Roberto Baia

16 de dezembro de 2017

Casa nova

“São 81 anos no mesmo lugar. Desde 1936, quando a Câmara Municipal de Arapiraca realizou pela primeira vez a reunião de vereadores, que o Poder Legislativo de Arapiraca está no mesmo lugar. Hoje, graças a uma parceria com a administração municipal, recebemos das mãos do prefeito Rogério Teófilo, as chaves da nova Casa do povo”, disse a vereadora e presidente Professora Graça (PDT), durante pronunciamento no antigo prédio da Escola de Governo e futura Câmara, no bairro Santa Edvirgens, próximo ao Centro Administrativo.

Será reformado

O prédio vai passar por uma completa reforma, desde o espaço reservado às sessões, até os gabinetes dos 17 vereadores e departamentos dos servidores da Casa, conforme anunciou a própria presidente momento depois de receber as chaves.

Instituto Histórico

O prédio atual da Câmara Municipal, localizado na Avenida Rio Branco, será transformado em 2018, conforme o próprio prefeito Rogério Teófilo, no Instituto Histórico, onde guardará a história da cidade.

Jogo das Estrelas

Está tudo pronto para o “Jogo das Estrelas pela Solidariedade”, que acontecerá neste sábado (16), a partir das 16h, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios. O Ingresso que dá acesso à disputa será um quilo de alimento não perecível. O evento é organizado pelo ex-jogador Chiquinho, natural de Palmeira, e que já defendeu times como o Santa Cruz e o Atlético Paranaense. Os jogadores Marcos Adriano e Dida também fazem parte da organização do jogo.

Jogo da solidariedade

Este ano, o Jogo das Estrelas conta com o apoio do prefeito Júlio Cezar, do secretário de Esporte Flávio Targino e do vereador Abraão Paulino da Silva (o Abraão do BMG). “Faremos este jogo da solidariedade, quando reuniremos grandes atletas de renome no futebol nacional e esperamos contar com a colaboração de todos os nossos conterrâneos para este grande momento. Estamos na quinta edição do evento, mas em outros anos encontramos muitas dificuldades para realizar o jogo. Este ano conseguimos o apoio da prefeitura, por meio do prefeito Júlio Cezar, do vereador Abraão e do secretário Flávio Targino, que valorizam o esporte. E foi por causa do esporte que conquistei muitas coisas boas na minha vida”, disse Chiquinho.

Lateral Dida

O ex-lateral Dida, que jogou em clubes como o Flamengo, Botafogo e a Seleção Brasileira de Futebol, também vai participar do jogo. “Quero agradecer o convite do Chiquinho e o apoio do prefeito Júlio Cezar para que possamos realizar esse jogo. Contamos com a participação de todos

os conterrâneos palmeirenses, e alagoanos, para prestigiar este momento que será muito importante para todos nós, pois iremos reencontrar muitos amigos e ajudar muitas crianças carentes de nossa cidade”, afirmou.

Prefeitos corruptos

O ano de 2017 ficará marcado pelas operações da Polícia Federal (PF) e do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) que desarticularam complexos esquemas de corrupção nas prefeituras de Alagoas. De acordo com as informações apuradas pelo Jornal de Arapiraca, juntos, os acusados desviaram aproximadamente dos cofres públicos R$ 40.852.843,00.

Foram presos

O primeiro caso ocorreu no início do ano com a prisão do ex-prefeito de Santana do Ipanema, José Mário da Silva. Ele foi preso, por comandar uma organização criminosa que desviava recursos públicos da cidade. O Ministério Público Estadual (MPE) informou que os suspeitos teriam cometido crime de peculato durante a contratação de serviços de som e iluminação para festas promovidas pelo Poder Executivo entre os anos de 2014 e 2016.

Investigações

As investigações apontaram que as supostas locações foram para festas como carnaval, emancipação política, São João, Festa da Juventude e Independência do Brasil. O ex-prefeito tinha o apelido de “Lobo Mau” nas negociações do esquema que foi denunciado por um empresário que deixou de receber os valores acordado.

… Outro ex-prefeito que estampou os noticiários ao ser preso foi Fábio Rangel Nunes de Oliveira de Girau do Ponciano. Ele é acusado de desviar recursos públicos destinados à compra de medicamentos.

… Nas irregularidades apuradas pelo Gecoc, ficou comprovado que Fábio Rangel Nunes de Oliveira assinou procedimentos licitatórios que beneficiaram a RR Distribuidora, autorizando pagamentos de verbas públicas em favor da referida empresa, sem que qualquer mercadoria tivesse sido fornecida ou serviço prestado.

… O prejuízo causado, segundo os investigadores, ultrapassou R$ 3 milhões. O valor foi confirmado ao Gecoc por uma pessoa que aceitou o benefício da delação premiada e decidiu revelar o esquema criminoso.