Flávio Gomes

7 de dezembro de 2017

O engodo dos bolivarianos

Miguel Lucena, delegado de Polícia Civil do DF, jornalista e escritor, no portal “Diário do Poder”: “Evo Morales e todos os que se dizem ‘revolucionários’ usam a democracia para exterminá-la. Após a tomada do poder, ironizam quem cai na asneira de defender a liberdade de expressão, como fez Wladimir Lênin ao dizer que os capitalistas chamam ‘liberdade’ à liberdade dos ricos de enriquecer e à dos operários para morrer de fome. ‘Os capitalistas chamam liberdade de imprensa à compra dela pelos ricos, servindo-se da riqueza para fabricar e falsificar a opinião pública’ (Teses e relatório sobre a democracia burguesa e a ditadura do proletariado). O líder maior de todos os revolucionários, pois, foi quem comandou a implantação do socialismo na prática, usando qualquer meio para a consecução do fim almejado, destacou que os comunistas deviam lembrar-se de que falar a verdade era um “preconceito pequeno-burguês”, acrescentando que no processo da revolução se fazia necessário empregar todos os estratagemas, ardis e processos ilegais, silenciar e ocultar a verdade. Ele entende que não há moral na política, apenas conveniência. ‘Um canalha pode nos ser útil apenas por ser um canalha’, exemplificou… Portanto, ilude-se com os bolivarianos quem quer. Para eles, a democracia é apenas um meio para atingir seus objetivos, que é a supressão das liberdades e a implantação de um regime que, em nome dos explorados e oprimidos, deixou no caminho um rastro de mortes e destruição.”

Rumor 

Figura de expressão da equipe de Renan Filho, bem atualizada em questões políticas, diz que o senador Fernando Collor (PTC) está interessado em indicar o vice na chapa de Renan Filho, candidato à reeleição. Acrescenta que até há algumas semanas Collor avaliava a hipótese de disputar uma das duas vagas ao Senado.

Cenário 

Fernando Collor está no terceiro ano de um mandato que termina em 2022. Ao tentar a reeleição, terá como provável adversário Renan Filho, caso este se reeleja governador. Se disputar e for eleito em 2018, Collor irá adquirir um mandato até 2026 e Renilde Bulhões, primeira suplente, teria quatro anos do seu atual mandato.

Fio desencapado

Célia Rocha e Rogério Teófilo iniciaram juntos a carreira política. A ex e o atual prefeito de Arapiraca se desencontraram no meio caminho e, recentemente, Célia sinalizou uma reaproximação. Agora, a partir do conteúdo de uma auditoria feita por Rogério em gestões anteriores, a relação entre ambos tende a se complicar de vez.

Turismo

Marx Beltrão comanda hoje, a partir das 14 horas, no Hotel Jatiúca, o Encontro de Ministros do Turismo do Mercosul e a Cerimônia de Lançamento do Fungetur. Os eventos terão participação do setor turístico, no âmbito público e privado, para prestação de contas das ações e anúncio de novos investimentos na área.

Lideranças

Carlos Palmeira, da System Tour e presidente da ABAV/AL, será aclamado dia 12 presidente da Associação Brasileira de Agentes de Viagem. É mais um alagoano a ter destaque no cenário nacional, além do Ministro do Turismo, Marx Beltrão, e do presidente da Federação Nacionakl dos Guias de Turismo, Henrique Dantas.

CREA

A Sociedade dos Engenheiros Agrônomos de Alagoas realizou evento com os candidatos à presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. Dos três candidatos, só compareceram Mário Agra e Disneys Pinto. Fernando Dacal, que concorre à reeleição, não foi. Haverá um debate no Ifal/Santana do Ipanema, dia 11.

Desencanto

Do palhaço e deputado federal Tiririca, ontem, anunciando renúncia do mandato: “Eu jamais vou falar mal de vocês em qualquer canto que eu chegar e não vou falar tudo que vi, tudo o que vivi aqui. Mas seria hipócrita se eu saísse daqui e não falasse realmente que estou decepcionado, decepcionado com a política.”

*Do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, sobre a postura dos políticos brasileiros envolvidos com corrupção: “Há dois grandes grupos: o dos que não querem ser punidos e o dos que não querem ficar honestos nem daqui para a frente”.

*Com o tema “Já Falei 7.716 Vezes Que Racismo é Crime”, a Secretaria Municipal de Assistência Social realiza hoje o I Colóquio Sobre Igualdade Racial, pelos 69 anos da Carta Universal dos Direitos Humanos. No Conselho Regional de Psicologia, 8 horas.

*O projeto Pôr do Sol Cultural, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura, retoma as apresentações artísticas hoje, na orla de Pajuçara. Às 17 horas, o grupo  Chegança Silva Jardim começa a animar o público, seguido da Companhia Hip Hop.

*A Secult, por meio do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler), promove o projeto “Adote Um Idoso”, onde estudantes de escolas públicas levam mais dignidade aos abrigos em Maceió. Há atividades hoje, 9h30m, na Casa de Abrigo Luiza Marilac.

*A Unidade Docente Assistencial Divaldo Suruagy, que atende à população do Barro Duro, promove hoje, às 8 horas, o Bazar da Pechincha, com renda revertida para a festa de Natal das crianças da comunidade. As peças serão vendidas no máximo por R$ 20,00.

*Uma roda de samba recheada de talentos alagoanos vai se formar hoje no Teatro de Arena Sérgio Cardoso, às 19h30m, pelo projeto Quinta no Arena. A Roda de Samba Sarará Criolo homenageará compositores alagoanos. O ingresso custa R$ 20,00.

*O Teatro Hermeto Pascoal, do Sesc Arapiraca, recebe hoje, às 19 horas, a apresentação Musical “Levando a vida na Gaita”, com Luciano Falcão. É a última apresentação do ano do projeto Sesc das Artes. Entrada franca.  Contato: 3482.2402.

“Heterossexual está virando minoria e perdeu direitos”

João Otávio Noronha

Ministro do Superior Tribunal de Justiça