foram iguais ou menores, na maior parte do ano, que o que foi transferido em 2016.
  • No ano passado, o valor chegou a R$ 53,5 milhões, que correspondeu a 2,3 folhas mensais para cada servidor.