Edmilson Teixeira

20 de julho de 2017

Messias, de olho em Brasília

messias de olho em brasilia 600x300 c - Messias, de olho em Brasília

Prefeito de Messias, Jarbinha Omena (PSDB) afirma que sua filha, a advogada Lara Omena é uma das novas apostas do PRTB para a Câmara Federal em 2018. É que a jovem está deixando o PSDB, com o propósito de ingressar no grupo político liderado pelo advogado Adeilson Bezerra. “Ela já participa das políticas desde 2008, acompanhando nossas ações, tanto em Messias, como na AMA, quando presidi aquela casa”, revela  Jarbinhas, que ontem selou tal compromisso em Arapiraca, oportunidade em que encontrou com o presidente do PRTB em Alagoas, Adeilson Bezerra.   

Timaço!

Jarbinhas disse que Lara vai se juntar com o time formado por: Val Amélio, Aderval Tenório, Fabiana Lira, Dudu Albuquerque e o pastor Barbosa. “A Larinha está no mesmo perfil eleitoral do nosso grupo; ou seja: tem juventude e base eleitoral. Na verdade nossos planos visam  eleger dois deputados federais; e com certeza; seremos a surpresa maior das eleições em 2018” disse otimista Adeilson Bezerra.    

Maribondo

Por falar em Adeilson Bezerra, ontem na  qualidade de presidente estadual do PRTB, esteve em Maribondo, a fim de prestigiar a posse de Serginho Marques, como prefeito interino daquele município. Também estava lá, o deputado federal Val Amélio que também é correligionário da sigla partidária. Serginho passa a ser o primeiro prefeito do PRTB a assumir uma Prefeitura em Alagoas.

Filiação

Sobre filiação partidária, o PSC alagoano agora conta com dois prefeitos. Trata-se de Manuílson Andrade (Colônia Leopoldina) e Flavinho Lira (Feira Grande). O ato de filiação ocorreu na presença do deputado estadual Sérgio Toledo e do presidente do partido, Maurício Bugarin. Com isso, o PSDB de Téo Vilela perde duas Prefeituras.  

Pipeiros    

“Sofrimento é um nome que sempre recaiu em nossos serviços” comentou seu Luiz Correia, proprietário de um caminhão pipa, que ao longo dos últimos anos dedicou seus trabalhos atuando no sertão, para abastecer os municípios então castigados pela seca. Afirmou que sempre foi um problema para receber em dia. Enfrentou atrasos e mais atrasos por parte do repasse do Governo Federal. “E para desgosto da gente, toda operação pipa praticamente foi suspensa agora, por conta das chuvas que têm caído em Alagoas”, lamentou o empresário.  

UVEAL

A fúria que tomou conta no final do ano que passou, quanto à disputa da União dos Vereadores de Alagoas (UVEAL), oportunidade em que surgiram seis nomes de diferentes grupos políticos,  não foi além da ambição de alguns que queriam chegar ao poder, a fim de ganhar projeção no cargo. Diante de protesto na Justiça e tantas outras confusões, o pleito até hoje não aconteceu, cuja entidade está há mais de seis meses sem um representante eleito para a atual gestão. Detalhe: Fabiano Leão vereador por Arapiraca deve ser aclamado para ocupar cargo em aberto da presidência.     

Girau do Ponciano

Oposicionistas do grupo ligado ao ex-prefeito Fabinho Aurélio, passaram a terça-feira, enviando para jornais e sites de noticias, um “Boletim Informativo” contendo denúncias contra o atual prefeito David Barros. O alvo da denúncia era quanto à licitação (publicada no DO/AL) para a compra de combustível para este semestre, com um valor milionário estimando em quase R$ 3.600 (três milhões e seiscentos mil reais). Mas, para desgosto dos manifestantes, na manhã do dia seguinte (ontem) o ex-prefeito Fabinho teria sido preso pelo grupo do GECOC, acusado de tramar esquema em seu governo, com dinheiro federal que vinha para a Saúde do município.

Cobrança

Por falar em GECOC, até hoje não deu em nada o caso da ex-prefeita de Piranhas, e hoje secretária de Estado da Cultura, Melina Freitas. É que em abril de 2013, o GECOC teria denunciado Melina e outras 12 pessoas por desviar cerca de 16 milhões de reais. Entre os crimes apontados estão fraudes em licitações, peculato e formação de quadrilha.

Argumento

Na época, de acordo com o Ministério Público, o Gecoc não  teria realizado a operação para prender os acusados porque Melina Freitas, apontada como chefe da quadrilha, era detentora de um salvo conduto em seu favor expedido pelo Tribunal de Justiça de Alagoas, benefício que a impede de ser presa. Simplesmente a garota, é filha do desembargador Washington Luiz, hoje afastado de suas funções, acusado de uma série de falcatruas.

 

Santana do Ipanema

O prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões (PMDB) tem um salário mensal bem maior que o governador Renan Filho.  Ele recebe R$ 27.446, 07, enquanto que  o governador 22,051,95.  E como se não bastasse, Isnaldo Bulhões tem uma aposentadoria de R$ 32. 688,51, pela passagem de Conselheiro do Tribunal de Contas de Alagoas. Lá em Santana, a médica Cristhina Bulhões, sua filha, que é a vice-prefeita, recebe 17.221,07, enquanto que cada secretário embolsa mensalmente R$ 9.417,77.

Santa Luiza  

Orgulho e muita satisfação; é o que podemos dizer do momento vivenciado na manhã de  terça-feira, pelo poeta Pedro Soares dos Santos, o eclético artista que também é cantor residente na pacata cidade de Santa Luiza do Norte. É que Pedão como é conhecido foi o escolhido pela direção, professores, alunos e coordenadores, da Escola Estadual Laura Dantas, localizada no CEPA, para ser o escritor alagoano homenageado durante solenidade do “Dia da Leitura”, evento articulado  pela Secretaria de Estado da Educação.

Conteúdo

O novo trabalho de Pedão descreve passo-a-passo como Alagoas chegou a ser emancipada de Pernambuco. Cita filhos ilustres, ressalta nossa cultura e nossas belezas naturais. “Logo após a minha apresentação na Escola Laura Dantas, me dirigi por meio de um convite imediato, para a Escola Estadual Maria Salete de Gusmão, a fim de participar das manifestações literárias daquela unidade de ensino. Lá fui bastante aplaudido, principalmente depois de destacar  meu novo trabalho, que trata da história de Alagoas” disse emocionado.

Curso

Durante o dia de hoje e amanhã, a AMA em parceria cm a Confederação Nacional dos Municípios promove o curso de formação de Agente Municipalista. O evento visa ampliar e facilitar o canal de comunicação e interação entre o Movimento Municipalista e os agentes políticos municipais do Brasil. A ação faz parte de uma criação da própria Confederação.

 

Pretensão 

Queremos reforçar o elo entre as entidades municipalistas, como a AMA e a CNM, e os municípios. Através desse curso, damos recursos para que todos entendam e defendam a luta municipalista”, garantiu Hugo Wanderley, presidente da AMA.