Edmilson Teixeira

28 de setembro de 2017

União dos Palmares

Em Alagoas as péssimas condições das Delegacias de Polícias têm sido um caso sério para o poder público resolver tal situação. Esta semana, por exemplo, a Defensoria Pública do Estado solicitou, judicialmente, uma nova interdição e reforma na de União dos Palmares. O pedido tem como base os relatórios de peritos e vistorias realizadas pela instituição nos últimos meses, nos quais ficou constatada a condição de insalubridade no local.

Exigência

Sobre a Delegacia de União, esse novo pedido de tutela provisória, que foi ajuizado pelas defensoras públicas Nicolle Januzi e Andresa Wanderley, solicita a transferência de todos os presos no prazo máximo de dez dias, contados a partir da última terça, quando ocorreu a decisão,  bem como o estabelecimento de multa diária no valor de R$ 10 mil para o Estado e R$ 2 mil para o gestor da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, caso haja descumprimento.

Pilar

Tido como um dos mais violentos municípios do Brasil, Pilar agora começa a buscar alternativa de trabalho para coibir tantos desmando na Segurança. É que na terça-feira, o prefeito  Renatinho, fez a doação ao Governo do Estado de um terreno com 3.600 m² no bairro do Bonfim para a construção do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) do tipo II. A ordem de serviço será assinada em outubro, dando início às obras que serão concluídas em até quatro meses.

Valores 

De acordo com Renato Filho, o terreno foi desapropriado pelo município por R$ 220 mil para que o Cisp seja construído, em área escolhida pela SSP. Segundo ele, trata-se do maior investimento em Segurança Pública já feito na região. O Centro Integrado será instalado pelo Estado, com  investimento na ordem de R$ 4,2 milhões.

Palmeira dos Índios

O Núcleo de Doceiras Sonho Real de Palmeira dos Índios, venceu o World Chambers Competition (Competição Mundial das Câmaras, em português), na categoria de melhor projeto corporativo de responsabilidade social, com o Programa de Empoderamento da Mulher Empresária (Business Women Empowerment Programme), do Conselho Nacional da Mulher Empresária (CNME). A doceiras receberam 3 mil euros pela disputa realizada na Austrália.

Palmeira- funcionamento

O projeto foi desenvolvido por mulheres voluntárias e as atividades custeadas por elas, com o apoio das associações comerciais, federações e Confederação.

Arapiraca

Na segunda-feira, o Arapiraca Garden Shopping comemorou quatro anos com uma programação especial para clientes e lojistas. As comemorações foram iniciadas ainda pela manhã com a cabine gratuita de fotos e o estouro dos balões premiados, com a distribuição de vários brindes. No período da tarde, a banda Dona Flô animou o público presente na Praça de Alimentação. 

 

Arapiraca – noturno

 

Já no início da noite, aconteceu o corte do bolo e os tradicionais parabéns, que contou com a presença do superintendente Rafael Sena, do prefeito Rogério Teófilo, do presidente da Associação dos Lojistas do Arapiraca Garden Shopping, Diego Gentilli, de outras autoridades, da banda da Polícia Militar e funcionários do local.

 

Reconhecimento

 

“Arapiraca é grande pelos empresários, por esses homens e mulheres que construíram esse avanço. Parabéns ao Nordeste por ter um shopping assim”, comentou durante seu discurso o prefeito Rogério Teófilo.

 

Satuba / Coruripe

O  Ifal ( Instituto Federal de Alagoas)  recepcionou na manhã da segunda-feira, quatro professores  do ensino técnico e profissional  de Moçambique, país localizado  no sudeste do continente Africano e banhado pelo Oceano Índico. O quarteto  passou 40 dias em solo alagoano para obter capacitação nas áreas de Agricultura e Mecanização, experiência que eles querem levar às salas de aulas do ensino público de seu país. Os docentes foram recebidos pelo reitor Sérgio Teixeira e pelos diretores-gerais Anselmo Lúcio (Campus Satuba) e José Roberto Alves (Campus Coruripe).

Internacionalização

Para o reitor Sérgio Teixeira a vinda dos docentes moçambicanos traduz, mais uma vez,  a  concretização do processo de internacionalização do Ifal iniciado desde o início de 2010 e que já proporcionou uma política de intercâmbio cultural e de ensino, entre  o Ifal e  várias instituições estrangeiras.

Reconhecimento

“Essa parceria com o Ifal já vem ocorrendo  há muitos anos e nós estamos aqui para poder aproveitar e obter conhecimentos em grandes áreas de capacitação técnica como: produção animal, produção vegetal, extensão agrária e produção do solo”, declarou o professor Ezequiel Azarias,  um dos integrantes do quarteto de Moçambique presente em Alagoas.

 

Juntas

Na sexta-feira passada, a Junta Comercial de Alagoas (Juceal) promoveu,  um encontro para capacitação dos representantes municipais responsáveis pelas unidades do serviço Juceal Express. Focado na melhoria no atendimento que permite entrada de processos empresariais em todos as regiões de Alagoas, o evento aconteceu na sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Alagoas (Sebrae/AL), em Maceió.

 

Mapa

 

A Juceal possui 31 postos descentralizados em funcionamento no Estado, estabelecendo local para entrada de processo referentes a abertura, alteração e baixa empresarial, além de servir como ponto de informações sobre o Portal Facilita Alagoas – porta de entrada do registro e também do licenciamento de negócios.