Sérgio Toledo

10 de Maio de 2017

A vida em movimento.

O ser humano nasce, vive e morre!

Nenhuma novidade. Todos nós sabemos. A diferença existe entre o nascer e o morrer. Cada um de nós irá fazer a sua diferença conforme seu juízo determinar.

Algumas pessoas viverão para se lamentar. Todos nós conhecemos alguém assim. Algumas pessoas viverão para fazer a diferença. Não para os outros e sim para si.

Um provérbio chinês diz: “o homem só envelhece quando os lamentos substituem seus sonhos.”

Sonhar não custa nada. É e será sempre gratuito. Porém a diferença se fará quando você coloca o sonho para se tornar realidade. Ter sonhos. Ter metas. Ter ambição. Sim, ambição no sentido bom da palavra e do ato. Progredir. Produzir. Sem prejudicar a ninguém nem ao meio ambiente.

Ter uma família. Filhos. Netos. Ah, todos vão ter. Sim. Porém, cada um deve valorizar cada pedaço da família. Família, tradicional ou não, será sempre família.

O neto Heitor filho de meu filho Bruno, está fazendo a diferença. Um ano de vida mudando a rotina de familiares. Do Bruno e da sua esposa, minha nora, Sofia.

Avô. Cada um será. Cada um irá sentir a sua maneira a presença do pequeno ser que vindo do seu filho ou filha irá mexer com o ambiente familiar. O nascer. O engatinhar. O ficar de pé e cair. O se machucar. Em fim: o primeiro ano de vida!

A semente germina e nasce dando continuidade a vida em movimento.