Roberto Baia

6 de outubro de 2017

Crise hídrica

A grave crise hídrica vivenciada pelo semiárido alagoano será discutida, na próxima segunda-feira (9), às 10h, na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), em Maceió, com a participação de prefeitos das cidades situadas na Bacia do Rio São Francisco – de Alagoas e Sergipe – além de técnicos e estudiosos.

O prefeito de Traipu, Eduardo Tavares, que idealizou o encontro, explica que o objetivo é traçar estratégias e discutir soluções para resolver o problema. O rio está em seu mais deplorável estágio de degradação: o chamado estágio senil. Será que já não estamos diante da morte anunciada do outrora pujante e caudaloso Rio da Integração Nacional? Pois é, vamos discutir e nos fazer ouvir! Acho que   o velho e amado rio pode ter salvação sim! O homem que quase ceifou sua vida, é o mesmo homem que vai salvá-lo! O Brasil agradece! O Nordeste agradece!”, declarou Eduardo Tavares.

 

Especialista

O evento terá como palestrante o engenheiro e pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, João Suassuna, que é especialista em águas e estudioso em transposições. Ele irá proferir palestra, sobre “As águas do Nordeste: o caso da transposição do Rio São Francisco”.

 

Ficou feio 1

Quem foi o responsável pela liberação do trator e caminhão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2)  para realizar limpeza no terreno pertencente ao deputado estadual Severino Pessoa, do PSC?  O Ministério Público (MP) quer a resposta e já não tem dúvida alguma de que houve improbidade administrativa.

 

Ficou feio 2

Cauteloso, o promotor Napoleão Amaral , que flagrou os veículos no terreno do deputado, vai ouvir por último o depoimento de Severino Pessoa.  Ele instaurou um Procedimento Preparatório e já ouviu várias pessoas, inclusive o secretário de Agricultura de Arapiraca, Roberto Amaral, que é responsável  pelos veículos do PAC 2.

 

Ficou feio 3

De acordo com o professor Jeferson Piones da Silva, da Uneal, o próprio deputado esteve no local acompanhando a retirada do entulhos. “Ele estava aqui sim. Chegou de terno e estava tranquilo, orientando os trabalhadores”, disse. O professor foi convidado pelo promotor Napoleão para prestar depoimento, que deverá ocorrer no início da próxima semana.

 

Em Brasília

O prefeito Júlio Cezar se reuniu na quinta-feira (5), pela manhã, em Brasília, com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) Sílvio Pinheiro, em uma audiência articulada pelo ministro do Turismo Marx Beltrão. Eles conversaram sobre os projetos em andamento para o município de Palmeira dos Índios, na área de educação, e também discutiram as prioridades para os próximos três anos, como creches para indígenas e quilombolas, e nas zonas rural e urbana do município. O prefeito e o presidente do FNDE também falaram sobre a construção e reforma de escolas, transporte escolar, entre outros benefícios para o setor.

 

 Prioridade

O presidente Sílvio Pinheiro se comprometeu a priorizar as ações em Palmeira, atendendo ao que for apresentado pela bancada federal alagoana, mas também destacou os trabalhos que têm sido feitos para que o FNDE possa garantir recursos para a área de educação no município. “É um prazer ajudar Palmeira dos Índios. Estou muito feliz com a visita do prefeito Júlio e em poder contribuir para o crescimento na área da educação do município. Temos trabalhado para que a educação no município seja cada vez mais valorizada”, completou.

 

Palmeira

A 8ª edição da Bienal Internacional do Livro de Alagoas, evento que acontece até o domingo (8,) no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no bairro histórico de Jaraguá, em Maceió, contou com um brilho especial. Os alunos da rede municipal de ensino de Palmeira dos Índios visitarão a Bienal durante toda a semana, até o término do evento. Tanto os alunos quanto o público visitantes poderão usufruir de várias atividades realizadas pela coordenação da Bienal.

 

 

Atividades

Durante o evento serão realizados oficinas de arte, pintura de rosto, apresentação de poemas, jogo de pedras, canto de leitura, exposição de material pedagógico (cartilhas, livros paradidáticos), contação de histórias, exposição de materiais utilizados em salas de recursos multifuncionais, lançamentos de livros, além de jogos de raciocínio logico, entre outras atividades.

 

Bienal do livro

A secretária municipal de Educação de Palmeira, Alcineide Nascimento frisou que a Prefeitura de Palmeira dos Índios, por meio da Semede, vem participando da Bienal de uma maneira muito efetiva. “Esse ano estamos levando mais de mil crianças para visitação diária. E na sexta-feira será a vez da equipe técnica da Semede visitar a Bienal”, disse a secretária.

 

 

 

… Com Ascom – O projeto Som de Cada Dia em sua quinta edição abre inscrições para seleção de grupos, bandas e cantores de Arapiraca e regiões próximas que tenham projetos autorais a fim objetivo de difundir a produção musical no palco do Teatro Hermeto Pascoal.

 

 

… A primeira fase consiste na inscrição dos participantes. Esta etapa ocorrera? de 06 a 23 de outubro de 2017. Os artistas e/ou grupos que desejam se inscrever devem preencher o formulário disponível através do link http://bit.ly/2kp8pAt. O cadastro é gratuito e será realizado, apenas, via preenchimento do formulário.

 

 … As propostas serão submetidas à curadoria interna da instituição. Após a realização de convite oficial, os grupos e artistas devem ter disponibilidade para atender nas datas de apresentações propostas e entregar documentação de empresa jurídica para contratação, certidões válidas, dados de conta corrente da pessoa jurídica e declaração de responsabilidade referente aos direitos autorais, caso necessário. O resultado será? divulgado no site www.sescalagoas.com.br e nas mídias sociais do Sesc  Alagoas a partir do dia 26 de outubro.