Flávio Gomes

26 de julho de 2017

“Perguntem ao zelador”

Helio David Vieira Figueira dos Santos, juiz de direito: “José Afonso Pinheiro, 47 anos, zelador, foi demitido de sua função no edifício Solaris, porque prestou depoimento ao Ministério Público relatando ser do conhecimento geral que o triplex 164-A era de propriedade de Lula. É apenas um pequeno drama de um desempregado a mais, num total de 14% de brasileiros desempregados. Ninguém se preocupa com ele. A diferença é que José Afonso não foi demitido pela crise econômica e sim porque procurou colaborar com uma investigação criminal, cumprindo um dever cívico a que muitos se esquivariam. Enquanto isso, a esquerda artística do país, doente de uma cegueira patológica, como é o caso de Chico Buarque de Holanda ou Caetano Veloso, ou então, órfã dos empréstimos a fundo perdido da Lei Rouanet, tão facilmente distribuídos pelo governo lulista, já se agita contra a condenação de Lula e os ideólogos profissionais do partido, bem remunerados, manipulam seu público. A verdade é que a sentença de Sergio Moro é um primor de objetividade e clareza. É preciso lê-la. A conclusão está amparada com solidez em todos os argumentos que foram considerados.  Não se pode lutar contra os fatos, mas para a visão distorcida dos lulistas, apenas a confissão dele serviria como prova, e mesmo assim, exigiriam o perdão judicial pelo bem que fez ao Brasil… Os fatos, esses são irrelevantes.”
 
Avaliação

Senador Renan Calheiros (PMDB/AL): “A decisão da Polícia Federal propondo a retirada dos benefícios do delator Sérgio Machado mostra que réu preso, desesperado para reduzir pena, ou anistiar dinheiro público desviado, não pode acusar sem prova, citando dados conhecidos da prestação e contas eleitoral”.

O possível

O deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) reconhece ser insustentável a situação de Michel Temer. Mas diz que é demagogia falar em eleição direta para sucedê-lo: “Não há tempo, pois em outubro de 2018 haverá eleição”. O melhor, entende Lessa, é o Congresso escolher o sucessor, como manda a Constituição.

Pauta

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, cumpre agenda hoje em Maceió. Às 8h30m, na Santa Casa, inaugura um acelerador linear. Logo depois se reúne com prefeitos e gestores da Saúde, no Hotel Best Wester Premier. De lá segue para o Hospital do Açúcar, para anúncio de liberação de recursos à instituição.

Exclusão

De Gustavo Pessoa, do PSOL/Alagoas, ao jornalista Lula Vilar: “As chances de aliança eleitoral entre PSOL e PT em Alagoas são reduzidíssimas, uma vez que o PSOL pretende apresentar uma alternativa aos projetos tucano e calheirista. E o PT parece que ensaia uma reaproximação com o grupo do senador Renan Calheiros.”

Ano da graça
O ano de 2017 está, definitivamente, marcado na vida de Rogério Teófilo. Além de ter tomado posse como prefeito de Arapiraca, ganhou o primeiro neto, completou 60 anos de idade e vê, agora, o filho mais novo aprovado em Medicina. E em dois de outubro festejará com a família os 90 anos do pai, professor Moacir Teófilo.

Quase

Bernardino Souto Maior lembra, em seu blog, que o cineasta Cacá Diegues recebeu um convite de Michel Temer para ser ministro da Cultura. Não quis, mas indicou Sergio Leitão. Passaria a haver, então, três alagoanos no ministério. Cacá e mais os atuais Marx Beltrão (Turismo) e Maurício Quintella (Transportes).

Opinião

Do ex-presidente Lula: “A palavra propina foi inventada pelos empresários para tentarem culpar os políticos. Por tudo o que leio na imprensa, todas as campanhas do Brasil sempre foram feitas com financiamento de empresas. A diferença é que agora transformaram as doações em propina, então tudo ficou criminoso.”

 

* O governador Renan Filho e o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinam hoje o contrato para execução da obra do chamado viaduto da Policia Rodoviária, no Tabuleiro. Às 10 horas, no Palácio República dos Palmares.

*Como parte das comemorações dos 200 anos de Emancipação Política de Alagoas, a ocorrer em 16 de setembro, o Corecon/AL e o Sindecon/AL, promovem hoje, 8 horas, no Maceió Mar Hotel, palestra com o economista e professor Cícero  Péricles.

*Benefícios da palma forrageira e sistemas de produção de alta, média e baixa tecnologia são temas que serão debatidos, hoje, em workshop, no auditório do Instituto Federal de Alagoas em Batalha. Iniciativa da secretaria estadual da Agricultura.

* A Eletrobras Alagoas aderiu à XI Semana Nacional da Segurança, organizada pela Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica. Até domingo a empresa usa as redes sociais com dicas de consumo consciente e de segurança com energia elétrica.

* Delmiro Gouveia recebe até hoje, na Praça de Eventos, a primeira edição da Feira da Reforma Agrária. Organizada pelo MST, a Feira deve reunir uma variedade de produtos vindos de vários acampamentos e assentamentos da Reforma Agrária de todo o estado.

* Conhecido pelo trabalho como vocalista da banda “Vibrações”, Luiz de Assis faz hoje o show “Caminhos” com Júnior Braga, Williams Capitaria, Anderson Bass e Walter Limpzah. Às 19h30m, no projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato. Ingresso: R$ 20,00.

 

“Muitas pessoas só queriam o fim do governo Dilma e não o fim da corrupção”

Carlos Fernando dos Santos Lima

Procurador da República, sobre políticos que querem acabar a Lava Jato