Edmilson Teixeira

16 de agosto de 2017

Cesmac investe em inovação

Reitor do Cesmac, Dr. João Sampaio foi o grande anfitrião na manhã de ontem, quando da inauguração de um novo Laboratório de Anatomia da entidade universitária. Afirma que o  Laboratório  atenderá  alunos da área de saúde, além de outros cursos que tenham interesse, como os de Biologia e Psicologia. Foram investidos mais de RS2 milhões. Jornalistas, empresários e convidados especiais marcaram presença no evento, que marcou mais uma inovação em termo de investimento no setor educacional do ensino particular de Alagoas.    

Pilar

Professores estão anunciando paralização na rede pública municipal de ensino. É que a  categoria vem exigindo reajuste salarial, mas a Prefeitura resiste em não atender o pleito.

Cajueiro

A cidade de Cajueiro promete ficar bem mais arborizada com a adesão ao programa “Alagoas Mais Verde da Caravana Ambiental”. A ação faz parte de uma parceria com o IMA.  Segundo o secretário Otávio Neto, todas as praças serão revitalizadas e ganharão um novo aspecto com o plantio de novas  árvores.

Igaci

A Prefeitura de Igaci está anunciando  que mais 51 famílias de pequenos agricultores do município vão ser beneficiadas, com recursos de fundo perdido, por meio de um programa social assegurado pelo governo brasileiro. É o “Plano Brasil Sem Miséria” que recentemente credenciou 50 pequenos agricultores da região, onde todos adquiriram R$ 3.000.00 (três mil reais).  A ação faz parte de uma mobilização  conjunta entre a secretaria de Agricultura do município  e  a Emater/AL.

Agradecimento

“Graças a Deus, a água agora chegou em  grande escala. E nós na condição de prefeito estamos viabilizando todos os recursos necessários, numa parceria com os governos estadual e federal. Isso  tem nos garantido tratores com  implementos agrícolas, semente, orientações técnicas e até a viabilização de recursos financeiros”, disse o prefeito de Igaci, Oliveiro Piancó.

Alternativos

Presidente da  Arsal, Marcos Vasconcelos resolveu iniciar na última segunda-feira, uma maratona de visitas nas promotorias de justiças de vários municípios alagoanos.  A missão é para conversar sobre as atribuições e fiscalizações desenvolvidas pela entidade. Pilar foi à primeira cidade, onde lá foi recebido pelo promotor Jorge Dória.

 

Encontro

 

 

O promotor  pilarense anunciou que irá realizar uma audiência pública na cidade, em data ainda a ser definida, para discutir as demandas relativas ao Transporte Intermunicipal de Passageiros, com a participação da Agência Reguladora. “Estou muito satisfeito com a visita da Arsal e acredito que conseguiremos trabalhar em parceria para melhorar o serviço de transporte aqui na região”, finalizou Jorge Dória.

 

 

Aproximação

 

Marcus Vasconcelos explicou que, com os encontros, irá buscar aproximar a Arsal do MPE/AL reforçando o papel da atividade regulatória. “Pretendemos agendar visitas a várias promotorias no interior, para explicar a função da Agência e buscar apoio nos trabalhos voltados para os consumidores e usuários das áreas reguladas em todo o Estado”, destacou.

 

Agora é lei!


Aquela prática adotada por muitos hospitais e Postos de Atendimentos do interior alagoano  -de colocar acadêmicos de Medicina para tirar plantão médico (por questão de economia)- agora  se complicou. É que ontem, foi sancionada  a Lei de autoria do deputado Rodrigo Cunha, que obriga esses órgãos públicos a fixarem em local visível aos pacientes a lista de médicos plantonistas e responsáveis administrativos pelos plantões. 

 

Regulamento 

Segundo a Lei, a lista deverá conter o nome completo do médico, o número do seu registro profissional, a especialidade, e ainda, os nomes dos responsáveis administrativos e dos médicos responsáveis pela chefia do plantão, com os respectivos dias e horários de serviços.  “Assim, as pessoas poderão cobrar seus direitos.  A transparência e a informação são  muito importantes para todos”, disse Rodrigo Cunha.

 

Traipu 

Em Traipu, o prefeito Eduardo Tavares está botando  ‘pra empenar’ como diz o matuto. É que o gestor acionou o MPF/AL, a fim de apresentar um relatório contendo  supostas fraudes praticadas na Secretaria de Educação do município. As possíveis “maracutaias” ocorreram entre 2015 e 2016, justamente na administração da prefeita Conceição Tavares, sua prima, que por sinal lhe apoiou na eleição de 2016.

 

Traipu II

 

Uma das representações pede a investigação para apurar se houve, de fato, desvio de dinheiro federal nos programas “Mais Educação e Caixa Escolar.” Já a segunda, solicita abertura de uma ação civil pública para investigar indícios de corrupção, que teria sido praticada com verbas destinadas ao Programa Nacional de Alimentação Escolar  (PNAE) – encaminhadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

 

 

 

Esquema

Segundo o prefeito Eduardo Tavares, há indícios de que agentes políticos – agentes públicos e pessoas alheias ao quadro de servidores -, além de alguns diretores escolares, junto a membros de comissões locais por eles chefiadas, faziam uso dos recursos financeiros disponibilizados pelo governo federal para outras finalidades, que não a aquisição de móveis e de utensílios. “ Na prática, a verba não foi utilizada para reformas de escolas, aquisição de material e utensílios escolares” disse.

 

Santana do Ipanema

Motoristas que transportam estudantes  da rede estadual de ensino da zona rural de Santana para a parte urbana, resolveram paralisar suas atividades, por conta de dois meses seguidos sem receber seus vencimentos.