Roberto Baia

23 de abril de 2017

Crime em Craíbas

crime em craibas 600x300 c - Crime em Craíbas

O delegado regional de Arapiraca, Gustavo Xavier, informou, na manhã de quinta-feira (20), que concluiu o inquérito policial, que apurou crime eleitoral cometido durante o registro de candidatura ao cargo de vereador do município de Craíbas, em 2016.

 

O Inquérito foi instaurado por requisição do Ministério Público Estadual da 22ª Zona Eleitoral de Arapiraca, atendendo determinação do juiz André Gêda Peixoto Melo.

 

Histórico falso

Gustavo Xavier, que também responde pelo 62° distrito policial de Craíbas, esclareceu que durante as investigações, foi apurado que uma vereadora eleita fez uso de um histórico escolar falso para comprovar escolaridade de nível médio completo, quando na verdade a vereadora possui apenas a 4° série do ensino fundamental.

 

Documento falso

De acordo com o delegado, na conclusão do inquérito, a vereadora foi indiciada pelo crime de uso de documento falso para fins eleitorais e indiciou também um homem pelo crime de falsificação de documento público para fins eleitorais.