Blog do Dresch

6 de abril de 2017

Renan rouba a cena em jantar do PMDB

renan rouba a cena em jantar do pmdb 600x300 c - Renan rouba a cena em jantar do PMDB

              Ao participar de um jantar na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) com toda a bancada do partido, o senador alagoano Renan Calheiros roubou a cena. Mostrou claramente sua posição crítica em relação ao governo de Michel Temer. Disse que o presidente está “sem ter para onde ir”. Aos companheiros da bancada disse Renan: “se continuar como está, o governo vai cair para um lado e o PMDB para outro”. Vários senadores concordam com a posição do senador alagoano, mas outros dizem que é uma posição pessoal de Renan. No entanto, muitos senadores reclamaram da pressão feita pelo Palácio do Planalto pela aprovação da reforma da Previdência.

Roubando a cena 2

           O jantar contou com a presença dos ministros Dyogo Oliveira (Planejamento) e Helder Barbalho (Integração Nacional), do ex-presidente José Sarney (que apoiou as posições de Renan) e sua filha Roseane e ainda Roberto Requião (PR), Raimundo Lira (PB), Romero Jucá (RR), Jáder Barbalho (PA), Rose de Freitas (ES), Valdir Raupp (RO), Marta Suplicy (SP), Elmano Férrer (PI), Hélio José (DF), Dário Berger (SC) e Garibaldi Alves (RN). O presidente do Senado, Eunício de Oliveira (CE) não compareceu ao jantar.

 

Uma Páscoa inflacionada

              A tradição consumista da Páscoa exige a presença dos tradicionais produtos do período. Antes, apenas a contemplação de um momento religioso importante para o Cristianismo, mas atualmente a Páscoa tornou-se uma festa com ovos de chocolate, vinhos, mesa farta e para muitos, momento de se presentear familiares e amigos. Uma pesquisa de preços realizada em Maceió, mostrou uma variação considerável em muitos itens, justificados pelo aumento do dólar para alguns casos (como o salmão, enlatados e especialmente o bacalhau) e o aumento correspondente à inflação para os produtos nacionais como ovos de Páscoa, chocolates diversos, vinhos, peixes, camarão e outros. Segundo pesquisa elaborada pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), a caixa de bombom subiu 11,86% em relação a 2016, os ovos aumentaram 15,88% e os vinhos nacionais subiram em média 4,86%. Preços verificados em estabelecimentos comerciais de Maceió na última semana. Se o consumidor procurar, estender a pesquisa, com certeza, encontrará produtos a um preço mais adequado e poderá fazer uma boa economia. Outra dica importante é não deixar as compras para última hora, o que, inevitavelmente, é outro fator de aumento de preços.

 

44 anos de cadeia

           Advogados do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, estimam que ele poderá ser condenado a 44 anos de prisão pelos crimes de corrupção, associação criminosa e lavagem de dinheiro, e que desviaram mais de R$ 350 milhões em contratos de obras públicas no seu estado. Essa previsão, no entanto, está condicionada ao sucesso de um acordo de delação premiada de Cabral com o Ministério Público Federal. Se a delação não der certo, a pena a ser imposta deve superar os 50 anos de cadeia. Preso desde novembro do ano passado, o ex-governador carioca já foi denunciado por 184 crimes.

44 anos de cadeia 2

               Nos últimos dias, surgiram informações de que advogados de Sérgio Cabral teriam procurado autoridades da Operação Lava Jato, para negociar sua colaboração, com informações que poderiam atingir membros do Poder Judiciário e do Ministério Público Estadual e políticos cariocas. Mas alguns procuradores da República revelaram que a negociação com o ex-governador ainda está em fase inicial, e que Cabral precisaria dispor de muitas informações novas, uma vez que outras delações sobre casos de corrupção estão em fase de conclusão, como é o caso que envolve conselheiros do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro.

Adutora da Bacia Leiteira

               Nas próximas semanas, o Governo de Alagoas vai dar início ás obras da segunda etapa da adutora da Bacia Leiteira, quando serão implantados 14 novos reservatórios, reforçando o abastecimento de água em 19 municípios do sertão alagoano. O objetivo é atender a quase 250 mil pessoas. De acordo com a Secretário de Infraestrutura, Maria Aparecida, a segunda etapa das obras já está licitada e contratada. “Agora estamos nos últimos ajustes para que possamos assinar a ordem de serviço e os trabalhos serem iniciados” destacou ela.

Adutora da Bacia Leiteira 2

            Segundo a secretária de Infraestrutura, agora serão executados 103 quilômetros de adutora e construídas três estações elevatórias, sendo uma em Santana do Ipanema, outra em Poço das Trincheiras e uma terceira no Povoado Agreste, em Monteirópolis. Na segunda etapa serão construídos 14 novos reservatórios e estações de tratamento de água que abastecerão todo o sistema. Todos situados em pontos estratégicos, garantindo o fornecimento de água para os 19 municípios que compõem a Bacia Leiteira de Alagoas.

  • Mesmo com a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, e suas consequências diversas (como fechamento de frigoríficos e suspensão nas exportações de carne para alguns países), as vendas de carne bovina, suína e de frango para o exterior aumentaram em Março.
  • De acordo com dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços, houve alta de 4,4% nas vendas em comparação com março do ano passado.
  • Essa comparação é feita através da média diária, que leva em conta o valor negociado por dia útil.
  • Separadamente, as exportações de carne bovina foram as únicas a registrar queda no mês. Houve um recuo de 6,1% em relação a março de 2016, segundo o critério da média diária.
  • Também registrou-se queda no valor total exportado em todo o mês de março, que ficou em US$ 404 milhões, diante US$ 411 milhões de março do ano passado.