Flávio Gomes

4 de maio de 2017

A “qualidade dos presos”

Josias de Souza, em seu blog: “Sergio Moro decidiu não comentar em público a nova realidade. Mas o blog recolheu afirmações feitas pelo magistrado em privado. Sem mencionar casos específicos, o juiz da Lava Jato afirmou que as críticas às prisões preventivas decretadas por ele não têm relação com a qualidade dos despachos. O que está em jogo, disse Moro, é a ‘qualidade dos presos’. Nessa versão, o incômodo se deve ao fato de que as grades de Curitiba guardam ‘presos ilustres’. Quanto aos procuradores da força-tarefa da Lava Jato, o grande receio é o de que ocorra um ‘efeito dominó’. Um dos investigadores enumerou os habeas corpus que entraram numa fila hipotética e estão esperando para acontecer na Segunda Turma do Supremo: Antonio Palocci, Eduardo Cunha e Renato Duque. No caso de Antonio Palocci, outro ex-gigante da era petista, os riscos potenciais à investigação são evidentes. Ex-ministro da Fazenda de Lula e ex-chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff, Palocci já sinalizou a intenção de colaborar com a Justiça. Disse a Moro que dispõe de lenha para alimentar as fornalhas da Lava Jato por mais um ano. O preso coça a língua porque vive a angústia do que está por vir. Sabe que sua pena não será leve.”

Barraco 

A desavença pública, na 2ª feira, entre o deputado e ministro Marx Beltrão e o prefeito de Teotonio Vilela, Joãozinho Pereira, mostra que o “balaio” político armado para a reeleição dos Renans Calheiros, pai e filho, ano que vem, não vai ser fácil de administrar. O senador e o governador assistiram, surpresos, à discussão.

Imprensado

O cerne do desentendimento entre Marx Beltrão e Joãozinho Pereira foi por espaço no grupo político do PMDB, do qual fazem parte, e que é liderado pelo senador Renan Calheiros e pelo governador Renan Filho. Marx questionou que em 2014 apoiava Renanzinho, enquanto Joãozinho estava com Benedito de Lira.


Cenário

A Falpes anunciou pesquisa de intenção de voto para o Senado, em Maceió. Heloísa Helena e Ronaldo Lessa lideram. Sem incluir Heloísa e Lessa: Benedito de Lira – 13,5%, Renan Calheiros – 12%, Teotonio Vilela Filho – 10,5%, Marx Beltrão – 5%, nenhum – 49%, não opinaram – 30%. Faltou incluir Heloísa Helena.

 

Cobrança

O senador Benedito de Lira (PP) criticou o colega Renan Calheiros por não indicar membros do partido à Comissão de Orçamento, atrasando os trabalhos: “Eles ficam zombando, o PMDB, no Senado Federal, sob a liderança do senador Renan Calheiros, que, se tem problemas com o governo do PMDB, é o governo dele”.

Resistente

 

O deputado federal Givaldo Carimbão foi assediado até por ministros, mas não arredou pé: reafirmou que votou contra a reforma trabalhista e votará contra a reforma da Previdência. Nem um encontro com Temer o fez mudar de ideia: “A proposta do governo é tirar de quem não tem, para dar a quem tem. Tô fora,”

Ainda bem

Na condição de prefeito do município, Rogério Teófilo (PSDB) participou, em Arapiraca, do evento de entrega de viaturas e equipamentos à Secretaria de Segurança Pública, ao lado de Renan Calheiros, Renan Filho e Luciano Barbosa, maiores lideranças do PMDB, partido adversário. Prevaleceu, contudo, a cordialidade.

Mensagem

Site “Migalhas”: “Na teoria da conspiração, alguns veículos justificam o HC dado a José Dirceu como sendo um recado a Palocci. Recado de que a porta da frente pode ser aberta sem que seja preciso delatar. Na engenharia conspiratória, instituições financeiras e emissoras de televisão estariam temendo a delação e foram elas que teriam pressionado os ministros do Supremo a soltar José Dirceu.”

 

 

* José Dirceu, Eike Batista, José Carlos Bunlai e Pedro Genu… Em 10 dias, os quatro, todos enrolados até o pescoço em falcatruas pesadas, ganharam a liberdade por decisão do ministro Gilmar Mendes. O sentimento de impunidade nunca foi tão forte no Brasil.

*Acontece hoje, pela primeira vez em Maceió, o evento “Liga dos Vendedores”, voltado ao mercado de vendas, organizado por Fabrício Medeiros, Leandro Branquinho e Ricardo Ventura. Das 18 às 22 horas, na Unidade Farol da |Universidade Maurício de Nassau.

*Encerram-se hoje as inscrições para a chamada pública do Concerto aos Domingos, que selecionará projetos que visem formar plateia em Alagoas para a música erudita e brasileira. É uma iniciativa do Instituto Histórico, com apoio da Braskem e da Secult.

 

*Será aberto hoje o fórum “Reinventando Alagoas, reinventando cidades”, às 19 horas, na sala de música do Complexo Cultural Teatro Deodoro. A programação conta com palestra, show e feira de artesanato. A entrada é gratuita. Contato: 98819.5010.

 

*A secretaria estadual da Educação realiza, hoje, a cerimônia de conclusão do curso de alfabetizandos do Programa Brasil Alfabetizado (PBA)/Uma Escola em Cada Esquina. O evento terá início às 9 horas, no auditório do Planetário, em Arapiraca.


*A Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária inicia hoje a emissão de carteiras de trabalho no posto de atendimento do Sine Maceió, ao lado da Estação Ferroviária, no Centro. Atendimento de 2ª a 6ª feiras, das 8 às 14 horas.

 

 “Antes de pensar na Presidência, Lula precisa deixar de ser réu.”

Dora Krammer

Jornalista