Roberto Baia

9 de Maio de 2017

Crise em Arapiraca

A Prefeitura de Arapiraca divulgou nesta tarde a primeira mudança no Governo tucano em Arapiraca. O engenheiro agrônomo José Julio de Almeida Filho, mais conhecido como Julio Houly, entregou o cargo de secretário de Agricultura e Meio Ambiente do município na última sexta-feira (5).

A saída de Houly provocou especulações dentro e fora do governo, já que era de domínio público que ele não andava satisfeito com falta de diálogo com o gestor municipal, além da ingerência de outro secretário em sua pasta.

 

“Desculpa”

Em nota oficial, divulgada no site da Prefeitura, o prefeito lamentou a decisão do agora ex-secretário, mas compreendeu suas razões. Teófilo fez questão de ressaltar o trabalho desenvolvido por Julio Houly nos primeiros meses de sua gestão, principalmente no atendimento aos agricultores do município, que sempre puderam contar com o empenho e o profissionalismo do então secretário.

 

Ações de Houly

“Ele esteve à frente de importantes ações como o fornecimento de água para 1.200 agricultores em 59 comunidades rurais; a construção e limpeza de barragens em 50 localidades; o preparo do solo para plantio em mais de 1.000 tarefas de terras; a compra de alimentos dos agricultores familiares cadastrados no Programa de Aquisição de Alimentos, além do cadastramento e posterior atendimento aos agricultores nos programas de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e Inseminação Artificial”, informou o prefeito.

 

Novo secretário

Quem passa a responder pela pasta é o servidor Roberto Amaral, médico veterinário, especialista em Controle de Qualidade em Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba e pós-graduado em Projetos e Análises de Investimento pelo Cesmac.

 

Morte de vereador

A Prefeitura de Craíbas decretou luto oficial durante três dias, a partir desta segunda-feira (8), quando todas as repartições públicas estão sem expediente. A medida foi tomada pelo prefeito da cidade, Ediel Leite, pelo assassinato do vereador Neirivan de Oliveira Silva, o mais votado nas últimas eleições.

“Neirivan Motos”, como era conhecido, foi socorrido por amigos e levado para o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca onde foi internado em estado grave e veio a falecer.

 

O assassinato

As causas reais do homicídio, praticado por um primo do vereador, identificado como Fabiano Rodrigues da Silva, de 23 anos, mais conhecido como “Biu do Som”. Eles estavam, nesse domingo, em um bar na Zona Rural do município quando, após uma discussão sobre política, Neirivan foi ao banheiro e recebeu três tiros no peito.

Nerivan estava em seu primeiro mandato e foi mais votado no pleito de 2016, com 1.342 votos. Além de vereador, era empresário do ramo de motocicletas.

 

As investigações

A Polícia Civil intensificou, desde as primeiras horas de segunda-feira (8), os trabalhos de buscas ao suspeito de assassinar o vereador que era investigado pela PC pelo crime de uso de documentos falsos durante o registro de candidatura nas últimas eleições. A apuração, que também envolve outros vereadores da cidade, ocorre a pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE). A investigação do caso político é comandada pelo delegado Gustavo Xavier.

 

Convênio

Um convênio para facilitar a vida do contribuinte do interior de Alagoas foi assinado na manhã desta segunda-feira (08), na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). O objetivo é levar para os municípios serviços da secretaria da Fazenda, como a emissão da nota fiscal avulsa. Hoje, apenas Maceió e Arapiraca oferecem o serviço.

 

Empreendedor

O convênio assinado entre AMA, Sefaz e Sebrae vai auxiliar o desenvolvimento econômico das regiões. “Esse foi um pleito trazido pela prefeita de Mar Vermelho, Juliana Almeida, atendido pela Sefaz, a quem agradecemos a parceria, e ao Sebrae, pela disponibilização da Sala do Empreendedor. Essa é uma medida que vai gerar mais renda dentro da própria cidade”, afirmou o presidente da AMA, Hugo Wanderley.

 

Notas fiscais

Após assinatura, as salas do Empreendedor poderão ser utilizadas também como base fiscal, possibilitando as emissões de notas fiscais e outros serviços como emissão de documentos de arrecadação e consulta a situação fiscal.

 

… Para o secretário George Santoro, o convênio vai possibilitar que a secretaria pulverize o seu serviço para todos os municípios, enquanto as prefeituras ficarão mais próximas da população ofertando um serviço importante.

 

… “Nesta primeira fase vamos prestar uma lista de serviços, como a emissão da nota fiscal avulsa. Mas haverá uma segunda fase do convênio em que novos serviços poderão ser incluídos”, explicou o secretário.

 

… O Sebrae destacou a importância do convênio para o desenvolvimento econômico dos municípios e a facilidade para o microempresário. “Essa medida vai facilitar a vida do empresário que não vai precisar mais sair da sua cidade para resolver suas questões com a Sefaz”, destacou o Marcos Vieira, superintendente do Sebrae.