Blog do Dresch

6 de dezembro de 2017

Rede lança Marina como pré-candidata

 

A Rede lançou oficialmente o nome da ex-senadora Marina Silva como pré-candidata à Presidência da República em 2018. A reunião das lideranças do partido de todo o país, realizada em Brasília, e com a presença de Marina, culminou com a divulgação de um documento com duras críticas ao atual governo e ao comportamento do próprio presidente Temer, na ânsia de aprovação das reformas Trabalhista e Previdenciária. No seu primeiro discurso como pré-candidata Marina Silva disse que “este não é o momento para salvadores da pátria, é uma construção de todos nós. Minha motivação não é o poder pelo poder. A política é um serviço” assegurou a ex- ministra do Meio Ambiente.

Marina vai à luta 2

Agora a pré-candidatura deverá ser aprovada em congresso nacional e o partido terá até Agosto para o registro da candidatura na Justiça Eleitoral. Esta deverá ser a terceira vez que Marina disputa uma campanha presidencial. Em 2010 ficou em terceiro lugar (19,33% dos votos), já em 2014 obteve 21,3% dos votos e também ficou em terceiro, e no segundo turno apoiou Aécio Neves na disputa com Dilma Rousseff. No seu discurso como pré-candidata, Marina citou a Operação Lava Jato. “Quem tem que pagar com a Justiça, que pague. Ninguém está acima da lei e ninguém é rico e poderoso para estar acima. A lei é ato de reparação, não de vingança. Isso é civilização” discursou.

Investimento pífio das estatais

As empresas estatais federais investiram, até Setembro último, apenas 37,4% do R$ 91,5 bilhões previstos para este ano, de acordo com Boletim das Empresas Estatais referente ao terceiro trimestre de 2017. O Boletim, divulgado pelo Ministério do Planejamento justificou que a Petrobrás e a Eletrobrás, responsáveis pelos maiores investimentos, passam por um processo de reestruturação, e por isso mesmo seus investimentos reduziram drasticamente. No documento é possível constatar que o endividamento das empresas estatais federais que chegou a R$ 544 bilhões em 2015, caiu para R$ 437 bilhões em 2016, e estava em R$ 409 bilhões agora em 2017 (Setembro). O Ministério do Planejamento considera esta redução de quase 25% um fator positivo. Outro comparativo apresentado é que em 2015 as estatais federais apresentaram um prejuízo de R$ 32 bilhões, que foi revertido para um lucro de R$ 4,597 bilhões em 2016. Agora em 2017 a lucratividade das empresas já alcançava R$ 23,2 bilhões.

Assistência Social em debate

Alagoas participa, até a próxima sexta-feira (8) em Brasília, da XI Conferência Nacional de Assistência Social, que pretende propor, deliberar e analisar diretrizes para o fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Nosso estado está representado por 29 integrantes, escolhidos nas conferências municipais e na estadual. A Conferência é um amplo espaço democrático de discussão e articulação coletiva em torno de propostas e estratégias de organização, buscando a unificação das ações de governo e das prioridades da sociedade civil.

Assistência Social em debate 2

Na avaliação do Secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Fernando Pereira, a Conferência acontece em um momento delicado vivido no país, e que torna o evento mais importante para que os direitos socioassistenciais sejam garantidos. “Foi anunciado pelo governo um corte de mais de 90% dos recursos destinados a Assistência Social. Com estes cortes quem vai sofrer é a população. Portanto, assim como aconteceu nas conferências municipais e na estadual, este é um momento de todos os atores que fazem parte desta rede, unir forças e debater soluções que preservem o Sistema” disse o secretário.

Escândalo sexual na Academia

A Academia Sueca, que concede o Prêmio Nobel de Literatura foi atingida por um escândalo de assédio sexual, depois da denúncia de quase 20 mulheres contra uma figura estreitamente ligada à instituição. Um total de 18 acadêmicas, mulheres de acadêmicos e algumas de suas filhas afirmaram ter sido agredidas e estupradas por um dos homens mais influentes da cena cultural de Estocolmo, de acordo com um jornal local, o Dagens Nyheter. O caso ganhou muita repercussão uma vez a Suécia é um dos países líderes em termos de igualdade entre os sexos. O nome do agressor não foi divulgado para respeitar a presunção da inocência.

Escândalo sexual na Academia 2

Casado com uma escritora estreitamente ligada à Academia Sueca, o acusado dirige um centro de exposições na capital, em parte financiado pela Academia, que organiza ali as leituras dos premiados. Neste espaço teriam ocorrido algumas das agressões, cometidas entre 1997 e 2017. Muitas das agressões foram corroboradas por testemunhas oculares. “Todo mundo sabe e sempre soube que ele agredia as meninas”, assegurou uma das vítimas. A maioria das afetadas preferia ficar em silêncio para não arriscar suas carreiras, devido á relação estreita do acusado com editores, produtores, diretores e compositores.

 

  • O Governo de Alagoas dá sequência neste mês de Dezembro, a distribuição de Cestas Nutricionais a gestantes e nutrizes em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional.
  • O programa atinge todos os 102 municípios alagoanos e tem como objetivo reduzir os indicadores de mortalidade infantil e da parturiente, e consequentemente melhorar a qualidade de vida das beneficiárias e suas famílias.
  • De acordo com a Superintendência de Segurança Alimentar e Nutricional, neste momento estão sendo investidos R$ 4 milhões para aquisição dos 14 produtos que compõem as cestas nutricionais, que beneficiarão cerca de 25 mil gestantes e nutrizes.
  • A cesta é comporta por 14 itens, entre os quais biscoitos, farinha de milho, arroz, farinha de mandioca, macarrão, feijão, leite em pó e aveia em flocos.
  • Para ser beneficiada pelo programa, as gestantes devem comparecer mensalmente às consultas durante o pré-natal. Elas devem estar cadastradas no Sistema Único de Saúde (SUS), e ter formulário de encaminhamento aos Centros de Referência e Assistência Social (Cras).