Flávio Gomes

9 de novembro de 2017

Menos estatal, menos roubo

De J. R. Guzzo, em “Veja”: “É um fato acima de qualquer argumento que os políticos e os seus sistemas de operação só podem roubar uma empresa estatal se houver uma empresa estatal para ser roubada. Feche-se ou venda-se uma estatal, qualquer uma – ali não se roubará mais nenhum tostão. Os ladrões terão de procurar outra; quanto menos estatais houver, portanto, menos se roubará. Será tão simples assim? Perfeitamente, é o que pode haver em matéria de simplicidade. A Petrobras, a estatal número 1, foi mais roubada pelos governos do PT do que em seus 64 anos de vida; roubou-se tanto que até hoje ninguém sabe exatamente quanto se roubou. Cerca de 20 bilhões de reais, como estimam os procuradores da Lava-Jato? Mais? É certo, de qualquer forma, que os processos por corrupção na Petrobras já têm 116 condenados, na maioria confessos, e quase 300 réus. Dá para ter uma ideia, não? Nunca houve nada de parecido na história da República – para não falar do Império e da Colônia. Imagine-se agora, por um minuto, que não existisse Petrobras, ou que ela não fosse propriedade do Estado – ou, para falar mais claro, dos que mandam no palácio, como se viu nos governos Lula-Dilma. Ninguém teria roubado nada do público, da mesma forma que não houve mais roubo na fabricação do aço depois que o governo deixou de fabricar aço, ou nos bancos estaduais depois que acabaram os bancos estaduais.”

 

Triplicação

O governador Renan Filho está empolgado com um grande investimento na área de Saúde. É que a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, passará por duas ações efetivas de investimento: contará com 120 leitos, quando hoje tem apenas 40, e, na Unidade de Terapia Intensiva, dos atuais 7 leitos terá 21 no próximo ano.

Diferença

De um vereador, integrante da bancada do prefeito Rui Palmeira: “O Renan Filho é muito habilidoso. Faz questão de cumprimentar todo mundo, principalmente políticos. Já o Rui é uma verdadeira barra de gelo.” Pelo que sente esse vereador, isso pode fazer a diferença, caso Renanzinho e Rui e enfrentem em 2018.

Protesto 

Deputado federal Paulão (PT), criticando a privatização de empresas do setor elétrico: “Eles vão vender a Eletrobras e demais empresas aos chineses a preço de banana. Os ativos da Eletrobras somam hoje mais de R$ 400 bilhões e Temer, com o aval dos seus aliados que golpearam o Brasil, vai entregar tudo por R$ 18 bilhões”.

Rebeldia 

O deputado federal Artur Lira (PP/AL) revelou ao blog do jornalista Luís Vilar (site Cada Minuto), que defende uma reforma ministerial porque falta sensibilidade ao governo: “Sou líder de um partido que não é pequeno e não despacho com o ministro de Articulação há cinco meses. Não tem como fazer uma articulação dessa forma.”

Gramado

O Festival do Turismo de Gramado, Rio Grande do Sul, terá hoje as presenças de Marx Beltrão, ministro do Turismo, e Rafael Brito, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Duas pautas previstas para o Estado: mais ações da CVC para Alagoas e divulgação da ampliação do nosso Centro de Convenções.

Pacto

Na Câmara Municipal de Maceió cerca de oito vereadores, de partidos diversos, estão buscando uma nova sigla partidária para concorrer a deputado estadual. A expectativa é que o grupo consiga eleger pelo menos quatro à Assembleia Legislativa. O que gera expectativa muito boa para os seus respectivos suplentes.

Opinião

Cid Benjamin, jornal “O Dia”: “O PT não inaugurou a corrupção. Mas surgiu com propostas de reformas estruturais na sociedade e mudanças na forma de fazer política. Foi extremamente tímido nas reformas e se lambuzou na corrupção. Isso aumentou a descrença sobre a política e os políticos.”

 

*Com o tema “Controle de erva daninha”, acontece hoje, no povoado Chã da Ponte, em Junqueiro, um Dia de Campo sobre a cultura da mandioca. O evento terá a palestra do secretário de Estado da Agricultura, Antonio Santiago, sobre a tecnologia na agricultura.

*Maceió sedia a partir de hoje, o 9° Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás. O evento é promoção da Associação Brasileira de Pesquisa e Desenvolvimento em Petróleo e Gás, em parceria com a Ufal.  A abertura, 19 horas, terá palestra de José Carlos Tigre.

 

*O Hotel Ritz Lagoa da Anta recebe, de hoje a sábado, dois eventos simultâneos, ambos de iniciativa do Centro Universitário Maurício de Nassau: a 3ª edição do Congresso Norte e Nordeste de Administração e o II Congresso Brasileiro de Direito Ambiental.

*Estudantes do Instituto da Computação da Ufal, em parceria com a faculdade Estácio–FAL, promovem, de hoje a sábado, o evento de tecnologia “Internet of Things, IoT MCZ 2017”. À tarde e à noite, no prédio da Estácio, com o tema “Internet das Coisas”,

*A cultura nordestina será representada em forma de dança, hoje, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso, a partir das 19h30m, com o espetáculo “ForróBodó”, da TeW Dança de Salão, como parte da programação do projeto Quinta no Arena. Ingresso a R$ 20,00.

*Começa hoje o Festival Bar em Bar, iniciativa da Abrasel. De hoje ao próximo domingo, 12, no Maceió Shopping; de hoje a 26 de novembro, nos bares e restaurantes associados. *Para mais detalhes sobre produtos e preços acessar www.barembar.com.br.

* O CRB fez um grande jogo, na vitória de 2×0 sobre o Juventude, e ganhou motivação para se manter na Série B do Brasileiro. Calcula-se que precisa de mais seis pontos, mas o importante é que depende somente de si nas quatro últimas rodadas.

 

“O Rio de Janeiro tem de consertar a si mesmo”

Torquato Jardim

Ministro da Justiça, ao sugerir que somente os eleitores, pelo voto, poderão mudar o destino daquele Estado