Roberto Baia

29 de maio de 2017

Zezito Guedes

zezito guedes 600x300 c - Zezito Guedes

A Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) por meio do Núcleo de Pesquisa em Literatura (NUPLAV) realizou o lançamento do documentário “Zezito Guedes: Arte e História”. O evento  lotou a sala do mestrado, no Campus I da Uneal, em Arapiraca, e contou com a presença do homenageado, familiares, amigos e estudantes.

 

Jairo Campos

O documentário, que tem a duração de 40 minutos, foi produzido pelo NUPLAV que é coordenado pelo reitor Jairo José Campos da Costa, em parceria com a Galeria Karandash. Durante a gravação, o pernambucano Zezito Guedes relata como iniciou a arte de esculpir madeira, o processo criativo de sua obra,  e a paixão pelas esculturas.

 

Povoados rurais

Como historiador, ele relata, no vídeo, que visitou muitos povoados rurais de Arapiraca para encontrar pessoas que tiveram contato com Lampião, o rei do cangaço. “Lampião passou pelo sítio Capim e um agricultor estava sentado numa carro de boi quando viu aquele bando chegar ao povoado. Um dos homens do bando sentou no carro de boi e ficou conversando com o agricultor. Somente depois que o bando foi embora, o agricultor descobriu que foi Lampião que ficou sentado conversando com ele enquanto os cangaceiros saqueavam o povoado”, relatou Zezito Guedes durante a entrevista do documentário. (Com informações da Ascom/Uneal)