Edmilson Teixeira

30 de novembro de 2017

Palmeira dos Índios, homenagem!

dom ducenio 600x300 c - Palmeira dos Índios, homenagem!

Ontem pela manhã na Câmara de Vereadores, o bispo Dom Dulcênio Fontes de Matos recebeu o título de Cidadão Honorário de Palmeira dos Índios. A homenagem foi proposta em 2016, pelo então vereador Márcio Henrique, atual vice-prefeito, e acatado pelos outros membros da Casa. O religioso, que deixará Palmeira para se dedicar à Diocese de Campina Grande, na Paraíba, celebrou na noite de ontem mesmo, na Catedral, a última missa na cidade palmeirense, onde exerceu durante 11 anos as atividades religiosas.

Sentimento

De acordo com o prefeito Júlio Cezar, Dom Dulcênio construiu uma relação de amor e respeito com o povo palmeirense. “Não é fácil governar e ser pastor de vidas. Dom Dulcênio construiu uma relação de carinho e respeito com o nosso povo e foi reconhecido por esta Casa, pelo então vereador Márcio Henrique, por mim e todos os vereadores. Palmeira ainda aproveita esta oportunidade para estar perto do senhor e sabemos que onde o senhor estiver vai lembrar-se de todos nós”, disse o prefeito.

 Santa Luzia do Norte

O padre Luciano Magnus está anunciando que a partir desta sexta-feira, dia 1°, a cidade de Santa Luzia do Norte/AL, entra em cena religiosa, a fim de celebrar a passagem do dia da padroeira da cidade, Santa Luzia de Siracusa. Diz o sacerdote, que a programação se estenderá até o dia 13 de dezembro data oficial do evento, prometendo mais uma vez, reunir fieis de toda parte do Brasil. “Como de tradição, todos os dias teremos procissão, inclusive a da abertura será a do Mastro e da Bandeira saindo da fazenda Babao acompanhada pelos cavaleiros, mas antes teremos a celebração eucaristia” comentou.

Piranhas

Turistas reclamam da exploração comercial na cidade de Piranhas, sobretudo quando se trata do passeio de Catamarã pela Rota do Cangaço. “É um absurdo! Pedi uma caipirosca dentro da embarcação sem consultar o preço, entendendo que poderia ser no máximo 10 reais, pois, depois do primeiro gole, o atendente me disse que custava 18 reais; sem falar numa latinha de cerveja ao preço de 8 reais, o passeio por 65 reais por pessoa e o almoço no restaurante específico do passeio, 80 reais para duas pessoas”, disse o jornalista José Derivaldo, “P” da vida.

Lixões

Nos últimos anos os prefeitos de Alagoas têm travado uma batalha para promover a sustentabilidade sem ferir a LRF. Além dos  40 municípios que já encerraram os lixões, outros 9 fecham definitivamente até o final de dezembro. É que na próxima  nesta terça-feira, 54 municípios assinam com o Ministério Público Estadual um termo que prevê um prazo para que todos possam se adequar a legislação. O encontro de prefeitos e o MP será na AMA, às 10 horas.

Agricultura

Começou ontem e vai até amanhã no Hotel Maceió Atlantic Suítes um grande Fórum da Agricultura Familiar. Trata-se do X Fórum dos Gestores Estaduais Responsáveis pelas Políticas de Apoio à Agricultura Familiar no Nordeste e em Minas Gerais. O tema focado no evento é: “A construção de alternativas para o Nordeste rural e uma política de irrigação para a agricultura” Secretaria de Estado da Agricultura, Emater e Programa Semear estão apoiando.

Origem

Implantado há dois anos em Fortaleza, o Fórum tem como objetivo criar um espaço permanente de reflexão e articulação política e técnica da agricultura familiar da região Nordeste. Títulos das palestras: Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável: Construindo Alternativas para o Nordeste Rural, Elementos para uma Política de Irrigação para a Agricultura Familiar, e Análise Territorial para o Desenvolvimento da Agricultura Irrigada.

Vales alagoanos

A notícia boa que o Estado está anunciando para quem reside no eixo que compreende o Vale do Mundaú e o Vale do Paraíba, é que dentro de breve uma rodovia será construída naquela área. Pelo menos esse é o sonho do governo Renan Filho que publicamente tem divulgado sua pretensão. “De União dos Palmares para Cajueiro, para Viçosa, para Capela, a distância média é de 40 km, entretanto para se chegar a esses municípios o cidadão precisa ir até Maceió ou a Rio Largo para de lá seguir ao seu destino, algo absurdo nos tempos de hoje”, observou Renan Filho.

Outro

A integração regional não para por aí. O Governo do Estado também vai implantar a rodovia que ligará o município de Chã Preta a Santana do Mundaú. “Isso vai permitir que o cidadão saia de Palmeira dos Índios até União dos Palmares sem ter que passar por Maceió. Com as obras já executadas e com esses novos investimentos, colocaremos União dos Palmares no centro do desenvolvimento regional”, concluiu Renan Filho.

Moradia

Tramita na Assembleia Legislativa de Alagoas, projeto de lei, de autoria do deputado Francisco Tenório (PMN), que garante as mulheres vitimas de violência doméstica, do tráfico de pessoas ou de exploração sexual, prioridade nos programas habitacionais implementados pelo Estado. A proposta é reservar um percentual mínimo de 5% das unidades de seus programas habitacionais para atender a essas mulheres.

Impressionante

 Nesse tempo de crise, Alagoas nunca esteve tão bem servido financeiramente como agora. Graças às presenças de Marx Beltrão e Maurício Quintela os deputados federais que estão à frente dos Ministérios do Turismo e Transporte respectivamente. Todas as semanas são anunciadas verbas para os municípios; pena que eles só ficam até os primeiros meses do ano que vem, porque vão entrar da disputa eleitoral.

Anadia

O município de Anadia está sendo beneficiado pelo Grupo Santana, empresa que está investindo na plantação de sorgo e feijão, cujos trabalhos de colheita começaram ontem, onde o prefeito Celino Rocha fez questão de marca presença. O presidente do Grupo, Ivanilson Araújo, explicou que a escolha do município, que é um caso inédito em Alagoas, aconteceu devido a terra fértil e, principalmente, da logística do espaço para a devida locomoção da equipe, veículos e maquinário.

Anadia II

“Neste primeiro momento, a implantação da área de sementes nas fazendas Serafim e Santa Rita, possibilitou, além da produtividade, a geração de empregos e oportunidades para cerca de 40 pessoas. Mas nós pretendemos quadriplicar a área, e, consequentemente, ampliar a oferta de trabalho, priorizando sempre a mão de obra local. Além disso, com aporte da Prefeitura, pretendemos promover programas sociais que capacitem e estimulem estudantes, técnicos e produtores para essa nova realidade”, destacou Ivanilson Araújo