Sérgio Toledo

31 de Maio de 2017

Prevenir que remediar.

Diz um velho ditado popular que o brasileiro só coloca o cadeado na porta depois de ser roubado. Ou só se previne depois do estrago feito.

Por que o ser humano é assim?

O ser humano passa parte de sua vida engordando. Ganhando peso até chegar numa obesidade mórbida e se submeter a uma cirurgia que vai mutilar o seu organismo. A bariátrica.

Recebe orientações de médicos, nutricionistas, fisioterapeutas e educadores físicos, porém não ouve. Usam ouvidos de mercador e ao final vão para a mesa cirúrgica.

Por quê? Não sabemos.

Ao invés de uma boa alimentação. Uma constante atividade física. Uma vida regrada com noite de sono reparador. Troca tudo isso por uma cirurgia que irá tirar parte ou quase todo o estômago.

E depois? Terá que comer quase nada. Usar complementos alimentares. Fazer exercícios à exaustão. Se submeter a cirurgias plásticas, etc.

Por que o ser humano é assim?

Realmente não dá para explicar. Outro dia fiquei mais intrigado com as ações do ser “humaninho”! Um amigo cirurgião que realiza a bastante tempo a bariátrica falava que teria uma reunião para debater o reganho? Sim o reganho de peso pelos pacientes operados com a cirurgia citada que retira quase todo o estomago! Não acreditei.