Flávio Gomes

29 de abril de 2017

Depois da crise

Do senador Cristovam Buarque (PPS/DF): “A Lava-Jato trouxe perdas econômicas e políticas ao abalar a credibilidade de grandes empresários e políticos, mas pode provocar o aprendizado de que a indecência tem custo. É possível esperar que as empresas pós-crise serão mais eficientes, o eleitor será mais cuidadoso e os candidatos mais éticos. Desperdícios de recursos, baixa taxa de natalidade e crescente aumento na expectativa de vida exigem reforma da Previdência. Muitos se opõem a ela, mas depois de realizada terá sustentabilidade e acabará com tratamentos desiguais. Em nome de proteger direitos aos trabalhadores empregados, o conservadorismo impediu que o Brasil se adaptasse ao avanço tecnológico, condenando o país a baixas produtividade e competitividade. Se bem feitas, as reformas trabalhistas vão permitir que a economia seja mais eficiente e sintonizada com as exigências do avanço tecnológico. Mas, se ficarmos prisioneiros do passado, defendendo privilégios daqueles que já participam do setor moderno em esgotamento, e o Brasil permanecer na crise por longos anos, continuando a disputa política, sem compromissos com a verdade, sem espírito público, nem visão de longo prazo, saltaremos da crise para a decadência, e desta a uma desagregação social da qual já sentimos sintomas.”

Avaliação

As manifestações de ontem, Brasil afora, de greve geral não tiveram nada. Uma parcela insignificante dos que não foram trabalhar efetivamente foi às ruas. O restante dos “grevistas” preferiu o ócio domiciliar ou o lazer do feriadão. O movimento surtiu efeito porque, com vias obstruídas, milhões não puderam trabalhar.

 

Provocação

Ex-senadora Heloísa Helena, cutucando os pró Lula que foram às ruas: “Não podemos deixar de protestar e exigir a preservação de direitos duramente conquistados por que os oportunistas querem hastear as bandeiras que jogaram na lama da corrupção e da omissão quando a conveniência política mandava”.

 

Posição

A propósito da operação da Polícia Federal que apreendeu, ontem, dois computadores e outros equipamentos em sua residência, o deputado estadual Inácio Loiola (PSB) emitiu nota, assim concluída: “Aguardo o resultado da perícia atestando a minha idoneidade para continuar trabalhando em benefício do povo alagoano”.

 

Conforto

Renan Filho não vai aderir à recuperação fiscal proposta pelo governo federal: “Alagoas gerou, proporcionalmente à sua receita, o maior superávit primário no ano passado. Seguiremos trabalhando para ficar longe desse sistema de recuperação fiscal, que pune muito os servidores e atrapalha a segurança institucional”.

 

Desconforto

De Bernardino Souto Maior, na coluna “Ponto a Ponto”, do Jornal de Arapiraca: “O novo centro de pesquisas da Embrapa, aprovado há um ano pelo conselho nacional da instituição, que deveria ser construído em Alagoas, continua no papel. Seria em Rio Largo. O governo não tem recurso para fornecer a contrapartida.”

 

Ao trabalho

A próxima 2ª feira, 1º de maio, é feriado pelo Dia do Trabalho, mas não para Álvaro Vasconcelos, secretário da Agricultura, e sua equipe. Às 9 horas, na Fazenda Alfredo de Maya, ele comanda a primeira etapa deste ano da campanha contra a aftosa. Participa, também, o presidente da AMA, Hugo Wanderley.

Agenda

Hoje, a partir das 14 horas, o Centro de Amor à Vida realiza um debate sobre bullyng e depressão em adolescentes, na sede do Conselho Regional de Psicologia. À frente, os psicólogos Arnaldo Santtos, Clarissa Gomes e Wellington Fernando. Será exibida parte do filme “Um grito de socorro”. Contato: 9.8879.2710.

 

*O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas alerta que se encerra na próxima 3ª feira, 2 de maio, o prazo estabelecido pelo TSE para entrega da prestação de contas anual do exercício financeiro dos diretórios partidários. Não haverá prorrogação.

* A IF Marketing participa do Encontro Brasileiro de Administradores e Acadêmicos de Administração, hoje e amanhã, em Natal, com o “Desafio Insano – da ideia à pratica em 72 horas”. A publicitária Ilka França será a responsável pela apresentação.

*O “Samba de Primeira” anuncia para este sábado apresentação do sambista carioca Diogo Nogueira, a partir das 22 horas, no Orákulo, em Jaraguá. A abertura do show terá a participação da alagoana Wilma Araújo. Informações: 9.9951.1243

* “Vinte motes do Catunda” é o espetáculo a ser apresentado, neste sábado, no Teatro Deodoro, pelo poeta paraibano Jessier Quirino, em mais uma visita a Maceió. A apresentação se inicia às 20 horas, com ingressos a R$ 70,00. Contato: 9.9908-1035.

*Neste domingo, a partir das 16 horas, o Restaurante Namoa (antigo Bar do Alípio), no Pontal da Barra, sedia um encontro de samba, festejando aniversário do sambista Yaldo Leite, com participação de vários grupos. Informações: 9.9981.4018.

*Até o próximo dia 2 de maio, 3ª feira, o Ministério Público do Trabalho promove, no Maceió Shopping, a exposição fotográfica “Trabalhadores”. A mostra apresentará ao público trabalhos de Geyson Magno, André Esquivel e Walter Firmo. Acesso gratuito.

 

“Da próxima vez acordem mais cedo, vagabundos”

 João Dória Júnior

 Prefeito de São Paulo, aos manifestantes que queriam impedir que ele saísse de casa ontem – ele já estava na prefeitura, desde cedo