Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/html/wp-content/themes/tribuna-2017/header.php on line 34
Warning: implode(): Invalid arguments passed in /var/www/html/wp-content/themes/tribuna-2017/header.php on line 40
class="post-template-default single single-post postid-10953 single-format-standard">

Blog do Dresch

7 de julho de 2017

Viaduto da Federal recepcionará os visitantes

                   Ponto nevrálgico do trânsito na parte alta da cidade, o entroncamento das BRs 101 e 316, terá, finalmente, o viaduto construído. Esta obra é reivindicada há anos, mas na próxima semana, a ordem de serviço será assinada pelo governador Renan Filho. Segundo o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, o governo recebeu o prédio da Polícia Rodoviária Federal, que impossibilitava o início da construção, e agora vai assinar o contrato de execução da obra, a ser feita pela construtora AS Paulista. “Fomos várias vezes a Brasília, aprovamos o projeto junto ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), trabalhamos para conseguir os recursos junto à nossa bancada, tudo para concretizar esta obra” disse Renan Filho.

 

Temer reforça comunicação

                   Acusado de cometer vários crimes e denunciado ao Congresso por corrupção passiva, o presidente Michel Temer vai reforçar a equipe de comunicação do Planalto. Pretende usar a equipe para gerenciar a crise, mudar o atendimento aos veículos de imprensa, e aprimorar as medidas governamentais. A estratégia é montar uma espécie de gabinete publicitário para melhorar (salvar ?)a imagem do governo, que só tem 7% de aprovação popular, segundo o Datafolha. Esta semana, assessores palacianos reuniram-se com o Grupo Inpress, da CDN Comunicação e FSB Comunicação que são as detentoras de contratos na Esplanada. Os valores a serem gastos não foram definidos, mas será um serviço temporário, enquanto é viabilizada uma nova licitação. De acordo com o Planalto, o mesmo modelo foi utilizado durante a Olimpíada e a Paraolimpíada em 2016, quando as empresas de publicidade atuaram em conjunto para atender aos veículos de comunicação, nacionais e internacionais. A comunicação é uma das áreas mais sensíveis do governo, mesmo com contratos de R$ 208 milhões anuais com as empresas de publicidade.

 

Viaduto da Federal agora sai 2

                   O viaduto da Federal como é chamada a obra, terá um custo de R$ 78 milhões e deve ficar pronto em um prazo de doze meses, Neste período deve gerar cerca de 150 empregos diretos. Ainda de acordo com o secretário Mosart Amaral, “a obra terá dois túneis e um viaduto parecido com aquele das proximidades do Aeroporto. A rotatória será mantida e futuramente ali será construída uma estação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que já está prevista” garantiu. Para o governador Renan Filho “esta obra dará uma cara nova à entrada de Maceió, uma cara moderna como estamos trabalhando para construir”.

Alemães e a união gay

                   A Câmara dos Deputados da Alemanha, a Bundestag, aprovou a legalização do casamento homossexual no país, proposto pelos social-democratas, rompendo o projeto de coalisão com os conservadores liderados pela chanceler Angela Merckel. A três meses das eleições gerais, a iniciativa foi apoiada por 393 deputados, contra 226 votos contrários e quatro abstenções. O projeto recebeu o apoio dos deputados do Partido Social Democrata, dos Verdes e da Esquerda, e alguns votos também da União Democrata-Cristã, partido de Merckel, que liberou o voto. A chanceler foi uma das primeiras a votar, escolhendo o cartão vermelho, que representava o “não” à legalização do casamento entre homossexuais.

Redução do consumo de açúcar

               O Ministério da Saúde pretende assinar um acordo com a indústria para reduzir a quantidade de açúcar em produtos processados, da mesma forma que foi feita com o sódio. Desde 2011, a indústria retirou mais de 17,2 toneladas de sal dos alimentos, segundo o próprio Ministério. “Ainda neste semestre deveremos assinar o acordo de redução de açúcar, para melhor controlar a obesidade, com hábitos alimentares mais saudáveis e pela conscientização de exercícios físicos” diz o ministro Ricardo Barros. Uma decisão já acertada será a proibição de refil de refrigerante em lanchonetes e restaurantes fast food.

Redução do consumo de açúcar 2

                 O presidente da Associação das Indústrias de Alimentação (Abia), Edmundo Klotz, diz que o setor tem realizado oficinas técnicas para discutir o consumo excessivo de açúcar. Mas considera que apenas esta redução não será suficiente para mudar hábitos dos brasileiros. Como ele, muitos defendem que a mudança no consumo de açúcar e de sódio somente pode impactar a longo prazo na alimentação. Segundo dados recentes o excesso de peso no Brasil aumentou 26,3% nos últimos dez anos, passando de 42,6% da população em 2006, para 53,8% em 2016.

Cresce a popularidade do PT

            Uma pesquisa do Datafolha, apontou que o Partido dos Trabalhadores (PT) atingiu sua maior popularidade desde a segunda posse da ex-presidente Dilma Rousseff, sendo favorito para 18% da população. PMDB e PSDB estão empatados com 5%. Em Dezembro do ano passado o PT tinha 9%. Em Maio desde ano chegou a 15%. No auge da popularidade, em 2013 o PT tinha o apoio de 29% da população. A pesquisa mostrou que 59% dos entrevistados não têm preferência por partidos. PSOL, PV e PDT alcançaram 1% cada.

 

 

  • O Programa Bolsa Família do Governo Federal cortou quase 60 mil benefícios em Alagoas, nos últimos três anos. A informação é da Secretaria de Avaliação e Gestão de Informação do Ministério do Desenvolvimento Social.
  • Com o corte, avalia-se que cerca de R$ 134 milhões por ano deixaram de ser repassados ao Estado nesse período pelo programa social.
  • O Bolsa Família é um dos grandes programas de inserção social no país. Aqui em Alagoas atinge 400 mil famílias, das 980 mil famílias alagoanas que vivem em estado de vulnerabilidade social (pobres e miseráveis).
  • Além da retirada do benefício para estas 60 mil famílias, o reflexo atinge o comércio das cidades, como as feiras livres e os mercados populares que atendem as pessoas mais pobres.
  • De acordo com os dados do próprio Ministério do Desenvolvimento Social, Alagoas tem uma população estimada em 3.358.963 pessoas, sendo que dessas 562.706 vivem em situação de extrema pobreza.
  • O Bolsa Família beneficia 389.143 famílias no Estado, que recebem por mês do programa R$ 72.620, 087,00.