Flávio Gomes

27 de Maio de 2017

Saudades do Menestrel

28 de maio de 2017 festeja-se o centenário de nascimento de Teotônio Brandão Vilela. Empresário da agroindústria do açúcar, Teotônio destacou-se mesmo como político extremamente culto, tendo sido deputado estadual, vice-governador e senador. O auge da sua trajetória política se deu quando rompeu com o regime militar que ajudou a instaurar, tornando-se um símbolo da luta pela anistia aos presos políticos e à volta das eleições diretas no Brasil, em todos os níveis. Notabilizou-se nessa luta pela plena redemocratização. Justamente nesse auge, quando era a figura política mais respeitada do país, viu-se abatido por um câncer. Nem teve condições de disputar a reeleição ao Senado. Mesmo doente continuou, até os limites das suas forças, a difundir a necessidade de um Brasil livre e justo. Tal obstinação fez com que fosse reconhecido como o Menestrel das Alagoas. Não fosse o imprevisto fatal seria eleito, indubitavelmente, Presidente da República, no colégio eleitoral que deu esse privilégio a Tancredo Neves. Foi o último político alagoano a ganhar notoriedade nacional de maneira positiva, unanimidade. Era comum, então, alagoanos serem cumprimentados, em viagem pelo Brasil, quando alguém descobria que era um conterrâneo de Teotônio Vilela. Bem ao contrário de ultimamente, quando somos hostilizados ou alvo de gozação ao nos identificarem como alagoanos. É principalmente nessas ocasiões que nós sentimos saudades do Menestrel.

Faz sentido

O deputado federal e ministro Marx Beltrão tem razão ao negar responsabilidade sobre dinheiro da JBS à sua campanha de 2014. Outros candidatos também receberem recurso do PMDB. Se era doação da JBS ou não, o candidato não tem como saber. Cabe ao partido se justificar quanto à ilicitude do dinheiro recebido.

Explicado

Essa prática de repasse de recursos aos candidatos não era apenas do PMDB, mas sim de todos os partidos, quando empresas podiam doar. O partido entregava o dinheiro ao candidato a vereador, prefeito ou deputado, dentre recursos recebidos de várias fontes. Como o candidato saberia a origem do dinheiro?

Façanha

O vereador Lobão (PR) foi um fenômeno de votação em Maceió, ao conseguir cerca de 23 mil votos. Músico, produtor de filmes pornôs e afeito a buscar soluções de pequenos problemas na periferia, estava “apagado” nos primeiros meses de mandato. Saiu das trevas com projeto criando o Dia Municipal do Rock.

Opções

Para o deputado federal Paulão (PT), havendo eleição indireta, com o Congresso escolhendo alguém para suceder Temer, quatro nomes despontam: ministra Carmem Lúcia, ex-ministro Nelson Jobim, Fernando Henrique Cardoso e Henrique Meireles. Destes, o parlamentar descarta FHC e o atual ministro da Fazenda de Temer.

Diversidade

Já o senador Renan Calheiros, entusiasta da renúncia de Michel Temer e da eleição indireta, é amplo em alternativas, caso a escolha seja pelo Congresso. Ele propõe Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, Nelson Jobim, senadora Kátia Abreu, deputado Rodrigo Maia ou senador Eunício Oliveira.

Currículo

Dos “presidenciáveis” citados, Nelson Jobim tem algumas coisas a esclarecer. Como ter fraudado a Constituição, quando deputado constituinte, para beneficiar os bancos. Ou, como ministro do STF, ter articulado a malvadeza de aposentados contribuírem para a Previdência. Vai ver que são requisitos para o cargo…

Opinião

Do presidente do PSDB e da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Tasso Jereissati, cotado para presidente-tampão: “A reforma não é uma questão de governo, mas de País. Nosso compromisso é mostrar que estamos trabalhando normalmente e que os acontecimentos políticos independem do nosso trabalho.”

 

*A Federação das Indústrias de Alagoas e o Sebrae/AL realizam na próxima 2ª feira debate sobre “Trajetória e Perspectiva da Indústria em Alagoas”, em comemoração ao Dia da Indústria. Abertura às 8h30m, na Cada da Indústria Napoleão Barbosa.

*O encerramento da programação de comemoração do Dia da Indústria será marcado pelo lançamento, às 12 horas, do Guia de Investimentos de Alagoas, da Secretaria de Desenvolvimento e Turismo, sobre o cenário para investimentos no Estado.

*Pauta da reunião da próxima 2ª feira, a partir das 10 horas, na AMA: Erradicação ao Trabalho Infantil (com MPT), parcerias e soluções para Gestores Municipais do Banco do Brasil, Escala Brasil Transparente/2017 e Lei de Acesso à Informação com (CGU).

* O Parque Shopping recebe neste final de semana a 15ª edição do Feirão do Imposto, em parceria com a Confederação Nacional do Jovem Empresário. O público poderá conferir o quanto paga em tributos em diversos bens, produtos e serviços.

* Em alusão ao Movimento Maio Amarelo o Detran/AL realiza neste sábado, no cinema Kinoplex do Maceió Shopping, 10 horas, um aulão sobre legislação de trânsito. Aberto ao público, especialmente quem está se preparando para obter carteira de habilitação.

* O Sebrae /AL realiza na próxima 2ª feira, das 9 às 11 horas, em sua sede, o “‘Network de Salão de Beleza”. É uma ação da Unidade de Relacionamento Empresarial para debater temas de marketing e gestão de despesas para salões de beleza.

*Desde ontem e até domingo o ator arapiraquense Paulo Cândido apresenta a peça teatral “Bailarete, o Espetáculo”, no auditório da Casa da Cultura, na Praça Luiz Pereira Lima, Centro de Arapiraca. A partir das 19h30m, com entrada a R$ 10,00.

 

 

“Não acho a figura mais adequada no momento”

Alberto Goldman

Vice presidente do PSDB, sobre FHC ser presidente da República em eleição indireta