Roberto Baia

26 de abril de 2017

Limpeza total

limpeza total 600x300 c - Limpeza total

 Finalmente, após quatro meses de agonia e aflição, os moradores do bairro Baixa Grande comemoram a retirado do lixo jogado em um terreno baldio da Prefeitura de Arapiraca que foi transformado na gestão passada em uma Central de Entulhos. Durante meses, os moradores do populoso bairro estavam sendo obrigado a conviverem com ratos, escorpiões e insetos, além da fedentina que vinha do lixão.

Os moradores apelaram para o bom senso dos governantes municipais e fizeram até abaixo-assinado. Seus apelos foram, finalmente, atendidos e a atual prefeito Rogério Auto Teófilo mandou limpar o local. Menos mal.

 

Palmeira 1

Com informações da Ascom – A Secretaria Municipal de Educação possui 16 ônibus escolares e todos estão sem funcionar. Após a divulgação de um laudo, solicitado pela Prefeitura, o resultado foi que não existe a mínima condição de colocar os veículos em linha para servir aos estudantes da rede municipal de ensino. Muitos deles estão sem freio, sem pneus, sem caixa de marchas e sem bateria. Para resolver este problema o prefeito Júlio Cezar assinou ontem (24) à noite um contrato de prestação de serviços de manutenção de veículos com a empresa palmeirense Guilhermino dos Santos-ME.

 

Palmeira 2

Para o prefeito, faltou zelo com o patrimônio público daqueles que tinham a responsabilidade de cuidar. “Primeiro estamos fazendo uma denúncia de responsabilidade civil, porque os ônibus ficaram em péssima condições por falta de manutenção e conservação. Agora, quero parabenizar o nosso departamento de licitação da prefeitura que acabou de fechar o contrato com mais uma empresa do município de Palmeira, e que ganhou a concorrência de dispensa emergencial. Estamos cumprindo o que prometemos, da prefeitura voltar a ter crédito e poder contratar as empresas locais, fazendo girar o dinheiro dentro da nossa própria cidade”, informou Júlio.

 

Palmeira 3

O empresário Guilhermino dos Santos, mais conhecido como Pequeno, disse que é muito bom poder trabalhar para a Prefeitura, e que agora sente mais segurança porque sabe que vai trabalhar e receber por isso. “Antes, a gente não tinha vez. Mas hoje, com esta nova administração, nós empresários locais sentimos muito prazer em trabalhar para a prefeitura. Primeiro porque o dinheiro fica aqui mesmo, girando na cidade, e segundo porque temos a certeza e a palavra do prefeito de que vamos receber pelos nossos serviços. Isso é muito bom porque nos dá mais segurança. Quero parabenizar o prefeito Júlio Cezar e toda a sua equipe de compras, que estão fazendo um trabalho que beneficia os empresários locais”, comemorou o empresário.

 

Sessão itinerante

Por falar em Palmeira, a Câmara Municipal realiza nesta quarta-feira (26), na Escola Estadual Graciliano Ramos, às 9h, a sua primeira Sessão Itinerante. O projeto consiste em levar os trabalhos do Legislativo às comunidades, e dá início a uma nova etapa no processo de aproximação entre a Casa de Leis e a população.

 

Iniciativa

A iniciativa foi da vereadora Adelaide França (PMDB), através de requerimento aprovado por unanimidade por seus pares logo no início desta legislatura. Segundo ela, o objetivo é estimular a participação popular. “A intenção é despertar nos jovens o interesse pela política. Precisamos atrair pensamentos novos, uma vez que nossa cidade é carente de lideranças políticas”, disse.

 

Positivo

O presidente da Mesa Diretora, vereador Júnior Miranda (PSL), avaliou como positiva a realização do evento. “Vamos dar continuidade a essa iniciativa. Levaremos a Câmara a todos os bairros de Palmeira dos Índios para, além de ouvir, sentir na pele os reclames de cada cidadão e buscar os meios de solucioná-los”, destacou Miranda, estendendo o convite para toda a sociedade.

 

Participação popular

Ainda de acordo com a autora da propositura, a realização periódica das Sessões Itinerantes irá estimular a participação popular para que os legisladores possam atuar em maior sintonia com o interesse público. “É uma oportunidade para que a população em geral tome conhecimento dos trabalhos realizados pelos vereadores. Consequentemente, irá provocar uma imediata resposta das ruas com os cidadãos colaborando cada vez mais com nossas atividades”, revelou Adelaide França.

A Sessão Itinerante irá seguir o mesmo expediente que ocorre na sede da Casa de Leis, com leitura, apreciação e votação de Projetos de Leis, Requerimentos, e demais proposituras. Para que o Projeto vá a qualquer comunidade, basta enviar uma solicitação à Câmara Municipal.

 

Revitalização do Centro

Na noite da última segunda-feira, 24, no auditório do Sebrae, a presidenta da Câmara de Dirigentes Lojistas de Arapiraca, Tânia Nubia, participou do evento em que o prefeito Rogério Teófilo apresentou o projeto para revitalização do centro comercial da cidade.

O Shopping Center a Céu Aberto, como está sendo chamado, terá investimentos de R$11 milhões, já garantidos pelo Ministério do Turismo, e englobará a Rua Aníbal Lima, Praça Manoel André e Calçadão da Praça Bom Conselho.

 

Escada rolante

Com o projeto, o centro comercial passará a ter um estacionamento para 600 carros e 800 motos, videomonitoramento, ampliação do calçadão, sanitários climatizados e a implantação de uma escada rolante.

 “Este é um projeto que foi criado há dois anos e que recebeu agora com o prefeito Rogério Teófilo algumas novidades, contemplando ainda mais os nossos lojistas e os clientes. Estamos otimistas e o comércio está muito feliz. Em breve teremos um Centro moderno, lindo e mais seguro”, comentou Tânia Nubia.

 

 

…. O prefeito Rogério Teófilo tem em mãos um excelente projeto para revitalizar o Centro de Arapiraca. Antes, deve, para a alegria de milhares de moradores dos bairros Alto do Cruzeiro e Caititus, tapar e recapear as ruas que foram esburacadas para implantação do saneamento básico.

 

… Teófilo fala, nesse projeto da área central da cidade, em implantar até uma escada rolante. Que bom. Mas antes deve, com toda certeza, promover a retirada de lixões que estão em espalhados por vários bairros.

 

… Pelo menos já demonstrou boa vontade em, depois de um período de quase quatro meses, retirar o lixão da área onde funcionava a Central de Entulhos, no populoso bairro Baixa Grande. Naquele local, os moradores estavam expostos a doenças, isso sem falar em insetos, ratos e escorpiões que ameaçavam as famílias que moram naquela área.