Blog do Dresch

29 de julho de 2017

Líder português ataca golpistas brasileiros

                   O ex-primeiro ministro de Portugal, José Sócrates, que comandou o país entre 2005 e 2011 e tornou-se um dos principais líderes europeus, afirmou esta semana, em entrevista coletiva, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-ministro José Serra “são golpistas”, e que o juiz Sérgio Moro e o Supremo Tribunal Federal (STF) são cumplices do golpe que tirou a presidente Dilma Rousseff do cargo. Citou ainda que o golpe se caracteriza agora pelo retrocesso das reformas e pela tentativa de impedir a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva. O líder português acusou ainda a direita brasileira e grande parte de deputados e senadores de tentarem mudar o sistema de governo do regime presidencialista para o parlamentarismo.

Governo vai bloquear recursos

                   O Governo Temer anunciou que vai bloquear e remanejar recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e de projetos patrocinados por emendas parlamentares. No PAC cujas obras estão prioritariamente no Nordeste, o governo vai congelar R$ 7,47 bilhões, sendo que R$ 5,23 bilhões serão represados e outros R$ 2.25 bilhões serão remanejados para outras áreas do governo, incluindo a contratação de carros-pipa e atividades da Polícia Rodoviária Federal. O Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, que fez o anúncio, assinalou também que serão congelados R$ 640 milhões, sendo R$ 426 milhões de emendas individuais e R$ 214 milhões em emendas coletivas (de bancada). O represamento tem como objetivo tentar cumprir a meta estabelecida para o déficit do orçamento, que é de R$ 139 bilhões. No período de 12 meses, até Junho, o déficit acumulado era de R$ 183 bilhões.

 

Governo lança o 8º Cisp

                   A ordem de serviço para a construção de mais um Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), foi assinada pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Segurança Pública, Lima Júnior, tendo como local o município de Igaci. A obra terá um investimento de R$ 1,425 milhão, sendo recursos próprios do Estado. O Estado já dispõe de sete Centros Integrados em funcionamento e outros cinco em construção. De acordo com o governador, até o final do ano serão lançados mais oito centros do tipo 1 e mais cinco do tipo 2, que é maior e atende a municípios de grande porte.

Governo lança o 8º Cisp 2

                   Renan Filho, ao assinar a ordem de serviço em Igaci, garantiu que até Novembro vai estar de volta para inaugurar o Cisp naquela cidade, e que as atividades desenvolvidas em conjunto entre as Polícias Civil e Militar estão trazendo grandes resultados no combate à criminalidade. Já foram inaugurados os Cisps nos municípios de Boca da Mata, Cajueiro, Girau do Ponciano, Murici, Ouro Branco, São José da Laje e São José da Tapera. O secretário Lima Júnior agradeceu ao governador por apostar em “uma nova cara para a segurança pública em Alagoas”.

O abandono da pesquisa

             Uma das maiores autoridades em glaciologia do mundo (o primeiro PHD brasileiro), o gaúcho Jefferson Cardin Simões, afirmou esta semana que “a pesquisa antártica brasileira está à beira de um colapso”. Vice-presidente da SCAR, de Cambridge, o órgão mais importante da ciência antártica mundial, o cientista vai ainda mais longe: “Corremos o risco de inaugurar uma estação científica na Antártica de R$ 300 milhões, mas sem cientistas”. A estação brasileira antiga foi destruída por um incêndio em 2012. O risco maior é que sem recursos, os cientistas correm o risco de não terem como concretizar projetos na região em 2018.

O abandono da pesquisa 2

            O governo precisa urgentemente lançar o edital de pesquisa. O que está em curso agora é a finalização de 18 projetos contemplados no edital 2013-2016, que envolvem 200 pesquisadores e 22 universidades. Estão mais de um ano atrasados. “Está tudo atrasado” reclama Simões. “Vivemos uma fase de penúria como nunca vi igual”. Ele coordena o Instituto Nacional de Ciência e tecnologia (INCt) da Criosfera, programa ligado ao CNPq e que administra 80% da atividade científica ligada ao Programa Antártico Brasileiro, o ProAntar. A participação científica na operação antártica do verão 2017-2018 está ameaçada. Sem verba os cientistas não poderão embarcar em Outubro. Seria a primeira vez em 34 anos.

O abandono da pesquisa 3

            Entre os 18 projetos em curso há os vinculados ao Módulo Criosfera 1, a 2.500 km ao sul da estação brasileira. Ali se detectam, por exemplo, se há subprodutos das queimadas amazônicas alcançando a Antártida, se há poluição de urânio vindo da Austrália ou por arsênico, com origem na mineração de cobre no Chile. Outro monitora o buraco na camada de ozônio. Outro estuda o potencial das algas marinhas na medicina. O Brasil é um dos 59 países que fazem parte do Tratado Antártico, e é um dos 29 países com direito a voto sobre o futuro daquele continente.

 

 

  • O Clube de Engenharia de Alagoas, realiza nesta segunda feira (31) o Projeto Teatro de Energia, reunindo técnicos, especialistas, estudantes e interessados, para discutir a energia e política energética.
  •  Nesta segunda será desenvolvida a 1ª Peça, denominada de “Suprimento de Energia ao Nordeste, a Solução por Alagoas”, tendo como local o Clube de Engenharia de Alagoas, situado no Mirante Santa Therezinha no Farol.
  • Um dos coordenadores do Teatro é o engenheiro Geoberto do Espírito Santo, que é Personal Energy da GES Consultoria, Engenharia e Serviços. Ele salienta a importância do debate junto à sociedade local, discutindo a regulação do setor e a produção e uso de energia.
  • O INSS confirmou que vai liberar a primeira parcela do décimo-terceiro salário de aposentados e pensionistas, junto a folha de Agosto, a ser liberada no início de Setembro.
  • Nesta primeira parcela não existem deduções, nem de consignados e nem de Imposto de Renda, que estarão no pagamento da segunda parcela, que deve acontecer em Dezembro.