A Palavra em palavras

9 de julho de 2017

Ó SANTA MISSA

Ó Santa Missa

Santa Missa 

Ó sacrifício de Cristo, belo e sempre atual

Atualizado em cada missa, no perfeito memorial.

Ali não precisa de invenção, é sem igual!

 

Sábio é quem o celebra como a Santa Igreja orienta.

Feliz é quem participa com discrição e reverência.

Experto é quem reconhece ser Cristo o centro por excelência!

 Santa Missa

Ó Santa Missa, bela e plena!

Quem bem sabe ali não faz cena.

Quem aprende a amar não quer ali inventar:

Reconhece, pois, que é de Cristo: é d’Ele o eterno lugar!

 

Ali há tempo pra tudo: sentar, ajoelhar ou levantar;

Ocasiões não ocasionais de falar, cantar ou silenciar.

Oportunos penitenciar, louvar, adorar e comungar.

Só o tempo não pode dominar: a realidade ali é eterna: é do Eterno Amar!

 Amor à Cruz

Maceió, 09 de julho de 2017.

 

Alisson Francisco Rodrigues Barreto[1]

 

 


[1] Poeta, filósofo; bacharel em Direito, pós-graduado. Seminarista da Arquidiocese de Maceió. Autor do livro Pensando com Poesia e do blog A Palavra em palavras, na Tribuna.