Roberto Baia

14 de Março de 2017

Nem os “aspones”

O prefeito de  Arapiraca, Rogério Auto Teófilo, ainda tem muito tempo pela frente pra mostrar “pra que veio”. Em três meses de mandato, no entanto, não empolgou sequer os “aspones”, que parecem mais perdidos do que cego em tiroteio.

 

Só os Pessoa

Teófilo prometeu, prometeu e até agora sequer pagou o salário de dezembro dos servidores. E, pelo jeito, não vai pagar nem que a “vaca tussa”.

Com exceção de alguns assessores, quem está rindo à toa nesse governo é a família Pessoa. E tem lá as suas razões para isso.

Afinal, é a bola da vez em se tratando de licitações. Alguém duvida????

 

Ingressos do ASA

A diretoria executiva da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA), confirmou, após reunião na manhã de segunda-feira (13), que a promoção nos ingressos casados permanecerá para o jogo de ida pela terceira fase da Copa do Brasil contra o Paraná na próxima quinta-feira (16), às 21h30 no Estádio Municipal. Mulher acompanhada não pagará ingresso.

 

 

“Casadinha”

O valor do ingresso será R$ 40, mas a promoção de casadinha permanece e, com isso, o torcedor compra um ingresso e ganha outro. Os ingressos para o jogo começam a ser vendidos na quarta-feira (15) nas bilheterias do estádio Municipal, no quiosque alvinegro no Arapiraca Garden Shopping e na Banca Júnior, no Centro de Arapiraca.

 

 

Promoção

A promoção será válida até o meio-dia da quinta-feira. Após isso o valor volta ao normal de R$ 40. O torcedor alvinegro deverá estar com a camisa do ASA ou outras camisas nas cores preta ou branca.

 

Arquibancadas

O ingresso serve para qualquer setor do estádio, menos as arquibancadas metálicas que seguem interditadas. Estudantes, idosos, pessoas com necessidades especiais e doadores de sangue com os respectivos comprovantes pagarão R$ 20, torcedores do clube visitante comprarão seus ingressos no dia da partida.

 

Sempre atenta

 

Atendendo a um chamado do morador, Sr. José Alberto Ribeiro, a vereadora Fátima Santiago (PP), esteve no bairro da Cruz das Almas para verificar alguns problemas pontuais que a região apresenta.

 

Muitas queixas

As queixas do morador apontam para o descarte irregular de lixo, terrenos baldios, iluminação, asfaltamento, acessibilidade nas ruas, melhorias na estrutura de saneamento básico e segurança pública. Atenta às demandas apresentadas, a vereadora se comprometeu em reivindicar as soluções, junto aos órgãos competentes.

 

Comprometimento

“Todas as demandas dos maceioenses que chegarem até mim, serão colocadas em pauta e estaremos prontos para encaminhá-las e tentar dar a resposta que a população merece”, enfatizou, Santiago.

“Informamos as dificuldades na infraestrutura do bairro e a vereadora nos garantiu que estaria enviando pessoalmente para o Prefeito Rui Palmeira um documento solicitando as melhorias necessárias para o nosso bairro. Um grande passo foi dado, só temos que agradecer a Dra Fátima por ter vindo aqui, e demonstrar seu comprometimento e atenção ao povo de Maceió”, destacou o Sr. José Alberto.

 

Prefeitos

O senador Renan Calheiros (PMDB) liderou na segunda-feira, 13, uma importante reunião entre prefeitos de Alagoas e os ministros da Integração Nacional, Helder Barbalho, e do Turismo, Marx Beltrão, na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). Ao falar aos prefeitos, Renan reconheceu o momento de dificuldade que o País enfrente com uma grave recessão nos últimos três anos, atingindo diretamente a receita dos municípios.

 

 

 

… Renan elogiou a política fiscal do governo Renan Filho, que em pouco mais de dois anos de gestão conseguiu equilibrar as finanças do Estado, mantendo as contas em dia “Quando o governador Renan Filho assumiu a gestão em 2015 em Alagoas, havia a maior proporção de despesa com pessoal e arrecadação e hoje Alagoas fez o dever de casa do ponto de vista fiscal e orgulha o Brasil pelo menos com essa recuperação”, disse Renan aos prefeitos.

 

… O senador destacou a votação nesta terça, 14, do projeto da Repatriação, que destina parte do que for arrecadado pela União com os recursos do exterior para os estados e municípios brasileiros.

 

… A expectativa é de que o governo arrecade algo superior a R$ 30 bilhões nesta nova abertura. Na nova proposta, a alíquota do Imposto de Renda sobe dos atuais 15% para de 17,5% e o governo vai repassar 46% aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios.