Flávio Gomes

13 de junho de 2017

O voto final

Maurício Terra, no site “Diário do Poder”: “De tudo o que escutei Gilmar Mendes dizer em seu voto, sua decisão foi tomada com a intenção de não causar marola, de não iniciar outro período de esculhambação institucional, e de deixar claro que decidir sobre o destino de um Presidente da República dispensa a avaliação de conformidade dos atos alegados e demonstrados com a Lei, por ser um julgamento especialíssimo. Essa, para mim, foi a maior contradição do seu voto. Ele disse diversas vezes que um juiz não pode iniciar um processo para condenar. No entanto, ele não enxerga nada de estranho no fato de que ele mesmo tenha entrado no processo para não causar problemas, para evitar que o país fique à deriva na mão de Rodrigo Maia ou de quem possa ser eleito indiretamente no Congresso. Ele, aparentemente, começou o processo para absolver. Além disso, ele nem percebeu quantos anos se passaram até que o TSE que ele preside tenha julgado a causa, nas palavras dele, mais importante que aquele tribunal teria para julgar, o que teria evitado a continuidade de uma roubalheira sem precedentes e teria evitado o impeachment de Dilma.  Expresso na única linguagem com que consigo me expressar para descrever o ato final do presidente do TSE, e com o perdão que solicito aos leitores, o Sr. Gilmar Mendes cagou, e sentou em cima.”

Vitória

O governador Renan Filho festeja, com razão, a diminuição dos índices de violência no mês de maio em Alagoas. Maceió, que era o alvo principal dessa meta, já não figura mais entre as 30 cidades mais violentas do Brasil, quesito negativo que chegou a liderar. É Fortaleza quem ostenta, hoje, o título de capital mais violenta.

Advertência

O senador Fernando Collor (PTC/AL) externou ontem, em plenário, sua preocupação com o aquecimento global: “Chegamos ao extremo de uma nação, como Kiribati, ter comprado 2.400 hectares de florestas em Vanua Levu, das Ilhas Fiji, como precaução para estoque de alimentos e talvez como futuro lar de seus habitantes”.

Análise

Ricardo Mota, em seu blog, sobre Renan Calheiros: “Visto como um líder político nacional frio e distante da vida cotidiana no país, Calheiros buscou, principalmente nos dias imediatamente após a chuva devastadora, humanizar a sua imagem, apresentando-se como alguém movido por uma desconhecida empatia.”

Explicação

Izac Jackson Cavalcante, diretor da CUT/AL, explicou, em entrevista a “Conjuntura”, da TV Mar, que as entidades não estão omissas na questão da falta de reajuste paraos servidores estaduais e da Prefeitura de Maceió. “Há uma acomodação da base”, disse ele, ao citar que algumas categorias têm sido contempladas.

Argumento

Izaac Jackson citou os casos das Polícias Militar e Civil. Segundo ele as duas categorias conseguiram melhorias inclusive para os aposentados, que não eram beneficiados totalmente quando havia correção salarial. “Parece até que Renan Filho e Rui Palmeira, prováveis concorrentes em 2018, fizeram um acordo”, brincou.

Previdência

A proposta de reforma da Previdência Municipal de Maceió será debatida hoje, 10 horas, em audiência pública, na Câmara Municipal, por proposta do vereador Silvânio Barbosa (PMDB). “É um tema delicado, que mexe com a vida de milhares de pessoas. Por isso, deve ser amplamente discutido com a sociedade”, diz ele.

Caserna

Cláudio Humberto Rosa e Silva: “Os que imaginam os militares ansiosos para retomar o poder, podem desistir da ideia. No Exército, como nas demais forças, prevalece por exemplo o compromisso – reafirmado como mantra pelo comandante, general Villas Bôas – de respeitar a Constituição, a Justiça, a lei e a ordem.”

 

*O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas elegeu ontem, em chapa única, nova diretoria, para o biênio 2017/2019. A secretária de Saúde de Teotônio Vilela, Izabelle Pereira, é a presidente e o vice é Rodrigo Buarque, de Jundiá.

*A Secretaria de Estado de Saúde, por meio de seu Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, realiza hoje um workshop sobre acidentes de trabalho com material biológico. Às 13h30m, na Faculdade Cesmac do Sertão, em Palmeira dos Índios.

*A partir de hoje moradores do Alto da Alegria, no Benedito Bentes, poderão fazer o Cartão Bem Legal Cidadão , grátis, na Associação dos Moradores do Alto da Alegria. A ação, parceria SMTT-Transpal, segue amanhã e na sexta-feira, das 8 às 16 horas.

*O Café da Linda, no Teatro Deodoro, abre hoje, às 19 horas, as portas para mais uma exposição: “Amálgama”, do artista Dênnys Oliveira, da cidade do Pilar. A exposição apresenta mais de 20 telas e cinco esculturas. Visitação até 16 de julho, à tarde.

*O Centro de Arte e Mediações Culturais, da Secretaria de Estado da Educação, realiza hoje a primeira apresentação ao público do projeto “Canto da Terra”, homenageando os 200 anos de Alagoas. Às 19 horas, no teatro do Espaço Cultural Linda Mascarenhas.

*Resultados do final de semana dos clubes alagoanos que disputam a Série C do Campeonato Brasileiro: em Belém, Remo 1×1 CSA; em Arapiraca, ASA 1×1 Salgueiro. Pela Série D, Coruripe 1×0 Souza, em Coruripe, e Sergipe 2×1 Murici, em Aracaju.

*Pela Série B, o CRB, que perdeu na 6ª feira pela terceira vez seguida (Criciúma 1×0), tem tarefa difícil hoje, 20h30m, Trapichão: o Vila Nova, de Goiânia. E precisa vencer para se distanciar da zona do rebaixamento. A torcida espera a estréia de Zé Carlos.

 

“Gilmar é tanto mais eficiente quanto capaz de vestir os ardis políticos com o saber jurídico’

Roberto Pompeu de Toledo

Jornalista, sobre Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral