Blog do Dresch

1 de julho de 2017

Os desafios da comunicação esportiva em Alagoas

os desafios da comunicacao esportiva em alagoas 600x300 c - Os desafios da comunicação esportiva em Alagoas

           Maceió vai sediar no próximo dia 5, a primeira edição do Fórum de Comunicadores do Esporte, com palestras e debates sobre os desafios da comunicação esportiva. O início do evento está marcado para ás 18h, com palestras do Secretário Ênio Lins (Comunicação) e Cláudia Petuba (Esporte, Lazer e Juventude). A seguir será a vez do comentarista do “Esporte Interativo”, Getúlio Vargas (o GV) com o tema “A vida após a bola”. GV foi goleiro do Flamengo do Rio de Janeiro.

Fórum de Comunicadores 2

         Logo após a palestra de GV, o debate sobre a comunicação esportiva terá a participação de comunicadores locais. Estão confirmados os seguintes profissionais: Alberto Oliveira, editor do site Esporte Alagoano e repórter do jornal Gazeta; Charlene Araújo, repórter dos canais Esporte Interativo; Marlon Araújo, comentarista do Sistema Pajuçara de Comunicação (Rádio e TV) e Júnior de Melo, editor de Esportes da Tribuna Independente e repórter esportivo de televisão. O Fórum de Comunicadores do Esporte, vai acontecer no Centro de Convenções, em Jaraguá, e as inscrições são gratuitas.

Um país no rumo errado

                   Em uma pesquisa de opinião pública, realizado pelo Instituto Ipsos, 95% dos 1.200 entrevistados de 72 municípios brasileiros afirmaram que o Brasil está no caminho errado. O índice negativo é o maior desde o início de 2005, quando o Ipsos iniciou este tipo de questionamento. Neste período as maiores considerações negativas sobre o país aconteceram na época do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (94%); durante as manifestações de 2013 (53%) e em 2005, durante o julgamento do mensalão (71%). No outro extremo, as avaliações mais positivas foram durante as eleições presidenciais de 2010 e no início do governo de Dilma Rousseff, com 81% dos entrevistados dizendo que o país estava no rumo correto. Outros índices positivos aconteceram em 2006, no final do primeiro governo do presidente Lula (61%) e durante a eleição de 20014 (60%). Também a avaliação Ruim/Péssima do governo Temer, que coincide com o crescimento da percepção negativa da população sobre os rumos do país, dobrou em um ano. Em Junho de 2016, 43% dos entrevistados defenestravam a administração. Agora o índice alcançou 84%.

 

Romário e Dias no Pode

             Os senadores Romário e Álvaro Dias serão os destaques do Podemos (Pode) um novo partido político que vai ser lançado neste Sábado (1), em Brasília. O ex-jogador Romário deixa o PSB, quanto que Dias está se desfiliando do Partido Verde. O novo partido tem como slogan “Podemos mudar o Brasil”, mas na verdade é o antigo Partido Trabalhista Nacional (PTN) com uma nova roupagem. Este foi fundado em 1945 como uma dissidência do PTB. Era a legenda de Jânio Quadros, eleito Presidente do Brasil em 1960. O TSE autorizou a mudança da sigla em Maio, e foi o primeiro deixar a base aliada do governo Temer, diante dos escândalos de corrupção.

Romário e Dias no Pode 2

             Romário diz ter optado pela mudança de sigla por reconhecer que a mesma esteja “mais conectado com a sociedade atual. E não pode ser rotulado de direita ou de esquerda, pois é um partido que trabalha em causas, e é o cidadão que dirá que Brasil devemos construir” afirmou o senador carioca nas redes sociais. Álvaro Dias disse que o Pode quer fazer a leitura correta do que está acontecendo no Brasil. “A população quer mudanças. Não admite mais este balcão de negócios que instalou um governo corrupto no nosso país” afirmou o senador paranaense. Os dois farão parte da executiva nacional do partido. Romário vai presidir o Pode no Rio de Janeiro.

Bancos fecham 929 agências

         Os grandes conglomerados financeiros prometeram e cumpriram. Nos primeiros cinco meses deste ano, foram fechadas 929 agências bancárias no país, segundo o Banco Central. As agências passam por uma mudança de conceito, deixando de ter o foco no atendimento, para se tornar espaços de negócios e de assessoria de investimentos. Ao mesmo tempo cresce o número de contas digitais, com grande economia para os bancos. O celular é a “estrela da vez”. Os aparelhos foram responsáveis por 34% do volume das transações bancárias no ano passado, segundo dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Juntos, celulares e internet banking responderam por 57% do total das movimentações financeiras de 2016.

Bancos fecham 929 agências 2

         As contas totalmente digitais, superavam a casa de um milhão até Maio, e a estimativa é que alcancem 3,3 milhões até Dezembro. Os bancos têm investido nas agências digitais, que são escritórios com horário estendido e sem atendimento presencial. O Bradesco fechou 192 agências no primeiro trimestre. O banco tinha 5.122 unidades no fim de Março, e espera chegar a 300 mil clientes digitais até o fim do ano. O Itaú Unibanco já dispõe de 144 agências digitais. No total tem 5.005 agências e pretende fechar 180 delas até o final do ano. O Banco do Brasil fechou 563 agências até Maio. Várias em Alagoas.

 

 

  • O governador Renan Filho confirmou esta semana, que o estado utilizará os R$ 42 milhões liberados pelo Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), de acordo com os projetos apresentados para ampliação no número de vagas no sistema penitenciário e na compra de equipamentos os para os presídios.
  • Se acordo com o governador, o objetivo é elevar em mais de 50% a disponibilidade de vagas. Além disso, a aquisição de equipamentos que vão melhor o funcionamento do sistema, como detectores de metais.
  • O governo federal autorizou, no final de 2016 a liberação de R$ 1,2 bilhão do Fundo, para investimentos na construção de presídios e modernização do sistema prisional nos estados e no Distrito Federal.
  • “Quando este tipo de recurso é liberado, você tem de fazer o projeto, aprovar, viabilizar a licitação das obras para iniciar. Alagoas é um dos três estados do Brasil que já aprovaram esses projetos. É um recurso importante e vamos utilizá-lo” assegurou Renan Filho.

 

(Sugestão)