Roberto Baia

15 de março de 2017

Na mira da ADEAL

na mira da adeal 600x300 c - Na mira da ADEAL

O representando da Cooperativa dos Açougueiros de Alagoas (Coopaal), Marlos Santos, se reuniu, na manhã de ontem, terça-feira (14), com os responsáveis na região agreste da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (ADEAL) para relatar os absurdos que ocorrem durante o abate de carne dentro da empresa Frigorífico FrigoVale. Marlos e os outros marchantes denunciaram que estão tendo grandes prejuízos devido a retirada ilegal de partes dos bois abatidos.

 

Sob investigação

Durante a reunião, os representantes da ADEAL afirmaram que irão investigar as denúncias apresentadas pelos marchantes, mas que realmente há uma parte do gado que é legalmente retirada, porém, segundo Marlos, a quantidade de carne retirada é totalmente desproporcional ao permitido por lei. “É permitido retirar a paleta do gado, que é a parte machucada ou a sangria do animal, utilizado para fazer hambúrgueres, mas a quantidade de carne retirada pela empresa é muito superior”, afirma Marlos.

 

Foi afastado

O representante da Coopaal afirma também que a própria empresa FrigoVale já identificou que havia irregularidade durante o abate dos animais e por isso afastou o diretor operacional, responsável pela área de abate do frigorífico. Após as denúncias dos marchantes, os representantes da ADEAL afirmaram que, apesar do baixo número de fiscais, irá intensificar a fiscalização na região agreste e que punirá legalmente qualquer ato ilícito, seja ele na FrigoVale ou qualquer outro frigorífico que esteja desviando carnes.

 

Operação Nicotina

 

Após requerimento do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Conexos (Gaesf), do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL), a 17ª Vara Criminal da Capital determinou, na última terça-feira (14), o bloqueio dos bens móveis e imóveis dos investigados na Operação Nicotina.

 

Devolveu o dinheiro

Dentre os bens que o órgão do Poder Judiciário tornou indisponível, encontram-se veículos, casas, sítios e fazendas localizadas em Alagoas e outros estados da Federação. O total do bloqueio poderá chegar a valores superiores a R$ 5 milhões, ficando todos os bens à disposição da Justiça Estadual. Um dos investigados entregou espontaneamente ao Ministério Público Estadual a quantia de R$ 117,5 mil que, de imediato, foram depositadas em conta corrente judicial à disposição da 17ª Vara Criminal da Capital, responsável pelo combate ao crime organizado.

A operação

Durante a Operação Nicotina, uma grande força tarefa foi às ruas para combater fraudes fiscais praticadas pela indústria do tabaco e que causaram um prejuízo milionário ao Tesouro Estadual. Ao todo, a operação Nicotina cumpriu dois mandados de prisão, cinco de condução coercitiva e nove de busca e apreensão nas cidades de Maceió e Arapiraca.

 

Casamento coletivo

O Projeto Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) realizou mais um casamento coletivo. No último sábado (11), no bairro da Jatiúca, 85 casais foram contemplados. A ação aconteceu na Escola Théo Brandão. A juíza do 11º Juizado Especial Cível e Criminal, Sandra Janine Cavalcante Wanderley, conduziu a cerimônia.

 

Como agendar

O evento foi promovido pelo Instituto de Formação Social Alagoas Viva, com o apoio da Igreja Batista do Avivamento em Jatiúca, que também ofereceram serviços de beleza para as mulheres como manicure e cabeleireiro, além de atendimentos na área de saúde. Qualquer comunidade pode solicitar e agendar casamentos coletivos por meio de associações, igrejas ou instituições públicas

 

Murici

O Governo de Alagoas e a Prefeitura de Murici firmaram parceria para construção de uma Casa de Sopa no município. O projeto foi tema de reunião entre o prefeito Olavo Neto, a secretária de Assistência Social de Murici, Soraya Aragão Calheiro, a secretária executiva da Seades, Morgana Tavares, e a superintendente de Assistência Social da secretaria de Estado, Elis Correia.

 

O projeto

Na avaliação do prefeito Olavo Neto, o projeto deverá ser apresentado nos próximos dias para avaliação do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). “A Casa da Sopa será um dos equipamentos mais importantes da cidade, e vai atender muitas das necessidades da população em situação de vulnerabilidade no município. Estamos muito entusiasmados e agradecemos a atenção do governador Renan Filho, do secretário da Assistência e Desenvolvimento Social, Fernando Pereira, e da secretária executiva Morgana Tavares”, disse o prefeito.

 

 

 

… Dando continuidade às comemorações que marcam os 200 anos de independência política do Estado de Alagoas sobre Pernambuco, os projetos de preservação da identidade e memória dos alagoanos dão um passo significativo no mês de março com a promoção da Semana Graciliano em homenagem ao escritor alagoano.

 

… Peças teatrais, exibição de filmes, e palestras vão contar com riqueza de detalhes a história do escritor que marcou a literatura brasileira com obras que retratam a vida do homem nordestino no sertão.

De acordo com o secretário-chefe do Gabinete Civil e coordenador da Comissão Mista Especial do Bicentenário, Fábio Farias, a intenção do Governo do Estado é marcar a comemoração dos 200 anos de Alagoas com algo bem maior que apenas a lembrança do dia 16 de setembro, data da emancipação.