Flávio Gomes

6 de junho de 2017

Prêmio à sonegação

De Josias de Souza, em seu blog: “Em troca de apoio à reforma da Previdência, Michel Temer distribui bondades com o chapéu do contribuinte. Refinanciou a dívida de prefeituras e Estados inadimplentes com o INSS. Prepara-se para servir o mesmo refresco ao agronegócio, que acumula uma dívida bilionária no Funrural. De quebra, negocia um novo Refis, espécie de bolsa sonegador. Tudo lindo. Mas esse movimento ofende o brasileiro que acaba de entregar o seu Imposto de renda. E perpetua a indústria da sonegação. O discurso oficial é arrumadinho. Pergunta-se: por que não estender a mão a contribuintes que se dispõem a pagar o que devem? O diabo é que são poucos os que querem pagar. A maioria adere ao parcelamento para receber uma certidão negativa. Recupera a condição de firmar convênios e contratos com o governo, além de obter financiamentos de bancos oficiais. Depois, volta a sonegar. E passa a fazer lobby pelo próximo parcelamento. Considerando-se apenas os parcelamentos batizados de Refis, foram lançados 27 desde o ano de 2000. Um deles foi comprado pela Odebrecht por R$ 50 milhões. Criaram-se dois guichês na Receita. Num, são tosqueados os brasileiros e as empresas que fazem papel de idiotas pagando seus tributos em dia. Noutro, sonegadores poderosos, privados e estatais, são brindados com o perdão de parte dos juros e das multas e parcelam suas dívidas a perder de vista.”

De camarote

Longe do burburinho de Brasília, Renan Calheiros recebeu ontem, em Maceió, representantes de 23 entidades sindicais alagoanas. O pretexto foi solidariedade ao senador, pela manutenção da liderança do PMDB no Senado e apoio à postura contra medidas impopulares propostas pelo governo do presidente Michel Temer.

A conferir

Palpite de experiente advogado eleitoral de Alagoas a respeito da situação política do país: Michel Temer será afastado – mais dia, menos dia; a proposta de eleição direta para a sucessão dele não passa; na eleição indireta, será eleito Rodrigo Maia, com Aldo Rebelo de vice; dos ministros alagoanos, só fica Maurício Quintella.

Frustração

É grande a revolta de músicos e demais profissionais que se inscreveram para participar das festas juninas anunciadas pela Prefeitura de Maceió e canceladas 6ª feira, último dia do prazo. O argumento, das despesas com os danos na cidade por conta das chuvas, não convenceu, pois a festa custaria R$ 500 mil, no total.

Inconformado

Só de bandas de forró havia mais de 100 inscritas para as 16 vagas abertas. A frustração foi maior pela expectativa criada com a abertura do edital. O cantor e compositor Eliezer Setton não se conforma: “Em 2016 a desculpa foi a crise, que de fato era grande. Mas agora, não. Havia inclusive dotação orçamentária.”

Apelo

A pedido do prefeito Renato Rezende, do Pilar, o PSDB solicitou apoio ao prefeito de São Paulo, João Dória, para ajuda à cidade. Dória veiculou um vídeo no Facebook apelando: “Que o sentimento de solidariedade que vem contagiando os empresários paulistanos se estenda aos nossos irmãos do Nordeste”.

Meio-ambiente

Desde ontem e até 6ª feira a Codevasf realiza a Semana do Meio-Ambiente. A programação de hoje e amanhã inclui trilhas ambientais e plantio de mudas de espécies nativas na Área de Proteção Ambiental (APA) da Marituba do Peixe, entre os municípios de Piaçabuçu, Penedo, Feliz Deserto e Coruripe.

Pontos nos is

Portal IG: “O ministro Roberto Barroso, do STF, decidiu que é inconstitucional a existência de órgãos de consultoria jurídica nos Estados atuando de modo paralelo às Procuradorias-Gerais. Barroso deu a decisão em ação ajuizada pela Anape, que representa nacionalmente os procuradores estaduais e é a maior entidade da advocacia pública no país.

 

*Foi sepultado ontem, no Parque das Flores, o delegado Antônio Monteiro de Souza Filho. “Monteirinho”, como era conhecido, vinha enfrentando problemas de saúde e faleceu na madrugada de domingo, no Hospital do Coração, em Maceió.

* Por motivo de força maior foi adiado o curso “Aspectos Práticos do ICMS”, previsto para hoje, numa parceria entre Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas e PGE/AL. O curso agora está anunciado para 21 e 22 de junho, no auditório da PGE/AL.

*A Universidade Federal de Alagoas, por meio da Editora Universitária, promove hoje o lançamento do site da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas, que será de 29 de setembro a 8 de outubro. Às 9 horas, na sede da Edufal, no Campus A. C. Simões.

*Uma exposição com peças feitas de barro, provenientes da comunidade quilombola Muquém, de União dos Palmares, estará aberta a visitação a partir de hoje, no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional de Alagoas (Iphan), em Maceió.

*A partir de hoje, e até 21 de dezembro, o Senac/AL, em parceria com o Canadian College , oferece turma de inglês básico “Beginner´s English”, com metodologia SMRT English (Student Media Relevant Training). Mais informações: 2122.7950.

*A Pinacoteca Universitária abre hoje, às 20 horas, a exposição “Nunca serei cinza”, do artista Guto Holanda, nascido em São Paulo, mas residente em João Pessoa. A mostra conta com 20 pinturas e permanecerá aberta à visitação pública até o dia 21 de julho.

*Resultados do final de semana dos clubes alagoanos no Campeonato Brasileiro: Série B – Oeste 2×0 CRB; Série C – Fortaleza 3×0 ASA, CSA 2×1 Moto Clube (MA); Série D – Murici 3×0 Sergipe, Sousa (PB) 1×1 Coruripe. O CSA é o líder do seu grupo.

 

“O governo se preocupa mais em agradar aos aliados do que com a segurança da população”

Renato Sérgio de Lima

Presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública