Blog do Dresch

17 de junho de 2017

Mendes sob o risco do impeachment

                   O mundo dá mesmo muitas voltas. Um grupo de juristas, que inclui o ex-procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, e o professor de direito da Universidade de Brasília (UNB), Marcelo Neves, protocolou no Senado um pedido de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. A denúncia tem como base uma série de fatos e comportamentos atribuídos a Gilmar, que, na opinião dos juristas, configuram atividade político-partidária, quebra de imparcialidade em processos e falta de decoro. Pela lei do impeachment, essas condutas são vedadas a magistrados.

O impeachment de Gilmar 2

                   Além da denúncia, os juristas vão apresentar uma reclamação disciplinar ao STF e à Procuradoria-Geral da República, para que investigue uma conversa telefônica, grampeada pela Polícia Federal, onde o Ministro conversa com Aécio Neves (PSDB-MG), e este pede que Mendes interceda junto ao senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) sobre o projeto de abuso de autoridade. São citadas ainda diversas afirmações ofensivas de Mendes em relação a outros ministros do STF, e também aos componentes do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

 

Imagina o Rio sem carnaval

                   O desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, uma das maiores e mais atrativas festas do mundo, corre o risco de não acontecer em 2018. Isso devido à situação de falência financeira do Estado e do município, segundo argumento utilizado pelo prefeito Marcelo Crivella, que anunciou um corte de 50% na verba oficial de apoio, preparação e produção do carnaval. A Liga das Escolas de Samba do Rio (Liesa) informou que o corte inviabiliza a realização do evento, segundo o presidente da entidade, Jorge Castanheira. “Vai ser muito difícil e se torna impraticável viabilizar o espetáculo nos moldes em que a prefeitura está colocando” assegurou o presidente da Liesa. Ele contrargumentou citando “os enormes benefícios econômicos, financeiros, de geração de emprego e renda, além da valorização da imagem da cidade do Rio de Janeiro e do Brasil, além do aumento substancial na arrecadação de impostos e receitas diretas e indiretas, proporcionadas pelo carnaval” disse Castanheira. Segundo a RioTur, o carnaval movimenta cerca de R$ 3 bilhões na cidade.

Fapeal garante publicações

              A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) divulgou o resultado final do Edital de Apoio à Editoração, quando 50 livros foram aprovados e serão publicados. As obras também contaram com o reconhecimento da Editora de[LD1]  Livros da Universidade Federal de Alagoas (Edufal) e da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, parceiras nesta iniciativa. São trabalhos de pesquisas importantes, a maior parte delas vinculadas a pós-graduação local e a outras instituições promotoras da pesquisa científica e acadêmica. Foram destinados R$ 150 mil para as publicações.

A guerra contra o sal

             No início da semana, o Ministério da Saúde apresentou os resultados da quarta etapa do acordo firmado com a indústria para diminuir a quantidade de sódio nos alimentos industrializados. Ao todo já foram retiradas 17 mil toneladas de sódio dos alimentos desde 2011, quando o acordo foi firmado. Mas a quantidade ficou bem abaixo da meta que prevê a retirada de 28,5 mil toneladas de sódio até 2020. Na etapa mais recente, envolvendo carnes, lácteos e sopas foram retiradas apenas 2.361 toneladas, número bem menor que as etapas anteriores.

A guerra contra o sal 2

                A indústria de alimentos se queixa das dificuldades em retirar simplesmente o sódio dos produtos. “No primeiro instante era só retirar, Em um segundo momento é preciso a substituição (por um sal com sódio reduzido, por exemplo). E, em um terceiro momento, a completa mudança das formulações” diz o presidente da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação, Edmundo Klotz. Segundo ele, o cumprimento do acordo com o Ministério da Saúde pode “demorar um pouco mais”, mas garante que será feito.

Dentro e fora de campo

                O atacante do Vasco da Gama, Luiz Fabiano, considerado um indisciplinado dentro de campo, parece manter o mesmo comportamento pelas ruas e avenidas do Rio de janeiro. Após causar um acidente com uma moto, na última quarta-feira, agentes do Detran levantaram que o carro do jogador, uma Mercedes, está com 18 multas, sendo 17 por excesso de velocidade e uma por invadir o sinal vermelho. Quase todas as infrações cometidas na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, onde o jogador mora. As multas provocaram a perda de 80 pontos na CNH. Ressalte-se que Luiz Fabiano chegou ao Rio há 2 meses e 20 dias.

 

  • O artesanato sertanejo ganhou um Museu que congrega a produção artística dos artesãos da Ilha do Ferro, no Município de Pão de Açúcar.
  • Batizado de Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues dos Santos, o Museu foi inaugurado com a presença do governador Renan Filho, da primeira-dama, Renata Calheiros, do reitor da Uneal, Jairo Campos, do historiador Douglas Apratto, da museóloga Carmen Lúcia Dantas, políticos da região e moradores locais.
  • O artesanato confeccionado na Ilha do Ferro, especialmente esculturas em madeira, bordados e pinturas, são conhecidos em todo o país e também no exterior, e agora terão mais visibilidade com o espaço dedicado a arte e à cultura, destacou o governador de Alagoas.
  • O prédio onde o Museu está instalado foi doado pela Prefeitura de Pão de Açúcar, e foram investidos R$ 20 mil pela Fapeal e outros R$ 15 mil pela Uneal.
  • O projeto contou ainda com a colaboração do arquiteto Rafael Brandão, da museóloga Carmen Lúcia Dantas, do curador Paulo Gomes, além do apoio da Galeria Karandash.