Blog do Dresch

3 de outubro de 2017

Começam as obras de reconstrução de rodovia sertaneja

                 Foram iniciadas ontem as obras de reconstrução da rodovia AL-145, que liga Água Branca ao povoado de Maria Bode, em Delmiro Gouveia.  A ordem de serviço foi assinada pelo governador Renan Filho, no fim de semana, com a presença do prefeito de Delmiro, Padre Eraldo e outras autoridades da região. O Estado vai investir R$ 6 milhões na obra, que vai reconstruir 10km de estrada, que atualmente estão em péssimas condições de trafegabilidade. A expectativa é que a rodovia, considerada muito importante para a mobilidade dos sertanejos e para o escoamento da produção, seja inaugurada em Novembro, durante a 8ª edição do Governo Presente.

 

Da Odebrecht, só um está preso

                 Depois de 8 meses do STF aprovar a delação premiada de 77 executivos da Odebrecht, apenas Marcelo Odebrecht, o herdeiro da empreiteira, cumpre pena na Operação Lava Jato. Os outros 76 delatores ainda aguardam providências legais para quitar suas pendências com a Justiça. O acordo fechado com a Procuradoria Geral da República, previa que os delatores deveriam cumprir a pena acordada logo após a homologação pelo STF. Ainda hoje a maioria dos delatores da Odebrecht continua sem condenação, e estão por aí livres e soltos. Mesmo os colaboradores que já foram condenados em ações da Lava Jato não cumprem a pena formalmente. Os ex-executivos Marcio Faria e Hildeberto Mascarenhas, por exemplo, estão em prisão domiciliar, mas por decisão do juiz Sérgio Moro. Marcelo Odebrecht já cumpre sua pena de dez anos acordado na delação, sendo dois anos e meio em regime fechado. Preso desde Junho de 2015, ele sai da cadeia em Dezembro.


Cientistas apelam por apoio

                 O presidente Michel Temer recebeu uma carta assinada por 23 ganhadores do Prêmio Nobel, pedindo o fim dos cortes orçamentários nas áreas da ciência e tecnologia. O documento faz referência ao contingenciamento de 44% do orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia. Inovação e Comunicações neste ano e outros 15,5% esperados para 2018. O apelo do grupo se junta ao da comunidade científica brasileira, que já se manifestou contra os cortes. Segundo eles, o resultado será a inviabilização da continuidade da pesquisa científica no Brasil. Na carta, os laureados, afirmam que os cortes vão “prejudicar o país por vários anos, comprometendo seriamente o futuro do país”.

Cientistas apelam por apoio 2                                                    

                 Para a biomédica Helena Nader, que presidiu a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), principal órgão da comunidade científica do país, o apelo internacional e de profissionais premiados, pode chamar a atenção do presidente Temer. “Estamos dizendo isso ao governo há mais de um ano. Tivemos reuniões com o presidente e enviamos correspondência aos Ministros da Fazenda e do Planejamento. O problema é que no Brasil, se encara educação e ciência como despesas, e não como investimento como faz o resto do mundo” disse a biomédica. Segundo ela a carta foi uma iniciativa dos próprios laureados, muitos deles conhecedores da pesquisa brasileira, e do trabalho dos nossos cientistas.

Canibalismo soviético

                  Um casal russo foi preso esta semana acusados de cometerem canibalismo contra pelo menos 30 pessoas que haviam assassinado. Numa busca na casa do casal, a polícia encontrou sete pacotes congelados com restos de corpos humanos, além de alguns fragmentos de pele. O casal confessou que guardava as vítimas para consumo posterior. Dos 30 corpos encontrados, somente sete foram identificados. A polícia estima que os atos de canibalismo começaram em 1999.O primeiro a ser preso foi o homem, Dimitri Baksheev de 35 anos, preso em Setembro, após terem sido encontrados restos mortais de uma mulher no dormitório em que o casal vivia. O casal inicialmente negou a acusação de assassinato, mas depois assumiu a autoria de duas das mortes.

 

 

Anatomia sob novo ângulo

                   Uma mesa de anatomia virtual onde se pode dissecar um cadáver com infinitos cortes, sem danificá-lo, sem cheiro de formol e com uma visibilidade completa do corpo humano, permitindo correlacionar todos os sistemas. Essa é a Anatomage Table, equipamento que apresenta a anatomia humana mais precisa, com vários modelos de segmentação e com capacidade de inserir inúmeros novos dados, como casos clínicos de pacientes. O equipamento faz parte do patrimônio da PUC-Rio, que adquiriu a mesma em 2013, a primeira da América Latina, e agora já recebeu um novo modelo mais moderno, oriundo da Califórnia. Alunos e pesquisadores que tiveram contato com a Anatomage ficaram encantados com as incontáveis possibilidades de estudo.

Anatomia sob novo ângulo 2

                 Ainda segundo os professores e técnicos, as imagens da mesa podem ser ampliadas e reduzidas, como na tela de um tablet. Os sistemas orgânicos, as partes anatômicas, as regiões corporais, em qualquer arranjo que se escolha, podem ser seccionados (“dissecados”) em todos os eixos espaciais anatômicos, separada ou combinadamente. Diferentes texturas magnéticas podem ser selecionadas, tais como imagens radiológicas virtuais, correspondentes a exames reais, com a possibilidade de superposição a imagens coloridas das próprias estruturas anatômicas subjacentes ou adjacentes.

 

 

  • A Operação Lei Seca atuou no último final de semana na cidade de União dos Palmares, na zona da mata alagoana. Na oportunidade, dezoito condutores foram autuados por estarem conduzindo automóveis sob o efeito de bebidas alcoólicas.
  • A blitz aconteceu na Avenida Juvenal Mendonça, uma das mais movimentadas da cidade, começando por volta das 23h de Sábado e estendendo-se até as primeiras horas do Domingo.
  • De acordo com os dados fornecidos pelo tenente Emanuel Cardoso, coordenador da fiscalização, 269 motoristas se submeteram ao teste de alcoolemia (bafômetro). Outros 15 condutores se negaram a realizar o teste.
  • Dos 288 veículos abordados, os policiais encontraram 25 condutores inabilitados e foram expedidos 91 autos de infração, por diversas irregularidades nos veículos e na documentação.
  • Também foram recolhidas 19 CNHs (Carteira Nacional de Habilitação). Um motorista foi conduzido à delegacia local porque sua capacidade psicomotora estava visivelmente alterada.