Blog do Dresch

28 de Março de 2017

O grão como alternativa à cana-de-açúcar

                   Começou ontem, e se estende até o dia 31 (sexta feira), o segundo Seminário de Grãos de Alagoas, promovido pela Secretaria de Agricultura com o apoio do Sebrae. O objetivo do encontro, segundo o coordenador da comissão de grãos da Secretaria, Hibernon Cavalcante, é mostrar aos produtores alagoanos a potencialidade de grãos como milho e soja, não apenas para o abastecimento interno, mas também para a exportação. Entre os temas a serem abordados estão, a agricultura de precisão, integração lavoura, pecuária e floresta, plantio direto, comercialização e financiamento de grãos, tecnologia de acondicionamento de sacas e vários outros. O seminário acontece no auditório da Federação da Agricultura.

 

Megademissão nos Correios

                   Com um prejuízo acima de R$ 500 milhões nos dois primeiros meses do ano, o com o baixo número de adesões ao plano de desligamento voluntário (PDV), a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, estuda a possibilidade de encontrar uma brecha na estabilidade dos funcionários e fazer “demissões motivadas” para reduzir o quadro de pessoal. A queixa é de que a folha de pagamento aumentou de R$ 3 bilhões em 2006, para R$ 7,5 bilhões em 2015. Os custos trabalhistas subiram de 49% para 62% dos gastos totais. Já o “tráfego de objetos” caiu de 8,6 bilhões para 8,2 bilhões por ano. Atualmente os Correios têm 117 mil empregados. Em Janeiro abriu um PDV, na expectativa de atrair 8 mil funcionários, mas somente 5,5 mil aderiram. Nos últimos dois anos o prejuízo acumulado atingiu R$ 4 bilhões e não dá sinais de reversão. O presidente da empresa, Guilherme Campos confirmou a existência dos estudos, mas assegurou que nenhuma decisão foi tomada até agora. A Fentect, principal federação dos empregados realiza hoje (terça feira) uma reunião em Brasília com seus sindicatos. Para os empregados, a situação se agravou com a má gestão e a ingerência política feita no governo Temer.

 

Debates das reformas

                   As comissões permanentes da Câmara dos Deputados retomam seus trabalhos com as reformas da Previdência e a Trabalhista, sem deixar que os desdobramentos dos casos de corrupção, de delação premiada, e agora da qualidade da carne exportada ofusquem os trabalhos. A Comissão que trata da PEC da Previdência realiza hoje a última audiência pública. O tema da discussão será o impacto da reforma no orçamento público do país. As propostas também devem ser debatidas nas Comissões de Seguridade Social e da Família e na Defesa dos Direitos do Idoso.

Debates das reformas 2

                   Por sua vez, a reforma trabalhista, que já suscitou tanta discussão, vai pautar os trabalhos da Comissão do Trabalho, e prossegue com o debate na comissão especial sobre o tema, que realiza esta semana, outra audiência pública para discutir o direito comparado. Nessa audiência deverão participar representantes do Tribunal Superior do Trabalho (TST), institutos de pesquisa econômica e demográfica, além de representantes da Organização Internacional do Trabalho (OIT).  

Veneno contra o derrame

               Uma proteína encontrada no veneno de uma espécie de aranha pode minimizar os danos cerebrais após um AVC (acidente vascular cerebral) também conhecido como derrame. Esse foi o resultado de uma pesquisa realizada por pesquisadores australianos e publicada em uma revista científica nacional. Os AVCs matam seis milhões de pessoas por ano no mundo e deixam outras cinco milhões com sequelas permanentes. Os cientistas, da Universidade de Queensland, se interessaram pelas poderosas toxinas produzidas por um tipo de aranha.

Veneno contra  derrame 2

                 Os cientistas descobriram que uma proteína, a Hi1a, que bloqueia os canais de íons no cérebro, que são elementos essenciais nos danos cerebrais após o AVC. Segundo um dos pesquisadores, “acreditamos ter encontrado, pela primeira vez, uma forma de minimizar as consequências do derrame” explicou Gleen King, um dos integrantes do grupo. Existe uma grande expectativa quanto ao potencial da molécula para futuros tratamentos. Até agora foram feitos experimentos em camundongos, e os testes em humanos devem começar em dois anos.

Salvem o Guaiamum

                   Adeptos do caranguejo Guaiamum com uma cervejinha gelada terão de buscar alternativas de tira-gosto. A partir de 30 de Abril, estará proibida sua comercialização em bares e restaurantes de todo o país. A captura e a comercialização da fêmea já estava proibida há oito anos, como forma de proteger a espécie. Agora, dentro de um mês, nem fêmea nem macho poderão constar do cardápio. O caranguejo Guaiamum é mais procurado pelo seu sabor por inteiro, enquanto que seu parente, o caranguejo Uçá, é o preferido pela pata, maior e com mais carne.

 

 

  • A um custo estimado em R$ 64 milhões, o governador Renan Filho assinou ontem a ordem de serviço para a construção do Hospital Metropolitano, na Via Expressa, na parte alta da cidade.
  • A unidade, voltada a atender especialmente a população dos bairros do Tabuleiro e de municípios próximos, contará com 180 leitos, sendo 100 para atendimento clinico, 20 para UTI adulto e pediátrico, e 20 de UCI e UTI Neonatal. Outros 40 leitos serão destinados a atendimentos clínicos e ginecológicos, obstétricos e para partos normais.
  • A meta da Secretaria de Estado da Saúde é de realizar 10 mil consultas por mês. Também garantirá ais de 17 mil exames de imagens e laboratoriais e mais de 1.200 internações mensais.
  • O Hospital Metropolitano terá uma área construída de 13.904,19 m2, e segundo Renan Filho, a obra funcionará em três turnos, segundo garantia da construtora que venceu a licitação.
  • Os recursos para a construção e para equipar o Hospital são provenientes do Fundo Estadual de Combate à Erradicação da Pobreza (Fecoep) e de emendas parlamentares.