Roberto Baia

16 de Março de 2017

Protesto em Arapiraca

Estudantes e Sinteal Arapiraca se unem a indígenas e a população para o protesto cívico no centro da cidade.

Aconteceu, na manhã de ontem, passeata popular em repúdio à nova regra para a aposentadoria da Previdência Social. Pela Rua Domingos Correia o carro anuncia o desespero dos  professores, médicos, estudantes, donas de casa e trabalhadores rurais e da cidade.

 

Aposentadoria

A lei, que está para ser aprovada, proposta pelo governo Temer, propaga os alto falantes; não vamos nos aposentar. Se a expectativa de vida, aqui no nordeste é de apenas 60 anos, como podemos aceitar a idade mínima de 65 anos para a gente ter direito a aposentadoria.

 

Vão interromper

Nossos jovens vão ter que começar a trabalhar aos dezesseis anos, e vão ter que interromper os estudos, para poderem contribuir os 49 anos como este governo quer.

 

“Limpeza” em Arapiraca

Com Assessoria de Comunicação: Na manhã de ontem, quarta-feira (15), mais uma ação envolvendo as polícias Civil e Militar  e o Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), em cumprimento a 50 mandados de busca, apreensão e prisão expedidos pela 17ª Vara Criminal, resultou na detenção de 16 pessoas (uma em Arapiraca), sendo três menores. Quatro entraram em confronto, foram feridas e morreram.

 

 

A operação

Durante a operação , que teve incursão em vários bairros de Arapiraca, sendo o maior número de alvos no bairro Manoel Teles, foram subtraídos cinco revólveres calibre 38, com munições intactas e deflagradas. Além disso , com os suspeitos a polícia encontrou pouca quantidade de maconha e dinheiro, além de cartas e listas de contabilização da clientela do tráfico.

 

Coletiva

Quando a coletiva já havia iniciado, a cúpula recebeu a informação de que três homens tentavam fugir em um táxi. Por alguns minutos houve a suspensão e a polícia saiu em demanda com o apoio do helicóptero Falcão 04, localizando e aprendendo o trio que portava uma pistola. Todos eram alvos da operação. Após a operação, o bairro Manoel Teles foi ocupado por tempo indeterminado pelas polícias Civil e Militar.

 

Comando

A operação, coordenada pelo secretário Lima Júnior, foi acompanhada pelo comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio; o delegado-geral de Polícia Civil, Paulo Cerqueira; o delegado-chefe da Deic, Mário Jorge Barros; e pelo delegado regional de Arapiraca, Gustavo Xavier; o comandante de área, coronel Gama e o comandante do 3ª Batalhão, tenente-coronel Enio Bolivar.

 

Sem sossego

“Não daremos sossego aos criminosos; queremos é o sossego da sociedade. Estaremos nas ruas, em todos os lugares de Alagoas, cumprindo nossa missão. A determinação do governador Renan Filho é operacionalizar e prender quem vive fora da lei e desafiando as forças de segurança. Os criminosos podem apostar que iremos buscá-los”, afirma Lima Júnior.

 

“Operação Rodoleiros”

Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) resolveu processar os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL) Isnaldo Bulhões Barros e Luiz Eustáquio Toledo por envolvimento na “Operação Rodoleiros”, desencadeada pela Polícia Federal. Em 2013, o órgão ministerial já havia ajuizado ação civil pública de responsabilidade por atos de improbidade administrativa contra oito pessoas, dentre servidores do TCE/AL e funcionários do Banco Bradesco, pelo desvio de recursos na Corte de Contas.

 

Prejuízo

Após investigações complementares, o Ministério Público descobriu a participação dos conselheiros no esquema e fez um aditamento à petição protocolada há 4 anos. O prejuízo causado ao erário foi de cerca de R$ 100 milhões.

 

 

… No início da peça processual, o MPE/AL relembra que a primeira ação teve origem no Procedimento Administrativo nº 002/2012, instaurado para apurar supostas ilegalidades no âmbito do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, a partir dos fatos decorrentes do inquérito conduzido pela Polícia Federal em Alagoas, que resultou na denominada “Operação Rodoleiros”.

… Com o objetivo de selecionar profissionais em caráter temporário e excepcional para lotação das instituições da Rede Municipal de Educação pelo período de 180 dias, a Prefeitura de Arapiraca publicou, na edição desta quarta-feira (15) do Diário Oficial da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) um edital para o preenchimento de mais de 600 vagas.

 

… As inscrições, que devem ser realizadas através do portal oficial da prefeitura, começam já nesta quarta, a partir das 6h, e seguem até a sexta-feira (17).

 

… As vagas são destinadas para profissionais com Ensino Fundamental Incompleto, Médio Completo, Médio Normal (antigo Magistério), Superior Incompleto, e Superior Completo.