Flávio Gomes

10 de outubro de 2017

A candidatura avulsa

Do portal “Diário do Poder”, sobre a ação judicial, defendida por figuras importantes do Poder Judiciário, de o cidadão poder ser candidato a cargo eletivo sem, necessariamente, ser filiado a algum partido político: “A confirmação da tendência de os ministros do Supremo Tribunal Federal autorizarem candidaturas avulsas, sem exigência de filiação partidária, deverá provocar muita confusão no processo eleitoral de 2018. A começar pela divisão do bolo bilionário do ‘fundão eleitoral’. Afinal, candidatos avulsos também são filhos de deus, ou seja, do STF, e terão direito a financiamento público para suas campanhas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Entre candidatos avulsos haverá gente séria, mas também aqueles interessados apenas no ‘fundão eleitoral’ (R$1,7 bilhão, por enquanto). A candidatura avulsa teria acesso ao rateio do ‘fundão’: pela lei, 50% serão destinados às campanhas de presidente, governador e senador. Na pior das hipóteses, um candidato avulso a presidente, por exemplo, participaria do rateio de R$34 milhões (2% do fundão) previstos na lei. Por definição, candidato avulso não tem filiação, e o tempo de TV hoje é definido por critérios como número de deputados federais do partido.” 

Determinado

O prefeito Rui Palmeira ainda não vai anunciar formalmente, mas já decidiu que é candidato ao governo, no próximo ano. Deseja concorrer pelo PSDB, mas se sentir algum movimento de aproximação com os Renans Calheiros, senador e governador, irá mudar de legenda. O trabalho agora é fechar apoios.

Pendência

Uma das questões, para Rui Palmeira, passa a ser a definição do outro candidato ao Senado, para as duas vagas que serão disputadas. Um concorrente já está certo: o ex-governador Téo Vilela. Benedito de Lira, pela aliança PSDB-PP na prefeitura, seria, naturalmente, o outro, mas há quem torça por Marx Beltrão.

Opinião

Do deputado Rodrigo Cunha ao jornalista Davi Soares, sobre a relação Rui Palmeira-PSDB: “Ele é muito bem articulado, inclusive nacionalmente, com próprio partido. E seria um tiro no pé, extremamente negativo, se o Rui não for candidato ou se o PSDB criar situação lá na frente que inviabilize uma chapa”.

Expectativa

A 2ª Turma do STF decide, hoje, se acata denúncia da Procuradoria Geral da República contra o senador Renan Calheiros. Ele é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro porque teria recebido R$ 800 mil, indevidamente, da empreiteira Serveng para manter na Petrobras o diretor Paulo Roberto Costa.

Honraria

No próximo dia 10 de novembro, às 17 horas, o Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região, instalado em Alagoas há 25 anos, vai promover a entrega da Comenda da Ordem do Mérito Ministro Silvério Fernandes de Araújo Jorge. Um dos agraciados este ano é Christian Teixeira, secretário estadual da Saúde.

Conexão

A Gol terá, a partir de 30 de outubro, outro vôo direto entre Maceió e Brasília. Às segundas, quartas, sextas e sábados, o voo G3 1998 sairá de Brasília 21h25m, chegando em Maceió às 22h40m. Nas terças, quintas, sábados e domingos, o vôo G3 1995 sairá de Maceió 05h00m, chegando em Brasília às 08h25m.

Polêmica 

Leandro Mazzini: “O projeto que prevê a demissão de servidores públicos por mau desempenho divide senadores e inflama a grita dos sindicatos. O relator da proposta, Lasier Martins (PSD-RS), reafirma que o ‘bom servidor’ não será prejudicado. Já para Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a proposta pode abrir brechas para ‘perseguições políticas’.

 

 

*Do “Estadão”: “Embora a percepção geral no PT seja a de que o TRF-4 deve confirmar a condenação do petista, lideranças do partido, como a senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, dizem que a legenda vai insistir na candidatura de Lula.”

 

*O Centro de Belas Artes de Alagoas, da Secretaria de Estado da Cultura, promove hoje, às 14 horas, um recital de canto, com apresentação dos alunos do curso de Técnica Vocal. A turma é orientada pela professora voluntária Elisângela Leandro.

*O Governo de Alagoas recebe hoje secretários municipais, gestores de cultura e sociedade em geral para a reunião de repasse dos novos procedimentos de Incentivo à Cultura. O encontro será no Museu da Imagem e do Som de Alagoas.

 

O historiador Frederico Pernambucano de Mello, ex-superintendente do Instituto de Documentação, da Fundação Joaquim Nabuco, dará palestra hoje, às 19h30min, na Escola Estadual Delmiro Gouveia, na cidade de Deilmiro Gouveia.

 

*O cantor, compositor e violonista Ibys Maceió se apresenta hoje, a partir das 17h30m, nos jardins do Teatro Deodoro, iniciativa do movimento Antropofágico Miscigenado. Vai haver também recital de poesia, em homenagem ao poeta alagoano Jorge Cooper.

 

*A torcida do CRB fez bonito, quase lotou o Trapichão, 6ª feira, e o time ganhou do ABC, respirando na Série B. Já o CSA ganhou do São Bento, sábado, nos pênaltis, e está na final do Brasileiro da Série C, em dois jogos contra o Fortaleza. O último, em Maceió.

 

*O Brasil, classificado para a Copa do Mundo de 2018, enfrenta hoje o Chile, às 20h30m. Se perder, prejudica a Argentina, que corre sério risco de ficar fora do mundial. E há brasileiro torcendo para que a nossa Seleção perca, para atrapalhar os argentinos.

 

“O Brasil é um país tremendamente racista e finge que não é”

Walcyr Carrasco

Autor de novelas, abordando uma questão bastante polêmica