Flávio Gomes

19 de Maio de 2017

E agora, Brasil?

De Alan Gripp, em “O Globo”: “As últimas da Lava-Jato, reveladas com exclusividade por Lauro Jardim, nos levam a questões automáticas que dizem respeito ao futuro de um país já combalido pela corrupção. O governo Temer sobreviverá a tais revelações? As reformas podem ser sepultadas? O que acontecerá com a economia? Como fica o cenário político? Grandes momentos pedem análises cautelosas, porém necessárias. É arriscado prever o destino de Temer, mas é fato que num contexto de baixíssima popularidade ele precisará mais do que nunca de sua conhecida habilidade política para se equilibrar no poder. Mas seu futuro provavelmente dependerá das ruas, sempre elas. Sobre Aécio Neves é possível afirmar que as gravações de Joesley Batista sepultam de vez seus planos. Aécio já estava enlameado, mas tinha a seu favor o controle do PSDB e dava sinais de que venderia caro a desistência da candidatura presidencial. Agora não mais. Ganhará força a tendência propalada no Congresso de que ele deve tentar se eleger deputado federal, com o único propósito de manter o foro privilegiado.”

Agenda

Renan Filho inaugura, hoje, mais uma obra, ao entregar a nova Adutora de Estrela de Alagoas e Minador do Negrão, beneficiando cerca de 23 mil alagoanos. A solenidade, às 10 horas, na área urbana de Estrela de Alagoas, tem presença anunciada do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.

Na bucha

Claudio Lamachia, presidente da OAB Nacional, estava aguardando a abertura da XI Conferência da Advocacia, na OAB/Maceió, anteontem, quando soube da denúncia contra Michel Temer. Imediatamente emitiu nota oficial, classificando de “Estarrecedores, repugnantes e gravíssimos os fatos revelados por O Globo”.

Dianteira

O deputado federal João Henrique Caldas (PSB) foi o primeiro integrante da bancada de Alagoas a se manifestar sobre o envolvimento de Michel Temer com a JBS. JHC deu entrada de pedido de impeachment do presidente, por crime de responsabilidade. Alegação: Temer tentou prejudicar investigações judiciais.

Inusitado

O senador Fernando Collor de Mello (PTC) também se pronunciou sobre o caso Michel Temer: “O momento é de extrema gravidade institucional e nós temos que confiar no bom senso, na temperança e na capacidade de construir saídas para um momento pelo que, ao menos lembre, não tenho registro de nada parecido.”

Podridão

“Na corrupção, onde aperta sai pus”, disse, através das redes sociais, a ex-senadora Heloísa Helena, citando o escritor colombiano Gabriel Garcia Marques. Referindo-se à JBS como “empresa da carne podre”, ela diz que a empresa libera um “propinódromo” desde os governos Lula e Dilma e pede eleição direta já.  

Previdência

O procurador federal André Studart Leitão dá curso hoje, das 9 às 17 horas, no auditório da Procuradoria Geral do Estado, sobre “Regime Próprio de Previdência e Reforma Previdenciária”. Iniciativa da PGE e da Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas, aberta ao público. Informações: 3315-1000.

Fulminado

Kennedy Alencar, sobre Aécio Neves: “O presidente do PSDB deu início à contestação da legitimidade da vitória do PT em 2014, patrocinou a ação no TSE da cassação da chapa Dilma-Temer e fez um discurso de combate à corrupção que desmorona ao ser flagrado numa situação que o coloca numa posição indefensável do ponto de vista ético e político.”


*Djavan, alagoano de maior sucesso na música brasileira, tanto quanto Hermeto Paschoal, faz show em Maceió, hoje à noite, na Acrópole Hall, Jaraguá, pela turnê “Vidas pra contar”. Ingressos de R$ 60,00 (pista) a R$ 200,00 (em mesa para quatro).

*A cantora Nara Cordeiro se apresenta hoje, acompanhada do violinista Adriano Santos, às 20 horas, no restaurante “Panela Alagoana”. No repertório, Samba, MPB e Bossa Nova.  Endereço: Avenida Olavo Machado Ribeiro, 87, Jatiúca. Contato: 3013.2626.

* O prestigiado espetáculo “Topo da Montanha” será apresentado, de hoje a domingo, no Teatro Deodoro, protagonizado e produzido por Lázaro Ramos e Taís Araújo. A direção é de Lázaro Ramos e de Fernando Philbert. Informações: 3032.5210.

*A Semana dos Museus se encerra hoje, no Museu Théo Brandão. Às 8h30m tem a mesa-redonda “Museus e histórias controversas”, com Hildênia Oliveira, Cristina de Almeida Valença, Priscila Maria de Jesus, Elder Maia Alves e Fernanda Rechenberg.

*O projeto “Chá de Memória”, uma ação da programação mensal das comemorações dos 200 anos de emancipação política de Alagoas, recebe hoje a antropóloga Luitgarde Oliveira Cavalcanti Barros. No Arquivo Público de Alagoas, em Jaraguá, às 16 horas.

*Encerra-se hoje a exposição “Do lado de cá, do lado de lá”, da artista plástica Eugênia França, entre 8h30m e 18 horas, na Pinacoteca da Ufal, no Espaço Cultural, na Praça Sinimbu. Contato: 3214.1545 / pinaufal@gmail.com. Entrada gratuita.

 

*Para mobilizar a comunidade acadêmica para a campanha “Maio Amarelo”, em parceria com a SMTT, o Centro Universitário Maurício de Nassau, tem realizado ações educativas. Hoje, alunos de Pedagogia realizam o “Dia D”, na Rua Sandoval Arroxelas.

 

“A esperança nos juízes é a última esperança”

Rui Barbosa

Jurista brasileiro