Roberto Baia

22 de junho de 2017

Radialista agredido

radialista agredido 600x300 c - Radialista agredido

O radialista palmeirense Cláudio André foi brutalmente agredido por dois indivíduos. Ele foi surpreendido pelos agressores quando saía de sua residência, no município de Bom Conselho (PE). Ele chegou a ser encaminhado a um hospital local por conta da gravidade dos ferimentos.

 
 

Agressão covarde

 

De acordo com o jornalista Berg Moraes, amigo do radialista, “é inadmissível que nos tempos atuais ainda há pessoas que insistem em retroagir à época do coronelismo. Cláudio André é um profissional sério e respeitado não só em Pernambuco, como também em Alagoas. A Polícia pernambucana não pode silenciar diante deste fato, que deve ser repudiado por toda a imprensa”.

 

 

Começo do fim

 

Em reunião no gabinete do prefeito Rogério Teófilo, vereadores e representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Educação, voltaram a discutir a situação da educação de Arapiraca.

A reunião, que teve início por volta das 13h e se estendeu até as 21h, de terça-feira(20), tratou do aumento dos profissionais da educação, e as condições gerais das escolas, como também, do transporte escolar.

 

 

Entendimento

 

A presidente da Câmara de Vereadores, Professora Graça Lisboa, afirmou que os dois poderes, o Legislativo e o Executivo, juntos com o SINTEAL, núcleo Agreste, encontrarão a maneira mais próxima de atender as reivindicações da categoria.

 

Estão dispostos

 

Ela assegura ainda que a preocupação, agora, também passa pelo cumprimento do ano letivo. A vereadora informou que o cumprimento da carga horária se tornou uma das grandes preocupações do Poder Legislativo e do Poder Executivo. Salientou, também, que os professores estão dispostos em repor o tempo perdido, sem prejuízo para os alunos da rede municipal.

 

 

Será resolvido

 

Os vereadores tomaram conhecimento do novo levantamento apresentado, pelos técnicos da prefeitura, e entregue aos representantes do movimento grevista para novos estudos.

 

O Prefeito, por sua vez, declarou que o impasse deve ser resolvido o quanto antes, o que foi confirmado pelos vereadores.

 

 

Será hoje

 

Em assembleia a ser realizada na manhã de hoje, na Escola Hugo Lima, o movimento dos trabalhadores da Educação deve decidir pela continuidade ou o fim da paralisação. De acordo com representantes do Sinteal, a greve poderá chegar ao fim, já que o prefeito acenou para uma proposta definitiva.

 

Novos veículos

 

O prefeito de Estrela de Alagoas, Arlindo Garrote (PP), entregou a população nove novos veículos que irão somar à frota da prefeitura. São cinco Toyota Ettios destinados para os PSFs; 01 microônibus com capacidade para 21 passageiros, com poltronas executivas, TV e frigobar, para transportar usuários da Saúde municipal para Maceió, uma picape Strada para a secretaria de agricultura e um trator para arar as terras de pequenos agricultores. A população comemorou as conquistas do prefeito!

 

Festa de Emancipação

Em suas redes sociais, prefeito Arlindo Garrote anunciou as atrações para Festa de Emancipação Política de Estrela de Alagoas, que acontecerá no dia seis de outubro. A dupla sertaneja Zezé di Camargo & Luciano estarão em praça pública, no centro da cidade, para comemorar o aniversário da cidade.

 

 

Paripueira

 

Após ação civil pública, com pedido de liminar, ajuizada pelo Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), o prefeito Haroldo Nascimento Silva, de Paripueira, decidiu acatar o pedido da promotora Lídia Malta e suspender as festividades juninas no município. A Promotoria de Justiça da cidade, em virtude do decreto de situação de emergência após as fortes chuvas que atingiram Alagoas em maio último, entendeu que os recursos públicos não deviam ser aplicados na promoção de festas.

 

 

 

… A ação civil pública foi ajuizada após a Prefeitura de Paripueira anunciar o cronograma para os festejos juninos na cidade, orçado no valor de R$ 111.655,45. As despesas seriam voltadas para o aluguel de som e a contratação de bandas e o MPE/AL quer justamente impedir que o município aplique verba pública própria para custear o evento.

 

… “O que queremos é que o Poder Executivo destine recursos para as áreas consideradas prioritárias, como saúde, educação, infraestrutura, idoso e criança e adolescente. Essas, ao nosso ver, são as necessidades consideradas mais urgentes para o povo de Paripueira. Por exemplo, a Escola Municipal Maria das Graças está numa situação precária e precisa de reforma”, explicou a promotora de Justiça Lídia Malta.

 

 

… Na petição, o Ministério Público também pediu o bloqueio de bens da Prefeitura caso fossem descumpridas as orientações para a suspensão das festividades e o consequente uso arbitrário da verba pública.

 

… Além disso, caso já tivesse ocorrido o repasse dos recursos para o pagamento dos grupos artísticos contratados pelo prefeito Haroldo Nascimento Silva, o MPE/AL pediu que “ o sequestro da verba destinada a realização do evento”.