Flávio Gomes

24 de Maio de 2017

Delação suspeita

De Ney Lopes, jornalista, advogado e ex-deputado federal, no site “Diário do Poder”“A conceituada jornalista Sonia Racy, do ‘Estado’, registra fatos de extrema gravidade, em torno do comportamento estranho dos dirigentes da JBS. Vejamos alguns, publicados no ‘Estado’: ‘Por qual razão foi aceito tão rapidamente um acordo R$ 200 milhões com empresa, que tinha informantes na própria PGR, enquanto fazia a ‘delação’ que incriminou o presidente da república? Há até empresários que se perguntam, segundo a jornalista, se os Batistas vão mesmo ficar soltos tocando a J&F de Nova York.’ Acrescenta o texto do ‘Estado’: Eu não entendo esse País. Roubaram o Brasil, fizeram fortun a e o prêmio é a impunidade? Morar na 5.ª Avenida, em Nova York, sem tornozeleira, livres leves e soltos?’ O mais grave está na conclusão da análise do ‘Estado’: A família Batista deve estar ganhando muito dinheiro apostando contra o Brasil. Donos da valiosa informação sobre o que contaram em suas respectivas delações premiadas, sabiam que, no segundo em que seus depoimentos se tornassem públicos, aconteceria o eterno efeito gangorra: o dólar nas alturas e preço das ações brasileiras em terra… E agora? Para onde caminha o Brasil?”

Um dia…

Senador Renan Calheiros, ontem, sugerindo a renúncia de Michel Temer: “Acredito que, no desdobramento dessa crise, Temer vai entender o seu papel na história, vai facilitar uma solução. Não será por falta de nomes que vamos escolher, no curto prazo, um presidente e um vice-presidente da República.”

… atrás do outro

Senador Renan Calheiros, anteontem: “O impeachment não traz consigo uma solução para a crise. Pior, pode agravá-la. Falo isso com a responsabilidade de quem conduziu o processo anterior. Nós precisamos construir uma saída na Constituição que garanta eleições gerais em 2018 e Assembleia Nacional Constituinte”.

Palpite

Experiente político alagoano, com fácil trânsito entre todas as correntes políticas, diz que Michel Temer não encerrará o mandato. No seu entendimento, o presidente pode renunciar, de forma simpática, propondo uma PEC com antecipação da eleição. Ou, pior para Temer, cassado pelo Tribunal Superior Tribunal.

Proposta 

Para o senador Fernando Collor, “não é o momento para organizações respeitadas tomarem medidas tão rápidas, exigindo aquela ou essa saída para a crise.” Propõe: “Não é assim que se ajuda o Brasil. À classe política é destinada uma função primordial em situações como esta. Qualquer solução sai neste caso pela via política.”

Números 

Governador Renan Filho reafirma, de novo, sua confiança na recuperação da Casal: “A Casal é a nossa empresa de esgotamento, que há trinta anos sempre deu prejuízo. Após um forte ajuste fiscal, na nossa gestão, reduzimos o prejuízo do órgão para R$ 26 milhões e, no ano passado, foram R$ 6 milhões de lucro”.

Preconceito

Circula nas redes sociais pronunciamento da vereadora Eleonora Broilo (PMDB), de Farroupilha, Rio Grande do Sul. Trecho: “Os nordestinos não sabem falar muito bem, mas sabem roubar que é uma maravilha. Eles sabem se unir para roubar, para ganhar propina e aumentar a corrupção, isso eu acho que eles são donos plenamente”.

 

Opinião

Jornalista Jorge Oliveira: “A renúncia do Temer não iria consertar os desacertos do país traumatizado pelas várias organizações criminosas partidárias. É mais prudente esperar as eleições de 2018 para que o povo escolha democraticamente o seu governante para impedir, assim, que esse Congresso carcomido o escolha por eleição indireta.” 

 

*O juiz Sérgio Moro, em entrevista nos Estados Unidos, se comparou ao detetive Eliott Ness, personagem do filme “Os Intocáveis”. É em momentos de deslumbramentos como esse que o titular da Operação Lava Jato afeta sua brilhante postura como magistrado.

* O Banco do Nordeste promove hoje o “Agroamigo Sol”9 horas, no auditório da Superintendência de Alagoas, em Maceió. Agroamigo Sol é uma estratégia de financiamento para em investimentos em energia solar fotovoltaica no meio rural.

*O Lar de Amparo a Crianças para Adoção (Laca), instituição sem fins lucrativos que recebe crianças em situação de risco, promove domingo próximo, 28, no Orákulo, feijoada para obter recursos. Haverá shows com vários artistas. Contato: 99121.4671.

*Os chefs Tina Purcell e Artur Nogueira apresentam hoje as experiências de sucesso no setor gastronômico durante o “Cozinhando com o Chef”, às 18 horas, no auditório da Unidade Poço do Senac. Para estudantes, profissionais e apaixonados por gastronomia.

*O Sebrae Alagoas promove hoje, das 19 às 22 horas, em sua sede de Maceió, na Rua Marinho de Gusmão, 46, Centro, a oficina “Plano de Negócios”, do Projeto Começar Bem. Informações no site www.sebrae.com.br. A inscrição custa R$ 60,00, por pessoa.

*O projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato anuncia para hoje, 19h30m, no Teatro Deodoro, a peça “Se TuBarões Fossem Homens”, da Companhia Ozinformais. O ingresso custa R$ 20,00 pode ser comprado na bilheteria do teatro, a partir de 14 horas.


“Quer dizer que vou falar para meus filhos que roubar vale a pena?”

Roberto Parentoni

Advogado, presidente do Ibradd, para quem as delações dos donos da JBS afetam o Estado Democrático de Direito