Flávio Gomes

11 de maio de 2017

Estranho silêncio

Do historiador Marco Antonio Villa: “Não é possível entender o silêncio das presidências da Petrobras e do BNDES. Por que não divulgam a herança maldita que receberam? Desinteresse? Medo? Não é politicamente conveniente? Por que os brasileiros só tomaram — e continuam tomando — conhecimento das mazelas da Petrobras e do BNDES através dos inquéritos e processos judiciais? Por que os presidentes, ex-diretores e demais responsáveis não foram processados pelos novos gestores? Se o Executivo continua refém da velha ordem, o mesmo se aplica ao Legislativo. O Congresso Nacional se acostumou ao método petista de governar. Boa parte dos parlamentares é de sócios da corrupção. Receberam milhões de reais indiretamente do Estado. Venderam emendas constitucionais, medidas provisórias, leis e até relatórios conclusivos de comissões parlamentares de inquéritos. Tudo foi mercantilizado. E os congressistas participantes do bacanal da propina lá continuam. Desta forma, diversamente de outros momentos da nossa história (1961, 1964 e 1984-85), o Congresso não tem voz própria na maior crise que vivemos.”

Acerto

O governador Renan Filho demorou a decidir, mas tem sido elogiado pela escolha de Rodrigo Siqueira para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Rodrigo, ex procurador de Estado, é reconhecido por duas características marcantes – competência e serenidade – e ingressou no TC por concurso público.

Cacife

Renan Filho tem muitas obras a inaugurar até a eleição de 2018, quando deverá concorrer à reeleição. Um ponto positivo em seu favor, além de manter o Estado estável, do ponto de vista financeiro. Várias obras foram concebidas ou iniciadas pelo antecessor, Téo Vilela. Mas o que vale, politicamente, é a inauguração.

 

Por tabela

Quem vai ser beneficiado com isso é seu pai, Renan Calheiros, candidato à reeleição ao Senado. Será, sem dúvida, o ponto mais forte para Renan preservar o seu mandato de senador. Uma estrutura de governo influi muito numa campanha eleitoral. A não ser que o gestor esteja muito desgastado, o que não é o caso.

Proposta

Segundo Denise Rotthenburg, no “Correio Brasiliense”, Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado, trabalhará para alterar o texto da reforma trabalhista. “É preciso conversar, fazer uma atualização da lei que não seja entendida pela sociedade como imposição do capitalismo selvagem”, disse o senador alagoano.

Assistencialismo

O governo estadual está programando a distribuição, até o próximo ano, de milhares de cestas básicas, agora tecnicamente denominadas “cestas nutricionais”, através de recursos do Fecoep – Fundo de Erradicação da Pobreza. Os propósitos podem ser os melhores, mas o momento é delicado, por causa da campanha eleitoral.

Distinção

Márcia Morais Soutor Maior, médica alagoana, é uma das convidadas do Congresso de Cardiopediatria da Costa Oeste dos Estados Unidos, de 17 a 21 de maio, em Seattle. Filha do jornalista Bernardino Souto Maior, Márcia, nascida em Maceió, formou-se na antiga Escola de Ciências Médicas e hoje atua em Fortaleza.

Opinião

Do “Estadão”: “A Lava Jato corre riscos, sim, mas não os que são denunciados por seus integrantes. A maior ameaça está no comportamento imperioso de alguns procuradores e na absurda demora do Supremo para julgar os casos que lhe competem. É isso que contribui para desacreditar a Justiça.”

 

*O governador Renan Filho recebe hoje a imprensa para café da manhã no Museu Palácio Floriano Peixoto, 8h30m, para apresentar o Portal Alagoas 200 anos. Ênio Lins, secretário de Comunicação, diz que é mais um marco nas comemorações dos 200 anos de Alagoas.

*A Diteal abre hoje a programação do Dia Alagoano do Teatro, celebrado em 14 de maio, em homenagem a Linda Mascarenhas. A programação vai até domingo, no Teatro Deodoro. Hoje, 20 horas, haverá show com Leureny Barbosa e Wilma Miranda.

* A Delegacia da Receita Federal em Alagoas vai suspender hoje, das 7 às 13 horas, o atendimento ao público. Nesse período funcionará apenas o setor de protocolo. Depois das 13 horas os demais setores voltarão a atender, normalmente.

* Encerram-se hoje as inscrições da 5ª edição do Prêmio Gabriel Skuk de Fotografia e Ilustração Científica, iniciativa do Museu de História Natural da Ufal. O tema proposto é “Paisagens Alagoanas”. Interessados devem acessar premiogabrielskuk@gmail.com.

*Acontece hoje outra edição do Circuito de Autores, do Projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras, às 19 horas, no Teatro Jofre Soares, do Sesc Centro. Amanhã, no mesmo horário, a apresentação será na Uneal, em Arapiraca. O acesso é gratuito.

* As inscrições para o Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo seguem até 31 de maio. Informações: premiojornalismocientifico.al.gov.br / 98833.4370. Parceria

Secretaria da Tecnologia e Inovação, Fapeal, Maceió Shopping e Sindjornal.

 

*Estão abertas inscrições para o ‘BPA Eco Running’, corrida em trilha ou trail run, para policiais militares. A competição será no dia 11 de junho e está com 600 vagas ofertadas para os públicos civil e militar Contato: (www.contimeassessoria.com.br).

 

“O problema de Lula não é o juiz Moro, são as trapalhadas que andou fazendo”

Luiz Carlos Azedo

Jornalista