Edmilson Teixeira

15 de dezembro de 2017

Palmeira dos Índios

Na edição de ontem do Jornal Hoje, da Rede Globo, foi exibida uma reportagem produzida pela TV Gazeta/AL a respeito da compra de R$ 5 milhões em livros paradidáticos, o que resultou numa fiscalização feita pela Controladoria Geral da União (CGU). A reportagem, que não citou o nome do ex-secretário Luiz Augusto Reynaldo Lobo – responsável pela aquisição -, informou que só em 2017, parte dos livros foi distribuída aos alunos da Rede Municipal de Ensino e, ainda assim, mais de 13 mil publicações sobraram e ficaram sem utilização.

Governo de quatro mãos

Em todas as decisões de negócios públicos direcionadas para o município de Santana do Ipanema, a  ex-prefeita Renilde Bulhões não desgruda do atual gestor, seu esposo Isnaldo Bulhões. Esta  semana  por exemplo, o casal  foi a Brasília na busca  de apoio para tocar projetos na administração municipal.  A filha do casal é a vice-prefeita e dona Renilde  é  a suplente do senador Fernando Collor. Resta saber se a qualquer momento ela assumir o cargo no Senado, quem acompanhará o chefão?

Pilar

 Tudo pronto para a XXVIII edição do Festival do Bagre. Simplesmente 20 atrações de variados gostos musicais vão subir no palco, a fim de garantir alegria e muita animação, cuja festa começa nesta sexta e se estende até o domingo. A novidade, é que este ano o Festival acontece no estádio de futebol Rubens Canuto. Prefeito Renatinho faz questão de ressaltar, que foi buscar apoio dos governos; estadual e federal, com o propósito de garantir um evento à altura da tradição que tem o Festival que leva o nome da principal culinária pilarense, que é o peixe bagre.

Expectativa

 “O custo do festival será de 1/3 quando comparada com a última festa que aconteceu em 2015, na antiga gestão”,  comentou o prefeito Renatinho. “O policiamento já foi reforçado e esperamos uma festa bonita, alegre, para que as pessoas aproveitem a essência do evento. É importante que eles dancem, se divirtam, mas de uma forma saudável e eu sei que o povo de Pilar merece após tantos problemas do passado”, disse dando conta de que  programação contará com artistas nacionais como Marcos e Belutti, Dorgival Dantas e cantores alagoanos.

Feira orgânica

Cerca de 140 agricultores familiares da zona da mata, sertão e litoral alagoano, estão comercializando seus produtos na Praça da Faculdade em Maceió. O evento que se estende até amanhã, é tido como a Feira da Reforma Agrária com o lema: Uma comercialização solidária com preço justo, organizada pelo Movimento de Libertação dos Trabalhadores Sem Terra (MLST).

Feira orgânica II

A programação da feira também é composta por restaurante com comidas típicas, o bingo do carneiro e as noites culturais buscando valorizar os artistas locais. Ontem teve a apresentação dos cantores Rogério Nicácio e Luana Costa; e nesta sexta-feira,  o grupo Farofa Fina e a banda Alma de Borracha.

 

Educação

O Programa Escola 10 – união de forças entre estado e municípios na busca por melhores índices na educação pública de Alagoas – já apresenta resultados positivos em menos de um ano de execução. Segundo dados levantados pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), houve uma melhoria de 20% na proficiência em língua portuguesa e matemática entre alunos de 5º e 9º anos das redes municipal e estadual.

Educação II

O anuncio foi feito na noite de terça-feira, durante a solenidade de premiação do Programa Escola 10, no Centro de Convenções de Maceió, onde foram homenageadas pessoas que, em cada um dos 102 municípios alagoanos, coordenaram experiências exitosas do programa. O prefeito de Capela, Adelmo Calheiros, representou a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) no evento e recebeu das mãos do vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, o cheque de 10 mil reais, referente a segunda parcela do investimento para as escolas com melhores IDEB.

Santana – educação

Secretários de Educação das regiões do Sertão, Agreste e Baixo São Francisco, estarão na cidade de Santana do Ipanema, na terça que vem, prestigiando um grande encontro promovido pela Undime/AL. Será no  Hotel Privillege, a partir das 8h.  Para o presidente do órgão, Marcelo  Beltrão, esse será o quarto encontro que a Undime/AL promove de forma regionalizada, objetivando  encurtar as distâncias dos representantes municipais, que habitualmente  se deslocam até Maceió, na busca de resolver problemas junto a entidade.   Já ocorreram em Arapiraca, Maceió e União.

Boca da Mata

Vereadores que fazem oposição ao prefeito Gustavo Feijó, têm cobrado resposta do poder Executivo, sobre uma dívida que já passa dos 800 mil reais junto a Eletrobras, que o SAAE, órgão municipal que distribui o fornecimento de água na cidade, deve a fornecedora de energia elétrica.

Olho d’Água Grande

Em Olho D´água Grande, as pessoas em situação de vulnerabilidade social recebem o apoio do poder público de diferentes formas. Uma delas é através do Programa do Leite, que fornece, semanalmente, três litros do produto para cerca de 155 famílias da Ponta da Serra e também da cidade. A iniciativa do Governo do Estado, em parceria com a prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, busca, principalmente, combater a desnutrição infantil.

Olho d’Água Grande II

Entusiasta de programas sociais que beneficiem as famílias do município, o prefeito Zé Adelson destacou que sua administração busca dia após dia, ampliar ações como essa. “Reconhecemos a importância da distribuição deste alimento, que visa reduzir as deficiências nutricionais, assim como, aumentar a qualidade de vida da população beneficiada. Por isso, vamos trabalhar para que mais famílias sejam inseridas no programa”, afirmou.

Joaquim Gomes

A adolescente de 15 anos e estudante da rede pública de ensino do município de Joaquim Gomes foi aprovada em um concurso para fazer parte do quadro de alunos de uma escola de excelência no estado do Rio de Janeiro. Por conta dessa proeza, Vitória Souza se tornou destaque no estado e foi homenageada durante a solenidade do Prêmio Escola 10, realizado na noite de terça-feira, no Centro de Convenções, em Maceió.

Destino

A Escola SESC de Ensino Médio, para onde Vitória Souza segue com os estudos no próximo ano, é uma unidade de ensino modelo e em regime integral. O custo de cada aluno é de R$ 6,5 mil por mês, mas para os estudantes que conseguiram a bolsa o estudo é gratuito.  “Fiquei feliz demais. Quero representar Joaquim Gomes e Alagoas. É uma honra. Já tá tudo pronto para a minha viagem”. Ela embarca para o Rio de Janeiro em março de 2018.