Blog do Dresch

12 de Maio de 2017

Governo lança Portal do Bicentenário

             Com a presença da imprensa local, foi lançado ontem, pelo Secretário de Estado da Comunicação, Ênio Lins, o Portal Alagoas 200 anos, com informações históricas e fatos relativos aos 200 anos de emancipação do Estado. Segundo o secretário, todas as informações que dizem respeito, de alguma forma, ao processo do bicentenário da emancipação, serão verificadas e caso sejam verídicas e relevantes, serão disponibilizadas para o público. Além de informações históricas, o portal vai abrigar ainda fotos, músicas de autores alagoanos, filmes de cineastas locais e matérias jornalísticas.

Entidades estarão na votação

             Três pedidos de liminar foram concedidos pelo Ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, para que seus autores possam acompanhar, nas dependências do Congresso Nacional, a votação da reforma da Previdência. A decisão, no entanto, só vale para os membros das entidades que ingressaram com o pedido: Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pelo Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo (Sindilegis) e Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário. O acesso à Câmara dos Deputados está restrito desde a última segunda feira, quando o texto começou a ser votado na Comissão. Só parlamentares, servidores e pessoas cadastradas tem acesso livre. “A participação deve ser garantida pelos regimes democráticos, assim como deve se garantir a liberdade de locomoção e o acesso dos cidadãos aos espaços públicos a eles destinados, afinal, o melhor remédio contra a democracia é mais democracia” ressaltou Fachin no seu despacho.


Ruralistas aprovam vaquejada

             A bancada ruralista do Congresso Nacional fez valer sua força e aprovou por 366 votos a favor e 50 contra, a legalização da vaquejada em todo o país. Eram necessários 308 votos por ser uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC). O texto modifica o artigo 225 da Constituição, reconhecendo esses eventos como manifestações culturais. Agora a prática não será reconhecida como uma crueldade com os animais. A proposta ainda passará por um segundo turno na própria Câmara na semana que vem, e como já foi aprovada no Senado, poderá ser promulgada caso seja aprovada. A PEC foi necessária porque o Supremo Tribunal Federal decidiu, ano passado, que a vaquejada era ilegal por maltratar os animais.

O turismo de negócios

             Segundo dados divulgados pelo Maceió Convention & Visitors Bureau, Maceió já tem agendado 40 eventos corporativos captados para este ano. O número deve superar o alcançado no ano passado, quando foram realizados 48 eventos empresariais para Alagoas e que, por sua vez, atraíram 54 mil visitantes. Estes turistas garantiram a manutenção da ocupação da rede hoteleira de Alagoas ao longo da temporada. Assim, a taxa de ocupação, levantada pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH/AL) durante o ano foi de 70%.

O turismo de negócios 2

            Para o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, “o turismo de eventos é uma alternativa para movimentar o segmento na baixa temporada. Segundo o Ministério do Turismo, cerca de 75% dos turistas que viajam a trabalho se hospedam em hotéis ou pousadas. Esse é um dado bastante importante, uma vez que permite a apresentação de Alagoas como um Estado com localização privilegiada, rede hoteleira moderna e equipamentos estruturados” explicou o secretário.

Forçando delação de Cunha

             O Ministério Público Federal quer que o juiz Sérgio Moro aumente a pena aplicada ao ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em Março, ele foi condenado a 15 anos e 4 meses de prisão. Agora os procuradores querem a condenação de Cunha por crime de lavagem de dinheiro, pelo qual foi absolvido; Querem que o Juiz aumente a pena por causa das variáveis do crime; Pedem que o perdimento do produto do crime seja individualizado; e que seja fixado o valor de US$ 77,5 milhões como reparação pelos danos decorrentes dos crimes praticados.

Forçando delação de Cunha 2

           O ex-deputado Eduardo Cunha responde a outras duas ações penais. Uma tramita na 10ª Vara Criminal de Brasília, e é um desdobramento da Lava Jato. O deputado é acusado de envolvimento em um esquema de propina na liberação de recursos do FGTS. Em outra ação, Cunha responde pelo recebimento de propina de US$ 5 milhões em contratos de navios sonda para a Petrobrás. Responde ainda a uma ação civil de improbidade administrativa, também por contratos irregulares com a Petrobrás.

 

 

  • O concurso público para professores de escolas de tempo integral, deverá ofertar cerca de mil vagas na rede pública de ensino, segundo anúncio do governador Renan Filho.
  • A realização do concurso foi divulgada pelo governador no início da semana, e ontem ele falou sobre o número de vagas.
  • “O Estado há dois anos, não tinha nenhuma escola funcionando em tempo integral. Hoje temos 35 e a partir do próximo ano serão 50. Precisamos realizar um concurso público para convocar professores para atender essas escolas” disse Renan Filho.
  • Nas redes sociais, o governador também definiu que até o final deste mês de Maio, será publicado o edital do concurso público para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar.
  • Segundo ele, serão mil vagas para a PM e 150 vagas para os Bombeiros, sendo que o concurso será elaborado pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe), ligado à Universidade de Brasília (UNB).