Flávio Gomes

4 de julho de 2017

Dois pesos, duas medidas

Jornalista Kennedy Alencar: “Houve repercussão negativa na opinião pública, sobretudo nas redes sociais, em relação às decisões de Marco Aurélio Mello sobre Aécio e de Edson Fachin a respeito de Rocha Loures. Essas decisões são reflexo de um Supremo Tribunal Federal no qual cada ministro se comporta como uma ilha e adota saídas que contrariam colegas. É como se o Supremo julgasse ao gosto do freguês ou da situação política. Isso gera esse sentimento de decepção na opinião pública. Marco Aurélio Mello foi o ministro que no fim do ano passado quis afastar Renan Calheiros da presidência do Senado com uma decisão monocrática. Agora, teve entendimento completamente diverso de Edson Fachin em relação a Aécio. Fachin afastara o mineiro das funções de senador sob o argumento de que, no Congresso, ele agiria contra as investigações. Levou em conta também a gravidade das acusações. Marco Aurélio viu uma carreira ‘elogiável’ e devolveu ao senador as funções que Fachin tirara. Em relação a Rocha Loures, a maior contradição é em relação ao que o STF decidiu sobre o então senador Delcídio do Amaral, que era líder do governo Dilma em 2015, quando foi preso. Então no PT, Delcídio mofou na cela da Polícia Federal até delatar. A soltura de Rocha Loures diminui a pressão pela delação contra o presidente Michel Temer. É inegável o uso de dois pesos e duas medidas nessas situações.”

Entrave 

O prefeito Rui Palmeira lamenta que muitos problemas causados pelas chuvas da semana passada em Maceió poderiam ter sido evitados se não houvesse tanta burocracia para a liberação de recursos da União, prometidos desde as chuvas de maio. No governo estadual recursos serão também devolvidos, pelo mesmo motivo.

Detalhe

Rui Palmeira dá um exemplo: “Temos uma licitação para compra de cestas básicas, mas não pudemos usar os recursos federais pelo simples detalhe de que nossa cesta inclui duas latas de sardinha e o governo federal diz que é para ter três latas”. Hoje Rui tentará, em Brasília, agilizar a liberação de projetos para Maceió.

Posição

Renan Calheiros votou pelo impeachment de Dilma Rousseff, mas, como presidente do Senado, articulou com o Ricardo Lewandoviski, então presidente do STF, para ela não perder os direitos políticos. Agora reatou com o PT, com Dilma e com Lula, ao assumir a condição de opositor do presidente Michel Temer.

“Tucanada”

O deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) esteve em Maragogi, em evento da Desenvolve para entrega de máquinas a pequenos agricultores. Ele reafirmou a parceria política com o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), mas disse que não faria críticas públicas ao senador Renan Calheiros e ao governador Renan Filho.

Registro

Foi sepultado sábado passado, no Parque das Flores, o empresário Gesival Fonseca, aos 91 anos. Fundador da rede de farmácias Droganorte, ele foi uma das principais lideranças do Comércio em Alagoas, com atuação marcante nas entidades de classe. Foi, também, o primeiro prefeito do município de Tanque D’Arca.

Crise?

Da assessoria do BNB: “As contratações do Banco do Nordeste com empresários de comércio e serviços de Alagoas cresceram 74%, de janeiro a maio, em comparação com o mesmo período de 2016. Asoperações de crédito somaram R$ 75,2 milhões em 2017, contra R$ 43,2 milhões realizados nos cinco primeiros meses do ano passado.” 

Opinião

Paulo Kramer, professor de Ciência Política da UnB: “A desmoralização de todas as instituições políticas sob o presidencialismo de coalizão, ou de cooptação, ou de corrupção, tanto faz – levada ao paroxismo nos períodos Lula e Dilma –, perpetua uma vergonhosa dependência em relação a qualquer Poder Moderador.”

 

*O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Otávio Praxedes, empossou, ontem, os juízes Maurício César Brêda (presidente) e Alexandre Lenine de Jesus Pereira (coordenador) na Comissão Gestora do Fundo de Modernização do Poder Judiciário.

*A Sesau e o Ministério da Saúde promovem, desde ontem e até hoje, oficina para técnicos dos municípios de Maceió, Arapiraca, União dos Palmares, Palmeira dos Índios e Santana do Ipanema. O evento ocorre no prédio da Pós-Graduação do Cesmac.

*Hoje, primeira 3ª feira do mês, é dia de Feira Orgânica, na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos. A feira ocorre das 8 às 12 horas, com a proposta de incentivar o consumo de alimentos saudáveis e sem o uso do agrotóxico.

*A Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos promove, de hoje até 6 feira, seu 154º aniversário. A abertura acontece às 8 horas, com palestras e apresentações artísticas. Às 13 horas haverá uma mesa-redonda com gestores de bibliotecas municipais.

*Estão abertas inscrições do Encontro Nordeste da Advocacia Pública, marcado para 2 a 4 de agosto, na Universidade Federal do Vale do São Francisco, em Juazeiro, Bahia. Iniciativa de PGEs do Nordeste e da AGU. Inscrições grátis em cea@pge.ba.gov.br.  

*Estão abertas as inscrições para a edição 2017 do Programa Jovens Embaixadores, iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos para estudantes da rede pública do Brasil. Os vencedores participarão de intercâmbio em cidades norte-americanas.

*Um final de semana de vitórias para os clubes alagoanos que disputam o Campeonato Brasileiro: na 6ª, CRB 1 x 0 Náutico, em Recife, pela Série B; no domingo, CSA 1 x 0 Salgueiro, em Salgueiro (PE), e ASA 2 x 1 Botafogo da Paraíba, em Arapiraca.

 

“O clamor por Justiça que hoje se ouve em todos os cantos do país não será ignorado em qualquer decisão”

 Cármen Lúcia

 Presidente do Supremo Tribunal Federal