Blog do Dresch

30 de novembro de 2017

Colheita de sementes de sorgo e feijão em Anadia

alvaro vasconelos 600x300 c - Colheita de sementes de sorgo e feijão em Anadia

 

                 Foi iniciada esta semana, nas fazendas Santa Rita e Serafim, no município de Anadia, a primeira colheita de sementes de sorgo e feijão. Todo o trabalho foi acompanhado pelo Secretário de Agricultura, Antonio Santiago. Segundo estimativa do grupo Santana, será uma safra de cinco milhões de quilos de sorgo para silagem e sementes e 324 toneladas de feijão, numa área plantada de 700 hectares. Segundo técnicos do Grupo responsável pelo plantio, as áreas no município de Anadia são propícias para estas atividades agrícolas, e, para o próximo ano, o planejamento é chegar a ocupar uma área de 2.700 hectares, aumentando consideravelmente a produção e gerando mais empregos na região.

Colheita de sementes 2

                 Um dos aspectos favoráveis do plantio de sementes, segundo salientou o secretário Antonio Santiago “é o trabalho em comum realizado pelo Grupo Santana e o apoio dado pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Agricultura e do Programa de Incentivo à Produção de Grãos. Com este trabalho estamos diversificando as atividades agrícolas nas áreas de renovação da cana de açúcar” explicou Santiago. Disse também que “além de movimentar o comércio local, a área de produção de Anadia gera sementes selecionadas para pesquisa e consequentemente garante, com a silagem, alimentação animal de qualidade”.

Jaburu de arame farpado

                 É inacreditável, mas a Presidência da República anunciou que pretende cercar com arame farpado, todo o perímetro do Palácio do Jaburu, onde mora o presidente Michel Temer. A alegação é de que o Palácio “tem pontos vulneráveis” e cita riscos de protestos e convocações de manifestações em redes sociais. Serão 1.900 metros de concertina-espirais de arame farpado-com lâminas pontiagudas, cortantes e penetrantes” que custarão R$ 81,3 mil. Os riscos foram assinalados pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) baseado em relatório específico para o Jaburu. Os citados pontos de vulnerabilidade, são aqueles que tem grades “normais” sem superfícies pontiagudas. Segundo o relatório “diariamente são noticiadas nas mídias sociais, iniciativas de grupos convocando manifestações contra as autoridades do Poder Executivo, o que podem direta ou indiretamente atentar contra a segurança das instalações da Presidência da República”.

STF mantém Cunha preso

                 Mesmo com o voto discordante do ministro Gilmar Mendes, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de liberdade protocolado pela defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. O resultado foi 2 x 1, sendo que os votos pela manutenção da prisão foram dos ministros Edson Fachin e Dias Toffoli. “Há indícios não de crimes isolados, mas em série, contra a administração pública, além de lavagem de dinheiro envolvendo milhões de reais desviados dos cofres públicos” afirmou o ministro Fachin. O único a divergir foi Gilmar Mendes, segundo o qual Cunha deveria ser libertado da prisão em troca de medidas cautelares alternativas, como uso de tornozeleira e recolhimento noturno.

Avanço das Juntas Comerciais

           Celebrando os avanços obtidos com o registro e licenciamento empresarial, foi aberto ontem, no auditório do Hotel Jatiúca, o 37º Encontro Nacional de Juntas Comerciais. O evento reúne presidentes de todas as Juntas Comerciais do país, e contou ainda com a presença do governador Renan Filho e do Ministro da Indústria, Comércio e Serviços, Marcos Pereira. Outro fator reverenciado no encontro, é o êxito obtido pela Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas (Redesin) que completa dez anos. Alagoas ocupa lugar de destaque no setor uma vez que ocupa o primeiro lugar no ranking elaborado pela Receita Federal, que avalia os níveis de implantação da rede em cada Estado.

Avanço das Juntas Comerciais 2

          O Redesin é um programa nacional que integra o rol de projetos prioritários do governo federal para redução da burocracia, ampliação de investimentos e geração de empregos. A 37ª edição do Encontro acontece em Maceió até o dia 3 de Dezembro. A anfitriã é a Junta Comercial de Alagoas, sendo uma realização da Federação Nacional das Juntas Comerciais, apoio do Governo de Alagoas através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Estelionato em alta

            Aumentou consideravelmente o número de casos de estelionato em Alagoas, segundo os registros da Secretaria de Segurança Pública. Até Novembro deste ano, foram 24.784 casos, cerca de 2 mil a mais que o número registrado em todo o ano de 2016. E a polícia acredita que o número pode ser ainda maior, tendo em vista que nem todas as vítimas denunciam o crime na delegacia, quase sempre por vergonha. Nestas estatísticas da SSP, estão computados ainda, os casos de falsos sequestros, clonagem de cartões de crédito, e de documentos pessoais. Ainda de acordo com a polícia, os idosos são o alvo principal dos criminosos.

  • Segundo a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) informa que será encerrado hoje o prazo para que os criadores alagoanos vacinem seus rebanhos contra a febre aftosa. A Adeal garante que o prazo não será prorrogado.
  • Devem ser vacinados os rebanhos de bovinos e bubalinos, que chegam a 1,1 milhão de cabeças, na faixa etária de zero a 24 meses.
  • Esta segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa teve início em 1º de Novembro, e a estimativa é que Alagoas permaneça com seu status de livre da aftosa com vacinação.
  • Apesar da mudança adotada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que restringe a vacinação para animais até dois anos de vida (nesta segunda etapa da campanha), o criador continua sendo obrigado a fazer a declaração de todo o rebanho existente na propriedade.
  • A declaração pode ser feita nos escritórios da Adeal em todo o Estado, até o próximo dia 15 de Dezembro.