Flávio Gomes

21 de julho de 2017

Confissão de leniência

Jornalista Jorge Oliveira, sobre Rodrigo Janot: “Na entrevista ao Estadão, o procurador faz cara de paisagem para os malefícios que a dupla Lula/Dilma causou ao país. Em nenhum momento isto o motivou a investigar os petistas que saquearam os cofres públicos, pois para ele o país só começou a ficar pervertido depois que o Temer assumiu o poder e o Aécio pediu R$ 2 milhões de reais ao Joesley, da JBS. Ora, doutor Janot, o senhor sabe muito bem que quase no final dos seus trabalhos houve uma turbulência dentro do próprio Ministério Público. Quando o senhor diz que uma das condições dos Batista para delação era o perdão total dos crimes, que eles não abriam mão dessa imunidade, está fazendo uma confissão de leniência. Trocando em miúdos: o senhor quer dizer que nem a Polícia Federal e nem os seus procuradores teriam condição de levar a fundo as investigações? É isso? Ora, sabemos todos que a PF está aparelhada tecnicamente para descobrir crimes financeiros como poucas polícias do mundo. E os seus procuradores também estão na mesma condição de eficiência. Portanto, as suas afirmações, doutor Janot, são frágeis, não se sustentam…”

Repúdio

Michel Temer decidiu instalar um misturador de voz no Palácio do Planalto, para evitar a gravação de qualquer tipo de conversa. Alega interesse de segurança nacional. Para o deputado federal Givaldo Carimbão (AL) isso “vai tornar o Palácio do Planalto o lugar mais seguro do Brasil para uma quadrilha se reunir”.

Proposta

De tanta indignação, Givaldo Carimbão resolveu apresentar projeto estabelecendo que gravações no Planalto só possam ser proibidas por determinação judicial, em casos bem excepcionais.  “É um absurdo, um crime. Nos presídios, onde deveria haver restrição a celulares, não se toma nenhuma providência”, alega.

Desfalque

Desde a eleição do ano passado o PSDB, oposição ao Palácio República dos Palmares, perdeu sete prefeitos para partidos do grupo governista. Como apoio de prefeitos é um fator considerável numa campanha, após proibição de recebimento de recursos privados, os tucanos contabilizam algumas perdas irreparáveis.

Vácuo

Além de perder prefeitos, o PSDB se prejudica com a indefinição dos candidatos aos cargos majoritários. Fala-se em Rui Palmeira para o governo e Téo Vilela para o Senado, mas ambos só querem se definir no início de 2018. O espaço político passa a ser ocupado, então, pelos eventuais concorrentes do partido.

Presença

Renan Filho compareceu às comemorações de 35 anos da Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas. Cumprimentou, pessoalmente, todos os presentes. E cativou, pela simpatia, principalmente os membros do Conselho Deliberativo da Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal.

Aprovação

A propósito, integrantes do Conselho Deliberativo da ANAPE que não conheciam ainda Alagoas saíram maravilhados com Maceió. Elogiaram principalmente as belezas do litoral, apesar das chuvas, e a receptividade do alagoano. Muitos prometeram voltar; alguns trouxeram a família e passam uma semana por aqui.

Opinião

Do advogado José Maria Couto Moreira, no site “Diário do Poder”, sobre os exorbitantes juros praticados no Brasil: “Não há razão técnica ou lógica para que as taxas de juros alcancem as alturas, como ora praticadas. Este processo é de lesa-pátria, atrasa nosso desenvolvimento e empobrece pessoas físicas e jurídicas.”

 

 

*A administradora Lílian Ramos, especialista em Comunicação e Marketing, dá palestra hoje sobre o uso da tecnologia na informação para se obter resultados mais positivos, com o tema “O Uso Criativo do Mundo Digital”. No auditório do Senac Poço, 19h30m.

*A Pinacoteca Universitária recebe, até hoje, inscrições de trabalhos paraa mostra “Horizontes”, que, de 15 de agosto a 7 de outubro, vai reunir criações inéditas de novos artistas e de autores convidados. Cada artista pode inscrever até três trabalhos.

*Com o título ‘Memória e História: olhares sobre o sertão alagoano’ o projeto de extensão da Ufal, unidade Santana do Ipanema, apresenta até hoje, na Casa da Cultura da cidade, exposição fotográfica que resgata a identidade da região.

*As escolas da rede pública estadual têm até hoje para se inscrever na primeira edição da Olimpíada de História de Alagoas. As inscrições devem ser feitas pelo professor responsável, por meio do site https://goo.gl/327U3h. O edital com as regras da competição está disponível no Diário Oficial do Estado de cinco de julho.

*Hoje, a partir das 22 horas, no Armazém Uzina, em Jaraguá, acontece a nova edição da Eletro White, evento já tradicional para a turma jovem, que aprecia música agitada. As atrações anunciadas para este ano são os DJ’s Eleva, Pic Schmitz, Vinne e FTampa.

*Amanhã, dentro da programação da “Semana Calabar”, promovida pela Secretaria de Cultura de Porto Calvo, o cantor Sebage e a Orquestra Sete de Setembro apresentam o concerto “Calabar, Herói em busca do Brasil”. Às 20 horas, no auditório da prefeitura.

*O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) está com inscrições abertas para o 8º Congresso Brasileiro de Direito Material e Processual do Trabalho, que será realizado nos dias 14 e 15 de setembro, no auditório do Hotel Ritz Lagoa da Anta.

 

 

“Esse tipo de crime deveria ter prisão perpétua”

 Wolney Dias

 Comandante da Polícia Militar do Rio de Janeiro, sobre homicídios contra policiais