Blog do Dresch

2 de agosto de 2017

Bolsonaro será candidato do Partido Ecológico

                   Defensor intransigente da ditadura militar, da tortura, da homofobia e outros males, o deputado Jair Bolsonaro escolheu o PEN (Partido Ecológico Nacional) para disputar a Presidência da República. Assim, ele deixa o PSC, vinculado á Igreja Assembleia de Deus e ingressa em uma sigla sem vínculo religioso nem influência política. Em compensação, deverá ser o comandante do partido e ocupará pelo menos seis cargos na Executiva. Bolsonaro deverá levar consigo 15 deputados federais (inclusive seu filho, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e outros quinze estaduais. Atualmente o PEN tem 3 deputados federais e 15 estaduais.

Bolsonaro no partido ecológico 2

                   O PEN também está disposto a mudar de nome. Uma enquete em rede social mostrou a preferência pela designação “Patriota”. O acordo entre Bolsonaro e o PEN está 99,9% fechado. Falta somente a assinatura no “casamento partidário”. A ampliação da bancada do PEN com o ingresso do deputado, será fundamental para as pretensões de Bolsonaro, caso o Congresso aprove o fim das coligações e assim restrinja o tempo de TV ao número de cadeiras do partido do candidato. Principal cabo eleitoral de Bolsonaro, o pastor Silas Malafaia não gostou da troca.

“Ele deveria ficar no PSC e conquistar o partido”, defendeu o presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

 

Aécio na mira da PGR

                   O senador Aécio Neves (PSDB-MG) parece que não vai se livrar tão cedo da Procuradoria Geral da República (PGR). Na última segunda feira foi feito um novo pedido de prisão do senador e o consequente afastamento do mandato. No dia 30 de Junho, uma decisão monocrática do ministro Marco Aurélio Mello, do STF, devolveu o mandato ao tucano e negou o pedido de prisão feito pelo Procurador Rodrigo Janot. Neste novo pedido, o Procurador quer que o STF, caso não decrete a preventiva, imponha medidas cautelares a Aécio, como o uso de tornozeleira eletrônica e a proibição de manter contato com qualquer investigado da Lava Jato, além de ficar impedido de entrar em qualquer repartição pública “em especial no Congresso Nacional”. Além disso, Janot pede o confisco do passaporte e a proibição de deixar o país. Aécio já foi denunciado pela PGR, por crimes de corrupção passiva e obstrução de justiça.

 

Concurso da PM e Bombeiros

                   O Governo publicou no Diário Oficial do Estado, o edital com as regras estabelecidas para o concurso para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. De acordo com o edital são mil vagas para soldado combatente da PM, 140 vagas para soldado combatente do Corpo de Bombeiros e 10 vagas para oficial dos Bombeiros. As inscrições foram abertas ontem e se estenderão até o dia 30 deste mês, somente pela internet. A Secretaria do Planejamento disponibilizará em sua sede um ponto de acesso para os candidatos que não possuem acesso á internet. A taxa de inscrição é de R$ 95.[LD1] 

Voando além da conta

              O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, segundo na linha sucessória do país, gastou mais de R$ 600 mil no primeiro trimestre deste ano, somente para ir e voltar para casa, utilizando os jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB). Foram 30 viagens entre Brasília e Rio de Janeiro. A despesa leva em conta apenas o consumo de combustível de um modelo Legacy 600 da Força Aérea Brasileira, o mais utilizado por ministros e outras autoridades. Segundo um levantamento da BandNews, Rodrigo Maia foi o campeão de voos no governo Michel Temer. Ele também costuma viajar com oito assessores.

Voando além da conta 2

               Se utilizasse um voo comercial, o gasto seria, em média R$ 1.500 por pessoa. Em um jatinho da FAB o custo é de R$ 2.400. O parlamentar carioca esta livre do decreto da ex-presidente Dilma Rousseff, que proíbe o uso de aviões da FAB para ir e voltar a cidade de origem às segundas e sextas feiras. A determinação não atinge os presidentes da Câmara, Senado e do Supremo Tribunal Federal.  Outro que usou exageradamente os jatinhos da FAB foi o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que no trimestre fêz 21 voos, mas para Porto Alegre, onde a despesa com cada voo chega a R$ 33 mil.

Festa das bandas de fanfarras

              Um dos pontos altos das comemorações pela passagem dos 200 anos de Emancipação Política de Alagoas, será a participação de tradicionais bandas de fanfarras das escolas da rede pública estadual. Para tanto estão sendo selecionadas as principais bandas do Estado, escolhidas por regiões. Já foi feita a escolha da região metropolitana, também da zona da Mata (em Murici), e esta semana foi a vez do agreste, com um encontro em Arapiraca. A banda de fanfarra, além de manter a tradição escolar, é um processo de participação dos alunos e de aprimoramento educacional.

  • A fabulosa atriz francesa Jeanne Moreau, que faleceu Domingo aos 89 anos, tinha uma ponta do seu destino ligada com Alagoas. Foi aqui que ela filmou “Joanna Francesa” dirigido por Cacá Diegues, e dublada na maioria das cenas por Fernanda Montenegro.
  • A vinda da atriz em 1972, foi um marco na história do cinema alagoano. O filme foi rodado em uma casa de engenho, na zona rural de União dos Palmares, e a música foi elaborada por Chico Buarque.
  • O filme narrava a história de uma dona de bordel de São Paulo, que voltava a Alagoas após herdar uma propriedade praticamente falida e abandonada.
  • Jeanne Moreau atuou em mais de 100 filmes, estreando em 1954, e destacou-se em “Os amantes” de 1958, e “Jules e Jim” de 1962.
  • Ela trabalhou com grandes diretores de cinema de todo o mundo, como François Truffaut, Orson Welles, Michelangelo Antonioni e Rainer Werner Fassbinder, e era um dos símbolos da “Nouvelle Vague”.