Roberto Baia

15 de agosto de 2017

Combate à corrupção

Na Promotoria de Justiça de Quebrangulo, o Ministério Publico do Estado de Alagoas (MPE/AL) também tem papel importante e desenvolve um trabalho de extrema relevância em defesa dos direitos e garantias da população. O promotor de Justiça Maurício Mannarino, que tem atuação naquele município, trabalha diariamente para combater o crime, a corrupção e para garantir que os moradores da cidade possam viver exercendo sua cidadania.

 

Quebrangulo

Funcionando no Fórum Tabelião Jerônimo da Cunha Lima, a Promotoria de Justiça de Quebrangulo tem fluxo intenso de atividades e de atendimento ao público, atuando para, sempre que necessário, intervir no sentindo de assegurar que a população possa ter seus direitos respeitados pelo poder público.

 

Violência do doméstica

A procura maior, segundo o promotor Maurício Mannarino, envolve casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, porém, isso não significa que outras demandas recebem menos atenção. O Ministério Público tem como prioridade ouvir, intervir, cobrar, orientar e pedir punição para quem infringe a lei e atinge irresponsavelmente outras pessoas ou a coletividade.

 

Palmeira dos Índios

Com arapiracanews: Um fato inusitado aconteceu na Maternidade Santa Olímpia, em Palmeira dos Índios. Um bebê do sexo masculino nasceu com várias deformidades neste último sábado (12).

Informações iniciais apontaram que uma criança do sexo masculino nasceu com duas cabeças. Na verdade, foi comprovado que o bebê nasceu com quatro olhos, duas bocas, dois narizes.

 

Dúvidas

Uma das fontes ouvidas pela reportagem, que não quis ter a identidade divulgada, afirmou que o parto foi de gêmeos. O outro bebê ainda estaria na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal.

 

“Foi cesariana”

A equipe médica da maternidade informou que internou o bebê na UTI Neonatal, mas pouco tempo depois teria falecido. Uma outra fonte informou que a mãe, que teria 21 anos e não teve a identidade informada a pedido da família, ainda estaria internada, pelo fato do parto ter sido uma cesariana.

 

Melhorou

As vendas do comércio de Arapiraca para o Dia dos Pais foram melhores que a do ano anterior, segundo estimativa divulgada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

A alta, segundo a presidenta Tânia Nubia, passou de 10% em comparação com o ano anterior. Foi o primeiro grande crescimento após a grave crise econômica enfrentada pelo país.

 

Comércio

Para a dirigente da CDL, os pagamentos realizados na semana passada pela Prefeitura Municipal e Governo do Estado às vésperas do Dia dos Pais ajudaram as pessoas a reorganizarem suas despesas e movimentarem o comércio em busca dos presentes.

 

Vendas aquecidas

“O dinheiro aqueceu as vendas num momento importante, quando a economia dá sinais tímidos de reação. Com salários em dia, os funcionários públicos, que representam uma importante parcela de clientes, pagaram contas e saíram as compras”, avaliou.

 

Forte impacto

O pagamento de uma folha atrasada de dezembro, pela Prefeitura, bem como a antecipação de 50% do valor do décimo terceiro para servidores públicos, teve forte impacto este mês. Somados, os valores pagos pela gestão municipal ultrapassam os R$36 milhões de reais, fora o liberado pelo Governo do Estado.

“Certamente os pais ganharam melhores presentes e os lojistas ficaram ainda mais felizes”, comemorou.

 

Bateu recorde

O Hospital de Emergência Daniel Houly (HEDH), em Arapiraca, registrou 683 atendimentos de segunda-feira (7) até a noite de domingo (13).

Conforme relatório divulgado pelo Núcleo de Processamento de Dados (NPD), os casos que mais chamaram a atenção foram os atendimentos a 124 pessoas vítimas de quedas e colisões de motos e 28 pacientes vítimas de quedas das próprias alturas.

 

… O hospital também registrou cinco atendimentos a pessoas vítimas de agressões com armas de fogo e cinco com ferimentos provocados com armas brancas, faca/facão.

 

… Também foram contabilizados seis atendimentos a pessoas mordidas por cachorros e 30 pacientes internados por conta de picadas de escorpiões.

 

… Dos 683 pacientes que deram entrada no Hospital de Emergência do Agreste, na segunda-feira (7) até o domingo (13), 627 pacientes receberam altas médicas. Foi registrado também um óbito por conta de ferimentos por arma de fogo. 55 pessoas continuam internadas e em observação médica.