Flávio Gomes

3 de Maio de 2017

Greve geral?

De André Braga, no portal “Diário do Poder”: “…Urge, mais do que nunca, que se tomem às rédeas da nação. Não é razoável imaginar que do orçamento nacional, nada ou pouco reste para investimento em saúde, educação, segurança e saneamento básico. É um contrassenso admitir que mais de 50% de nossos municípios não tenham redes regulares de esgoto. Claro, isto implica em crise hídrica, elétrica, enfim, na saúde e por sua vez na educação e daí na segurança; isto sem falar nos desvios e fraudes de toda a natureza. Este é um dia para reflexão. Quantos se abstiveram de produzir nas escolas, nos hospitais, indústria e serviços? Quatro dias de paralisação não se justifica em lugar nenhum do mundo, mormente num país que precisa mais do que com urgência sair do UTI; nada obstante, agindo de tal modo, vivemos o verdadeiro salve-se quem puder e os que podem, revelam as estatísticas, já estão saindo do Brasil, também, pudera, com a iminência das eleições majoritárias estamos à beira de um caos político, administrativo e também do Poder Judiciário; esperemos as próximas delações, quiçá, as eleições.”

Ampliação

Segundo a “Folha de São Paulo”, as delações premiadas estão chegando ao Judiciário. O jornal revela que executivos da OAS irão denunciar dois ministros do STJ: Humberto Martins, nosso conterrâneo, vice-presidente do órgão, e Benedito Gonçalves. É citado ainda o advogado Eduardo Filipe, filho de Humberto.

Punição

O senador Fernando Collor (PTC/AL) ganhou outra ação judicial contra jornalistas, por acusações julgadas improcedentes. Franklin Martins, ex-ministro das Comunicações, e Marcone Formiga, editor da revista “Brasília em Dia”, foram condenados a lhe pagar R$ 300 mil. O ex-ministro acusou Collor em entrevista à revista.

Agradecimento

No final de semana, os deputados federais Nivaldo Albuquerque (PRP), Arthur Lira (PP) e Pedro Vilela (PSDB) foram cumprimentados, publicamente, em notas publicadas pela Federação das Indústrias de Alagoas e pela Associação Comercial de Maceió. Razão: os votos deles em favor da reforma trabalhista.

 

Ao cotidiano

Depois de duas semanas de férias, o prefeito Rui Palmeira voltou às atividades. Ontem já foi às ruas, visitar obras. Na próxima 2ª feira, 8, Rui dará entrevista ao jornalista Plínio Lins, na “Conversa de Botequim”, às 20 horas, no Restaurante do Zezé, no Stella Maris. Quem sabe confirma se disputará o governo?

Repartindo

O prefeito de Pão de Açúcar, Flávio Almeida (PMDB), anunciou que, desde abril e até o final do seu mandato, distribuirá com entidades filantrópicas do município os R$ 13 mil que recebe do erário para exercer o cargo. Ex-PM e advogado, Flávio gastou cerca de R$ 5 milhões na campanha, pelo que se diz por lá.

Registro

A última edição da revista de bordo da Azul traz matérias com o alagoano Ronaldo Tenório, que criou aplicativo, premiado pela ONU, que traduz texto e voz para a língua brasileira de sinais, e André Generoso, do restaurante Divina Gula. Registra, também, ações da empresária Alcione Albanesi no sertão alagoano.

Fogo amigo?

Circula na internet vídeo em que, em ato da CUT, em São Paulo, 6ª feira, um manifestante bradou: “Lula virou o caixeiro viajante da Odebrecht. Virou menininho de recados da Odebrecht e se vendeu à burguesia. Traidor do peão não merece perdão. É prisão para o Lula e para todos os corruptos! Lula, ladrão! Seu lugar é na prisão!”

 

 

*A secretaria estadual do Desenvolvimento Econômico e Turismo, em parceria com o Grupo Aliansce, está com nova exposição fotográfica sobre Alagoas, até 22 de maio, no Parque Shopping. São 21 fotos, como parte da campanha #Alagoastefazfeliz.

*Começou ontem a nova edição do Programa de Recuperação Fiscal, da Prefeitura de Maceió. O Prefis dá oportunidade para cidadãos inadimplentes conseguirem regularizar imóveis, aproveitando redução do ITBI. Contato: www.maceio.al.gov.br. Até junho.

*O Museu da Imagem e do Som recebe hoje a exposição fotográfica “Arretada Labuta”, do jornalista e repórter fotográfico Pablo de Luca. As imagens foram realizadas em Alagoas entre os anos 2002 e 2016. A mostra tem 28 obras e vai até 31 de maio.

*Entre 22 e 27 de maio o Sebrae/Arapiraca realiza o Seminário Empretec, metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas e aplicada no Brasil exclusivamente pela instituição. Podem participar empresários ou qualquer pessoa interessada.

* Estão abertas inscrições para o 11º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, exclusivamente pelo portal da SAE Brasil – www.saebrasil.org.br, sobre temas relativos à tecnologia da mobilidade nas áreas automobilística, aeroespacial, naval e ferroviária. Até 31 de maio.

* A exposição “Naïf Tânia”, com peças produzidas pela artista plástica Tânia Maya de Pedrosa, continua aberta à visitação, até sábado, 6 de maio, no Complexo Cultural Teatro Deodoro. O seu trabalho é estritamente baseado na cultura popular brasileira.

*Mesmo com a imposição de torcida única, o primeiro jogo das finais do Campeonato Alagoano, domingo, mobilizou 500 policiais. E o estádio nem lotou. No clássico, mais uma vez “insosso”, deu CRB 1×0 CSA. Domingo próximo, a torcida será só do CSA.

 

“Não é papel do Exército derrubar nem fiscalizar governo”

Eduardo Villas Bôas

General Comandante do Exército brasileiro